Rute - Bíblia de Estudo Online

Em Rute 1 vemos o ponto de partida para o desenrolar de toda a história deste livro. O marco inicial é Elimeleque e sua esposa, Noemi. Junto com seus três filhos, que empurrados pela fome, eles partem para os campos de Moabe e lá permanecem por dez anos.

Todos estavam muito bem, os negócios prosperavam, até que, Elimeleque morreu. Após isso, seus filhos casaram com mulheres moabitas.

Mas passado um tempo, morreram também seus dois filhos, restando apenas Noemi e suas noras: Rute e Orfa.

Ouvindo que a escassez de alimento havia deixado Judá, Noemi decide voltar para sua terra natal. Mas antes, ela tem uma conversa franca com suas noras, dizendo que elas estão livres para seguir suas vidas, pois, ela, Noemi, não casará mais, não podendo dar marido a elas, que ainda são jovens e podem constituir família.

Elas três choram muito, enquanto ouvem as palavras de Noemi. Orfa decide permanecer em Moabe, e o versículo 15 diz que elas voltou para os seus deuses.

A Atitude de Rute

O apego de Rute a Noemi foi o grande diferencial de suas história. Ele pediu que Noemi parasse de insistir para que ela partisse, prometendo que para onde a sogra fosse, ela iria atrás. Rute estava disposta a seguir até mesmo as convicções de Noemi, pois disse: “o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus”.

Há algumas belas lições aqui:

  1. Noemi influenciou suas noras para o bem;
  2. Conquistou o respeito e amor delas;
  3. Apresentou a elas o amor de Deus;
  4. Ela era uma sogra exemplar e amorosa.

Rute seguiu Noemi, porque foi sinceramente atraída pelo seu estilo de vida e amor a Deus. A atitude de Rute é nobre, mas elas sabia que estava fazendo a melhor escolha ao sua sogra.

Precisamos ser pessoas que influenciem para o bem como Noemi, que façam a escolha certa como Rute, e que sobretudo, amem a Deus.

Esboço de Rute 1:

1.1 – 5: Elimeleque vai com a família para Moabe

1.6 – 14: Noemi decide voltar a Moabe

1.15 – 18: O amor de Rute por Noemi

1.19 – 22: A pobreza de Noemi

 

Elimeleque vai com a família para Moabe

1 Na época dos juízes houve fome na terra. Um homem de Belém de Judá, com a mulher e os dois filhos, foi viver por algum tempo nas terras de Moabe.

2 O homem chamava-se Elimeleque, sua mulher Noemi e seus dois filhos Malom e Quiliom. Eram efrateus de Belém de Judá. Chegaram a Moabe, e lá ficaram.

3 Morreu Elimeleque, marido de Noemi, e ela ficou sozinha, com seus dois filhos.

4 Eles se casaram com mulheres moabitas, uma chamada Orfa e a outra Rute. Depois de terem morado lá por quase dez anos,

5 morreram também Malom e Quiliom, e Noemi ficou sozinha, sem os seus dois filhos e sem o seu marido.

Noemi decide voltar a Moabe

6 Quando Noemi soube em Moabe que o Senhor viera em auxílio do seu povo, dando-lhe alimento, decidiu voltar com suas duas noras para a sua terra.

7 Assim, ela, com as duas noras, partiu do lugar onde tinha morado. Enquanto voltavam para a terra de Judá,

8 disse-lhes Noemi: Vão! Retornem para a casa de suas mães! Que o Senhor seja leal com vocês, como vocês foram leais com os falecidos e comigo.

9 O Senhor conceda que cada uma de vocês encontre segurança no lar doutro marido. Então deu-lhes beijos de despedida. Mas elas começaram a chorar alto

10 e lhe disseram: “Não! Voltaremos com você para junto de seu povo!”

11 Disse, porém, Noemi: Voltem, minhas filhas! Por que viriam comigo? Poderia eu ainda ter filhos, que viessem a ser seus maridos?

12 Voltem, minhas filhas! Vão! Estou velha demais para ter outro marido. E mesmo que eu pensasse que ainda há esperança para mim — ainda que eu me casasse esta noite e depois desse à luz filhos,

13 iriam vocês esperar até que eles crescessem? Ficariam sem se casar à espera deles? De jeito nenhum, minhas filhas! Para mim é mais amar­go do que para vocês, pois a mão do Senhor voltou-se contra mim!

14 Elas, então, começaram a chorar alto de novo. Depois Orfa deu um beijo de despedida em sua sogra, mas Rute ficou com ela.

O amor de Rute por Noemi

15 Então Noemi a aconselhou: “Veja, sua concunhada está voltando para o seu povo e para o seu deus. Volte com ela!”

16 Rute, porém, respondeu: Não insistas comigo que te deixe e que não mais te acompanhe. Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povoe o teu Deus será o meu Deus!

17 Onde morreres morrerei, e ali serei sepultada. Que o Senhor me castigue com todo o rigor, se outra coisa que não a morte me separar de ti!

18 Quando Noemi viu que Rute estava de fato decidida a acompanhá-la, não insistiu mais.

A pobreza de Noemi

19 Prosseguiram, pois, as duas até Belém. Ali chegando, todo o povoado ficou alvoroçado por causa delas. “Será que é Noemi?”, perguntavam as mulheres.

20 Mas ela respondeu: Não me chamem Noemi, melhor que me chamem de Mara, pois o Todo-poderoso tornou minha vida muito amarga!

21 De mãos cheias eu parti, mas de mãos vazias o Senhor me trouxe de volta. Por que me chamam Noemi? O Senhor colocou-se contra mim! O Todo-poderoso me trouxe desgraça!

22 Foi assim que Noemi voltou das terras de Moabe, com sua nora Rute, a moabita. Elas chegaram a Belém no início da colheita da cevada.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here