Salmos - Bíblia de Estudo Online

O salmista interrogou o mar e as montanhas, desafiando-os a explicar por que eles reagiram ao Senhor como fizeram (Salmos 114:5–6). Essa personificação ousada foi projetada para dizer que toda a Criação reconheceu e obedeceu a vontade do Criador. A presença do Senhor no Antigo e no Novo Testamento é freqüentemente evidenciada por Sua demonstração de poder.

O salmista, em vez de responder sua pergunta nos versículos 5–6, instruiu a terra a continuar a tremer diante do Senhor. A razão é que o Senhor transformou a rocha, um sólido seco, em água, benéfica para o Seu povo. Medo e tremor sempre devem ser a resposta à presença de Deus e ao incrível poder. (1)

Esboço de Salmos 114:

114.1 – 4: Quando Israel saiu do Egito

114.5 – 8: Na presença do Soberano

 

Salmos 114.1 – 4: Quando Israel saiu do Egito

1 Quando Israel saiu do Egito, e a casa de Jacó saiu do meio de um povo de língua estrangeira,

2 Judá tornou-se o santuário de Deus, Israel o seu domínio.

3 O mar olhou e fugiu, o Jordão retrocedeu;

4 os montes saltaram como carneiros, as colinas, como cordeiros.

Salmos 114.5 – 8: Na presença do Soberano

5 Por que fugir, ó mar? E você, Jordão, por que retroceder?

6 Por que vocês saltaram como carneiros, ó montes? E vocês, colinas, porque saltaram como cordeiros?

7 Estremeça na presença do Soberano, ó terra, na presença do Deus de Jacó!

8 Ele fez da rocha um açude, do rochedo uma fonte.

 

Referências:

Ross, A. P. (1985). Salmos Em J. F. Walvoord & R. B. Zuck (Orgs.), O Comentário do Conhecimento da Bíblia: Uma Exposição das Escrituras (Vol. 1, p. 876). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here