Bíblia de Estudo Online Diego Nascimento

Tiago 5 Estudo: Juízo de Deus e a Volta de Jesus

Em Tiago 5, os ricos injustos são alertados sobre o juízo de Deus que recairá sobre eles, por explorarem ao pobre e não se importarem com seu sofrimento. Não devemos desanimar diante dos sofrimentos da vida. É necessário mantermos a esperança e a paciência, esperando com expectativa a volta de Jesus Cristo.

Tiago continua exortando os cristãos em relação a oração, o louvor e a confissão de pecados. Ele cita o exemplo da paciência e fé de Elias, que orou três vezes antes que o Senhor Deus o atendesse.

Esboço de Tiago 5:

Tiago 5.1 – 6: Juízo contra os ricos injustos

Tiago 5.7 – 11: A paciência e a Volta de Jesus

Tiago 5.12 – 16: O juramento, a oração e o louvor

Tiago 5.17 – 20: A oração e o exemplo de Elias

 

Ricos e Incrédulos

“Ouçam agora vocês, ricos! Chorem e lamentem-se, tendo em vista a miséria que lhes sobrevirá. A riqueza de vocês apodreceu, e as traças corroeram as suas roupas. O ouro e a prata de vocês enferrujaram, e a ferrugem deles testemunhará contra vocês e como fogo lhes devorará a carne. Vocês acumularam bens nestes últimos dias. (Tiago 5:1-3)

Vamos considerar as suas palavras aos pecadores. E aqui temos Tiago confirmando o que o seu grande Mestre tinha dito: “Mas ai de vós, ricos! Porque já tendes a vossa consolação” (Lucas 6.24).

Essas palavras de advertência não foram dirigidas aos ricos que professavam a fé cristã, mas aos judeus mundanos e incrédulos, que são descritos aqui como os que condenam e matam o justo, algo que os cristãos não tinham poder algum para fazer.

E embora essa epístola tenha sido escrita por causa dos fiéis, e tenha sido enviada principalmente a eles, contudo, pode-se considerar que o autor está se dirigindo aqui aos judeus incrédulos. Eles não ouviriam a palavra, e por isso ela foi escrita, para que eles a lessem.

Observamos na primeira saudação desta epístola, que ela não é dirigida, como o eram as epístolas de Paulo, aos irmãos em Cristo, mas às doze tribos; e a saudação não é: graça e paz de Cristo, mas, em geral: saúde (capítulo. 1.1).

Os pobres entre os judeus receberam o evangelho, e muitos deles creram. Mas os judeus como um todo rejeitaram o cristianismo, e foram endurecidos na sua incredulidade, e odiaram e perseguiram aqueles que creram em Cristo.

É a essas pessoas opressoras, incrédulas, perseguidoras e ricas que o apóstolo se dirige nos primeiros seis versículos.

Calamidade e Miséria

Ele prenuncia os castigos de Deus que virão sobre eles (Tiago 5.1-3). Misérias virão sobre eles, e misérias tão terríveis que somente a expectativa delas já é suficiente para fazê-los chorar e gritar.

Misérias que surgirão exatamente das coisas em que eles depositam a sua felicidade, e as misérias que serão completadas por essas coisas que testemunham contra eles no final, para sua completa destruição.

E eles são, agora, chamados à razão, e a pesarem a questão seriamente, e a pensarem como vão suportar o castigo de Deus: “Eia, pois, agora vós, ricos”. Vocês podem estar certos disto: calamidades terríveis virão sobre vocês.

Calamidades que não trarão consigo nenhuma ajuda ou conforto, mas tudo serão misérias, miséria no tempo, miséria para a eternidade, miséria nas suas aflições exteriores, miséria na sua disposição mental interior, miséria neste mundo, miséria no inferno.

Não é uma miséria apenas que está vindo sobre vocês, mas misérias. A ruína da sua nação e religião está à porta; e virá um dia de ira, quando as riquezas não darão benefício algum aos homens, mas todos os ímpios serão destruídos. (Henry, Matthew, Comentário de Atos a Apocalipse)

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});

O jesuseabiblia.com tem uma nova Política de Privacidade e Cookies Saiba mais.