Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Salmos 150 Estudo: Louvem a Deus

No Salmos 150, o Salmista encerra o livro de Salmos em grande estilo. Ele convida a todos, homens, animais e firmamento, a louvar ao Senhor Deus. Em todos os lugares, momentos, ocasiões: “louvem-no segundo a imensidão de sua grandeza!”

Deus é grande, muito maior do que podemos imaginar. Quando o adoramos ficamos cada vez mais perto de sua graça e recebemos ministrações dessa grandeza.

Ao ser ministrados, conhecemos mais a Deus. À medida que o adoramos e o conhecemos, somos mais cheios dEle. Foi o que Moisés experimentou.

Eles estavam tão próximos que a glória de Deus resplandeceu em seu rosto. O brilho de Deus foi ministrado sobre seu servo, e todos os que o observavam viam um pouco do brilho de Deus.

Que seja assim em nossas vidas. Que o brilho de Deus seja ministrado sobre nós, à medida que o adoramos e glorificamos o Seu Nome.

O primeiro e o último dos salmos têm o mesmo número de versículos, ambos são breves e muito memoráveis. Contudo, o escopo deles é muito distinto: o primeiro salmo é uma elaborada instrução sobre nossa obrigação a fim de nos preparar para os confortos de nossa devoção.

Esse é todo arrebatamento e transporte e talvez tenha sido escrito com o propósito de ser a conclusão desses cânticos sagrados a fim de mostrar qual é o propósito deles todos, que é nos ajudar a louvar a Deus.

O salmista era ele mesmo cheio de louvores a Deus e, aqui, ele fica contente em encher o mundo todo com os louvores: vez após outra ele chama: “Louve o Senhor, louve-o, louve-o”, nesses seis curtos versículos não há menos que treze ocorrências desse chamado.

Ele mostra pelo que e por qual razão Deus tem de ser louvado (v.v. 1,2). Como Deus deve ser louvado e com que expressões de alegria (v.v. 3-5). Quem deve louvar ao Senhor; esse é um dever de todos (v. 6).

Devemos, ao cantar esse salmo, empenhar-nos em que nosso coração seja muito tocado pelas perfeições de Deus e os louvores por meio dos quais Ele é e deve ser servido para sempre, ao longo de todas as eras e no mundo todo, eternamente. (Henry, Matthew, Comentário dos Livros Poéticos)

Esboço de Salmos 150:

Salmos 150.1 – 6: Louvem a Deus

 

Salmos 150.1 – 6: Louvem a Deus

1 Aleluia! Louvem a Deus no seu santuário, louvem-no em seu magnífico firmamento.

2 Louvem-no pelos seus feitos poderosos, louvem-no segundo a imensidão de sua grandeza!

3 Louvem-no ao som de trombeta, louvem-no com a lira e a harpa,

4 louvem-no com tamborins e danças, louvem-no com instrumentos de cordas e com flautas,

5 louvem-no com címbalos sonoros, louvem-no com címbalos ressonantes.

6 Tudo o que tem vida louve o Senhor! Aleluia!

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});