No Salmos 114, o Salmista retrata a soberania de Deus revelada quando Israel saiu do Egito. Ele nos mostra que ali algumas coisas aconteceram:

1.Judá tornou-se o santuário de Deus

2.Israel o seu domínio

3.O mar olhou e fugiu

4.O Jordão retrocedeu

5.Os montes saltaram

Em poucas palavras, isto significa que o futuro do mundo mudou, com a saída do povo de Deus do domínio do Faraó.

Ali estava comprovado e o domínio do Senhor se estenderia sobre todas as nações e que por fim, todo o olho veria sua glória revelada em Jesus Cristo.

A libertação de Israel do Egito deu nascimento à igreja e à nação deles, que, então, foram fundadas, foram formadas; portanto, essa obra de maravilha deve estar na lembrança eterna do povo.

Deus gloria-se nisso, no prefácio dos Dez Mandamentos e “do Egito chamei a meu filho” (Oséias 11.1). Nesse salmo, isso é celebrado de modo vívido; por isso, fazia adequadamente parte do “grande aleluia”, ou cântico de louvor, com que os judeus costumavam encerrar a ceia de Páscoa.

Nunca deve ser esquecido que eles foram libertados da escravidão (v. 1). Que Deus estabeleceu seu tabernáculo entre eles (v. 2). Que o mar e o Jordão foram divididos diante deles (v.v. 3,5).

Que a terra tremeu quando a lei foi dada, quando Deus desceu no monte Sinai (v.v. 4,6,7). Que Deus lhes deu água da rocha (v. 8).

Ao cantar esse salmo, precisamos reconhecer o poder e a bondade de Deus no que fez por Israel, relacionando-os a muita obra de maravilha, nossa redenção por meio de Cristo, e encorajando a nós mesmos e a outros a confiar em Deus nas dificuldades maiores. 

Aqui, o salmista está lembrando os dias da antiguidade, dos anos da destra do Altíssimo e as maravilhas de que seus pais lhes contaram (Juízes 6.13), pois o tempo, como não apaga a culpa do filho, também não deve apagar o senso de misericórdia. (Henry, Matthew, Comentário dos Livros Poéticos)

Esboço de Salmos 114:

Salmos 114.1 – 4: Quando Israel saiu do Egito

Salmos 114.5 – 8: Na presença do Soberano

 

Salmos 114.1 – 4: Quando Israel saiu do Egito

1 Quando Israel saiu do Egito, e a casa de Jacó saiu do meio de um povo de língua estrangeira,

2 Judá tornou-se o santuário de Deus, Israel o seu domínio.

3 O mar olhou e fugiu, o Jordão retrocedeu;

4 os montes saltaram como carneiros, as colinas, como cordeiros.

Salmos 114.5 – 8: Na presença do Soberano

5 Por que fugir, ó mar? E você, Jordão, por que retroceder?

6 Por que vocês saltaram como carneiros, ó montes? E vocês, colinas, porque saltaram como cordeiros?

7 Estremeça na presença do Soberano, ó terra, na presença do Deus de Jacó!

8 Ele fez da rocha um açude, do rochedo uma fonte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here