No Salmos 50, o Salmista nos apresenta um sermão, assim como no Salmos 49. Ele destaca a soberania de Deus e mostra que Ele é o juiz de toda a Terra.

Havia no culto do Antigo Testamento a prática de muitas formas de sacrifícios com animais, ao Senhor Deus. Cada um possuía um sentido espiritual que se perdeu com o tempo.

Com isso, o salmista nos exorta a não ceder a tentação de achar que o culto a Deus é uma mera religiosidade. Que o sagrado não perca o sentido para nós e entre no modo automático.

Ele nos estimula a oferecer a Deus sacrifícios de gratidão. Deus ama a gratidão. Somos gratos quando paramos para refletir nas grandes obras do Senhor e no seu maravilhoso amor.

Esboço de Salmos 50:

Salmos 50.1 – 6: O Deus supremo

Salmos 50.7 – 15: Chega de animais!

Salmos 50.16 – 22: As palavras do ímpio

Salmos 50.23: Sacrifícios de gratidão

 

Salmos 50.1 – 6: O Deus supremo

1 Fala o Senhor, o Deus supremo; convoca toda a terra, do nascente ao poente.

2 Desde Sião, perfeita em beleza, Deus resplandece.

3 Nosso Deus vem! Certamente não ficará calado! À sua frente vai um fogo devorador, e, ao seu redor, uma violenta tempestade.

4 Ele convoca os altos céus e a terra, para o julgamento do seu povo:

5 “Ajuntem os que me são fiéis, que, mediante sacrifício, fizeram aliança comigo”.

6 E os céus proclamam a sua justiça, pois o próprio Deus é o juiz. Pausa

Salmos 50.7 – 15: Chega de animais!

7 Ouça, meu povo, pois eu falarei; vou testemunhar contra você, Israel, eu, que sou Deus, o seu Deus.

8 Não o acuso pelos seus sacrifícios, nem pelos holocaustos, que você sempre me oferece.

9 Não tenho necessidade de nenhum novilho dos seus estábulos, nem dos bodes dos seus currais,

10 pois todos os animais da floresta são meus, como são as cabeças de gado aos milhares nas colinas.

11 Conheço todas as aves dos montes, e cuido das criaturas do campo.

12 Se eu tivesse fome, precisaria dizer a você? Pois o mundo é meu, e tudo o que nele existe.

13 Acaso como carne de touro sou bebo sangue de bodes?

14 Ofereça a Deus em sacrifício a sua gratidão, cumpra os seus votos para com o Altíssimo,

15 e clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará.

Salmos 50.16 – 22: As palavras do ímpio

16 Mas ao ímpio Deus diz: Que direito você tem de recitar as minhas leis ou de ficar repetindo a minha aliança?

17 Pois você odeia a minha disciplina e dá as costas às minhas palavras!

18 Você vê um ladrão, e já se torna seu cúmplice, e com adúlteros se mistura.

19 Sua boca está cheia de maldade e a sua língua formula a fraude.

20 Deliberadamente você fala contra o seu irmão e calunia o filho de sua própria mãe.

21 Ficaria eu calado diante de tudo o que você tem feito? Você pensa que eu sou como você? Mas agora eu o acusarei diretamente, sem omitir coisa alguma.

22 Considerem isto, vocês que se esquecem de Deus; caso contrário os despedaçarei, sem que ninguém os livre.

Salmos 50.23: Sacrifícios de gratidão

23 Quem me oferece sua gratidão como sacrifício, honra-me, e eu mostrarei a salvação de Deus ao que anda nos meus caminhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here