Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Salmos 23 Estudo: O Supremo Pastor

No Salmos 23, o Salmista Davi apresenta a Deus como o Supremo Pastor. Ele estava familiarizado com essa linguagem, pois ao longo de sua infância cuidou das ovelhas de seu pai, Jessé.

Antes que pudesse derrotar o gigante Golias, ele defendeu suas ovelhas de ursos e leões. Ele os enfrentou e matou por amor as suas ovelhas. Davi sabia que o Senhor Deus tem por nós, zelo superior.

A confiança dele é tamanha: “O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta”.

Em um mundo tão cheio de pecado e consumista, somos influenciados muitas vezes a desejar o que não precisamos. Acreditamos que supérfluos são essenciais.

Davi nos mostra que Deus lhe conduz por um caminho bom. São pastos verdejantes, onde há abundância de comida e água. Ele nos mostra que Deus cria situações onde seu vigor e alma são restaurados.

Além disso, o Senhor não lhe conduz por caminhos escorregadios. São caminhos retos e seguros. Caminhos de justiça e obediência.

Quando chega nos momentos difíceis da vida, Davi não hesita. Como guerreiro esteve diante da morte uma centena de vezes, mas nem mesmo ela parece assombrá-lo:

“Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem”.

Ele está seguro, mesmo quando a vida corre perigo. Quando a morte o cerca, ele não teme. Está seguro. Deus está ali, por isso confia que tudo irá bem.

Como peregrino e forasteiro neste mundo, ele tem de lidar com muitos inimigos e perseguidos, apenas na Tenda do Senhor há proteção.

Ali, na segurança de Deus há provisão abundante e comunhão abundante: “Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice”.

Nossos inimigos, a morte, a dor, a angústia, o Diabo, enfim, todos nos observam, mas não podem nos tocar. Na Tenda do Senhor apenas os convidados entram e não podem ser violentados por ninguém.

Sabemos que na vida cometemos muitos erros. Somos frágeis, no que se refere ao pecado. Por vezes a culpa quer nos destruir, devastar.

Quando esse dia chega, Davi confia: “Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver”.

Há bondade e fidelidade de Deus para nossas vidas. Ela nos seguem. GLÓRIA A DEUS! Apesar dos nossos erros, sempre voltaremos a Casa do nosso Deus, para celebrar o Seu Nome e receber perdão.

ALELUIA!

Podemos viver de maneira confiante e segura, o Senhor é o Supremo Pastor que cuida completamente daqueles que o servem.

Esboço do Salmos 23:

Salmos 23.1: O Supremo Pastor

Salmos 23.2,3: Vigor restaurado

Salmos 23.4: O Vale da morte

Salmos 23.5: A grande mesa

Salmos 23.6: Bondade e fidelidade

 

Salmos 23.1: O Supremo Pastor

1 O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta.

Salmos 23.2,3: Vigor restaurado

2 Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas;

3 restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.

Salmos 23.4: O Vale da morte

4 Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.

Salmos 23.5: A grande mesa

5 Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice.

Salmos 23.6: Bondade e fidelidade

6 Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

8 Comentários

  1. Ivonete maria novaes disse:

    Amo esses estudos.
    Tenho aprendido bastante.
    Que Deus continue te abençoando.

  2. Ivonete maria novaes disse:

    Amo esses estudos.

  3. Marili Maria Ramos Roberto disse:

    Muito bom 🙌 parabéns

  4. JADIR JOSE SILVA disse:

    MUITO BOA A EXPLICAÇÃO DO SALMO 23.

  5. JOSEMAR ANTONIO MARTINS MARQUES disse:

    Olá Diego! Sou membro da PIB de São José do Rio Preto – SP, estudante da FABAPAR – Faculdade Batista do Paraná. Estou pedindo, clamando ao Senhor um chamado para servi-lo enquanto viver. Meu desejo é que o Senhor fale comigo, através de Sua Palavra, de alguma pessoa, sonhos ou mesmo sinais. Não quero me enganar em qual área servir. Gostaria que meu coração fervesses por alguma área pois assim entendo que, apesar das barreiras, terei plena certeza de estar fazendo a vontade do Pai. Busco diariamente este propósito, às vezes me aflige o fato de não sentir até o momento este queimar de coração.

    • Paz meu irmão!

      Vou falar sobre como resolvo questões como essa em minha própria vida.

      1. Dedico tempo de pelo menos 30 dias para orar e dependendo da importância do assunto, jejuar;
      2. Todos os dias durante esse período parte do meu período de oração, que é pela manhã eu converso com o Senhor sobre isso;
      3. Eu fico atento a possíveis sinais, direção e a própria voz do Espírito Santo;
      4. Faço o maior número possível de estudos bíblicos relacionados ao tema: vocação e chamado. Procuro responder às minhas perguntas analisando a vida dos personagens bíblicos;
      5. Sigo a paz. O apóstolo Paulo aconselha que a paz deve ser o juiz em nosso coração.

      Normalmente antes do período determinado o Senhor tem me mostrado claramente o que devo fazer.

      Em questões difíceis e decisivas da minha vida eu fiz e faço isso, e graças a Deus tem dado certo.

      Por fim, eu recomendo que você leia o livro: O Desígnio, de Mike Murdock. É muito profundo e há conselhos fantásticos para esse tipo de questão.

      Eu espero ter ajudado.

      Deus abençoe!

  6. Vera Tagliarini disse:

    Excelente o estudo do Salmo 23

  7. Elci disse:

    Muito esse estudo
    .obrigada

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});