No Salmos 6, o salmista Davi está bastante aflito no começo, mas conclui o salmo com a alegria de ter sido ouvido por Deus.

Não poucas vezes na vida nos sentimos assim: inseguros, com medo, vacilantes. São momentos em que estamos frágeis e aparentemente, tudo vai “desabar” sobre nós.

Nesse momento, Davi clama a Deus. Pede socorro. Ele pergunta ao Senhor: “até quando?”. O rei ou melhor, o servo implora a Deus que o cure, porque ele está sendo esmagado pela angústia.

O Salmos 6 termina da seguinte forma: “O Senhor ouviu a minha súplica; o Senhor aceitou a minha oração”. Servimos a um Deus que nos ouve. Um Deus que muda situações. O Senhor sara a nossa dor e revigora a nossa alma.

Esboço de Salmos 6:

6.1 – 3: Até quando?

6.4 – 7: Volta-te Senhor

6.8 – 10: Deus ouviu o meu choro

 

Salmos 6.1 – 3: Até quando?

1 Senhor, não me castigues na tua ira nem me disciplines no teu furor.

2 Misericórdia, Senhor, pois vou desfalecendo! Cura-me, Senhor, pois os meus ossos tremem:

3 todo o meu ser estremece. Até quando, Senhor, até quando?

Salmos 6.4 – 7: Volta-te Senhor

4 Volta-te, Senhor, e livra-me; salva-me por causa do teu amor leal.

5 Quem morreu não se lembra de ti. Entre os mortos, quem te louvará?

6 Estou exausto de tanto gemer. De tanto chorar inundo de noite a minha cama; de lágrimas encharco o meu leito.

7 Os meus olhos se consomem de tristeza; fraquejam por causa de todos os meus adversários.

Salmos 6.8 – 10: Deus ouviu o meu choro

8 Afastem-se de mim todos vocês que praticam o mal, porque o Senhor ouviu o meu choro.

9 O Senhor ouviu a minha súplica; o Senhor aceitou a minha oração.

10 Serão humilhados e aterrorizados todos os meus inimigos; frustrados, recuarão de repente.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here