Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Salmos 54 Estudo: Salva-me ó Deus

No Salmos 54, o Salmista clama a Deus por socorro. Ele suplica ao Senhor que ouça o seu clamor e o livre de seus inimigos. Isto acontece porque ele confia que o Senhor Deus é aquele que o ajuda, por isso diz: “Certamente Deus é o meu auxílio; é o Senhor que me sustém”.

Com a alma cheia de fé, devemos lidar os problemas e dificuldades com confiança em nosso Deus. Nada é comparável ao Senhor. Se ele está conosco, nada poderá nos destruir.

A Dor de Davi

A chave para este salmo está logo à sua entrada, pois o título nos revela a ocasião em que ele foi redigido – o momento em que os moradores de Zife, os homens de Judá (os quais tipificavam Judas, o traidor), delataram Davi a Saul, ao informá-lo onde ele estava e ao levá-lo a uma posição onde ele poderia aprisionar Davi com facilidade.

Eles fizeram isto duas vezes (1 Samuel 23.19; 26.1), e seus atos ficaram registrados para a eterna infâmia do seu nome.

Este salmo é doce; a sua porção inicial talvez tenha sido objeto de meditação nos momentos de aflição por parte de Davi e tenha sido escrita quando o perigo já havia passado, com o acréscimo dos dois versículos finais, que expressam a sua gratidão pelo livramento, os quais, mesmo assim, podem ter sido escritos por fé, enquanto ele ainda se recuperava do susto.

1.Ele queixa-se a Deus acerca da maldade dos seus inimigos e pede a Ele que o socorra diante da sua ameaça, w. 1-3.

2.Ele consola-se com a garantia da bondade e da proteção divina, e por saber que, no tempo devido, os seus inimigos serão confundidos e ele ficará livre deles, w. 4-7. Nos momentos de aflição, podemos cantar este salmo como forma de consolo. (Henry, Matthew, Comentário dos Livros Poéticos)

Esboço de Salmos 54:

54.1 – 3: Salva-me ó Deus

54.4 – 7: Deus é o meu auxílio

 

Salmos 54.1 – 3: Salva-me ó Deus

1 Salva-me, ó Deus, pelo teu nome; defende-me pelo teu poder.

2 Ouve a minha oração, ó Deus; escuta as minhas palavras.

3 Estrangeiros me atacam; homens cruéis querem matar-me, homens que não se importam com Deus. Pausa

Salmos 54.4 – 7: Deus é o meu auxílio

4 Certamente Deus é o meu auxílio; é o Senhor que me sustém.

5 Recaia o mal sobre os meus inimigos! Extermina-os por tua fidelidade!

6 Eu te oferecerei um sacrifício voluntário; louvarei o teu nome, ó Senhor, porque tu és bom.

7 Pois ele me livrou de todas as minhas angústias, e os meus olhos contemplaram a derrota dos meus inimigos.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});