Salmos - Bíblia de Estudo Online

No Salmos 102, o Salmista descreve uma grande angústia e dor. Ele refere-se a destruição e ruína de Jerusalém, durante o período do cativeiro.

Ele implora que o Senhor Deus ouça sua oração e diz: “Tu te levantarás e terás misericórdia de Sião, pois é hora de lhe mostrares compaixão; o tempo certo é chegado” (v.v 13).

Muitos de nós acreditam que sabe qual o melhor momento para Deus agir em nossas vidas. Mas nós não sabemos. É preciso que haja em nós submissão e fé, para perseverar e suportar o tempo da aflição. Todavia, Deus é bom e tem prazer em nos abençoar.

Se eu não recebo de Deus o que eu quero no tempo que quero e do jeito que quero, não significa que Ele seja mau, ou tenha mudado. Significa apenas, que não é o momento certo.

Esboço de Salmos 102:

102.1 – 10: Ouve a minha oração, Senhor!

102.11 – 22: Um povo que não foi criado

102.23 – 28: No meio da vida

 

A Oração do Aflito

O tema do Salmos 102 é bastante notável, ele é a oração do aflito. Ele foi composto por alguém que estava ele mesmo aflito, aflito com a igreja e por ela, e aos que possuem espírito público, as aflições desse tipo caem mais forte sobre eles que sobre outros.

A situação é considerada a partir de um estado de aflição e pretende ser de uso para outros que possam estar passando por angústia semelhante; porque tudo que dantes foi escrito para nosso ensino, de propósito, foi escrito.

Toda a palavra de Deus é de uso para nos guiar em oração, mas aqui, como em muitas outras passagens, o Espírito Santo formula nossa petição por nós, põe palavras em nossa boca. Tomai convosco palavras (Os 14.2).

Essa é uma oração que foi posta nas mãos dos aflitos: deixe-os pôr, não as mãos, mas o coração nela, e a apresentar a Deus. Muitas vezes é destino dos melhores santos deste mundo ser dolorosamente atingidos. 

Pode Acontecer a Qualquer Um

Até mesmo homens bons podem ser quase subjugados por suas aflições e estar prontos a sucumbir sob o peso delas. Quando estamos aflitos, e nosso espírito, oprimido, é nossa obrigação e interesse orar, e, por meio da oração, derramar o nosso lamento diante do Senhor, o que declara a permissão que Deus nos concede de sermos livres com Ele e de termos a liberdade de desabafar diante dele, além do livre acesso a Ele.

Isso também serve para declarar como é fácil para o espírito atormentado se aliviar de suas injustiças e dores por meio de uma humilde representação. Temos aqui essa representação no fato de que o salmista implora humildemente a Deus que tome conhecimento de sua aflição e de sua oração (v.v 1,2).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here