Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Salmos 70 Estudo: Apressa-te, Senhor! Ajuda-me!

No Salmos 70, aparentemente o Salmista está vivendo em uma expectativa de destruição iminente. Aos seus olhos, se Deus não agir “agora”, ele está perdido. Daí a expressão: “Livra-me, ó Deus! Apressa-te, Senhor, a ajudar-me!”.

Sua oração é dessa maneira, porque Deus é a sua ajuda. Ele não enxerga outra forma de sair dessa, a não ser pelo socorro de Deus.

Muito embora, como já vimos em outros Salmos, por mais recursos que ele tivesse sua esperança de livramento sempre está no Senhor Deus.

Em muitos momentos da vida nos sentimos assim. Situações que aparentemente vão destruir nossa esperança, nossa alma. Mas quando esperamos com paciência no Senhor Deus, ele responde a nossa oração e sara as nossas feridas.

Pedido de Ajuda

Este salmo está adaptado para uma situação de aflição; ele é quase uma cópia fiel do Salmo 40, e é por este motivo que alguns consideram que ele recebe no seu título a expressão “para lembrança”.

Pois pode ser útil, em certos momentos, fazermos novamente as orações que já havíamos feito anteriormente a Deus em situações similares, pois estas podem ser feitas com um novo fervor. Davi ora, aqui, para que Deus envie:

1.Auxílio para si mesmo, w. 1,5.

2.Vergonha sobre os seus inimigos, w. 2,3.

3.Alegria para os seus amigos, v. 4.

Estes cinco versículos formam os cinco últimos versículos do Salmo 40. A sua intenção parece ter sido que esta breve oração servisse de bálsamo tanto para si quanto para nós em qualquer que fosse o nosso ferimento, e, portanto, o seu desejo era que sempre a tivéssemos em mente.

E, ao cantar este salmo, podemos aplicá-lo aos nossos problemas específicos, independentemente de quais eles sejam.

Esboço de Salmos 70:

Salmos 70.1 – 3:  Apressa-te, Senhor, a ajudar-me!

Salmos 70.4,5: Meu socorro

 

Salmos 70.1 – 3:  Apressa-te, Senhor, a ajudar-me!

1 Livra-me, ó Deus! Apressa-te, Senhor, a ajudar-me!

2 Sejam humilhados e frustrados os que procuram tirar-me a vida; retrocedam desprezados os que desejam a minha ruína.

3 Retrocedam em desgraça os que zombam de mim.

Salmos 70.4,5: Meu socorro

4 Mas regozijem-se e alegrem-se em ti todos os que te buscam; digam sempre os que amam a tua salvação: “Como Deus é grande!”

5 Quanto a mim, sou pobre e necessitado; apressa-te, ó Deus. Tu és o meu socorro e o meu libertador; Senhor, não te demores!

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. María Helena Sampaio Abreu de Sousa disse:

    Gostei muito… muito obrigada por seus esclarecimentos..

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});

O jesuseabiblia.com tem uma nova Política de Privacidade e Cookies Saiba mais.