Salmos - Bíblia de Estudo Online

No Salmos 122, o Salmista Davi descreve o seu amor por Jerusalém, a cidade santa. Foi durante seu reinado que ela foi escolhida como a cidade que levaria o nome do nosso Deus.

Com isso, o rei demonstra grande alegria quando as pessoas lhe convidam para ir ao Templo, construído dentro de seus muros: “Alegrei-me com os que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”” (v.v 1).

É nosso dever amar a Casa de Deus, o lugar da nossa congregação e o povo que está ali. A Casa de Deus, embora seja constituída por seres humanos é lugar de paz e harmonia, não de intrigas, brigas por poder, partidarismo, e outras carnalidades. Deve ser um ambienta agradável, um pedaço do céu na Terra.

Davi continua estimulando os leitores a orar pela paz de Jerusalém, sob uma grande promessa: “Vivam em segurança aqueles que te amam!” (v.v 6).

A cidade santa sempre foi alvo de muitas guerras e conflitos. Uma estreita faixa de terra que causa, sempre muito desconforto no Diabo, pois ali há promessas de Deus, feitas a Abraão, Isaque e Jacó.

É nosso dever orar por Jerusalém, pela cidade do nosso Deus. Ela será revestida de glória e seu nome permanecerá para sempre. A nossa oração deve ser: “converte o coração dos judeus Senhor e de todos aqueles que estiverem e forem à Jerusalém”.

Aqueles que buscam o bem da cidade santa são amados por Deus, e desfrutarão de segurança e paz.

Esboço de Salmos 122:

122.1 – 5: “Vamos à casa do Senhor!”

122.6,7: Orem pela paz de Jerusalém

122.8,9: Paz seja com você!

Convite Precioso

O convite feito no Salmos 122 é muito bem-vindo. Davi ficou contente e queria que todo israelita dissesse: “alegrei-me quando me disseram: vamos à Casa do Senhor”. A vontade de Deus é que o adoremos em conjunto, que muitos se juntem a fim de servi-lo em ordenanças públicas.

Devemos adorar a Deus em nossa casa, mas isso não é suficiente; devemos ir à Casa do Senhor para prestar nossa homenagem a Ele lá. Devemos não só concordar uns com os outros, mas também estimular e incitar uns aos outros a ir adorar a Deus em público.

Nós mesmos somos vagarosos e relutantes, e os outros também o são, por isso devemos vivificar e estimular uns aos outros para o que é bom, como o ferro afia ferro.

Os que se regozijam em Deus exultam com chamados e oportunidades para servi-lo. Davi mesmo, embora tivesse pouca necessidade de incentivo em seu zelo nos exercícios religiosos como alguns o têm, estava, todavia, muito distante de pegar isso como uma afronta, pois ficava feliz, como um gesto de gentileza, quando ele era chamado a ir à Casa do Senhor com os mais inferiores de seus súditos.

Devemos desejar que nossos amigos cristãos, quando tiverem algum bom trabalho em mãos, chamem-nos e levem-nos com eles.

Uma Expectativa Santa

A expectativa deles era muito prazerosa. Eles falam disso com triunfo santo: “os nossos pés estão dentro das tuas portas, ó Jerusalém” (v. 2). Os que saem do país, quando acham a jornada tediosa, confortam-se com o fato de que logo podem estar em Jerusalém, e isso é remédio para todas as fadigas da jornada deles.

Devemos permanecer lá como servos; é desejável ter um lugar em Jerusalém, mesmo que seja entre os que estão aqui (Zc 3.7), mesmo que seja o lugar do guardador da porta (SI 84.10). Agora, conseguimos um local de repouso para a arca, e onde ela está, nós estaremos.

1 COMENTÁRIO

  1. querido irmão louvável a colocação a espeito do salmo 122,todavia, gostaria de acrescentar que também ele faz mCasa de adoração (salmos 5.7) casa de edificação ( efésios 4.12).A Paz querido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here