Uma das marcas da humanidade sem Jesus é a blasfêmia contra Deus, contra as verdades sagradas, contra a palavra de Deus, contra o caráter de Deus. Isso acontece por falta de conhecimento e entendimento do que é sagrado e muitas pessoas acabam caindo nessa tentação e blasfemam contra o Senhor.

Para que a apresentação do tema seja clara, é importante saber o significado de blasfêmia. De acordo com o dicionário de teologia significa: “qualquer palavra, gesto, ação ou pensamento que tem o propósito de ofender a Deus ou em alguns casos a religião ou a igreja”.

Ou seja, é uma ofensa contra Deus ou contra aquilo que O representa. Neste estudo, quero lhe apresentar 4 verdades sobre o tema que irão lhe ajudar a entendê-lo bem. Então, fique confortável, pegue sua bebida favorita e “VAMO”!

1. Uma marca do Diabo – Apocalipse 13:11

A primeira verdade que precisamos saber sobre a blasfêmia é que ela é uma marca do diabo, conforme está escrito em Apocalipse 13:11.  O diabo se propõe a ofender a Deus e a tudo aquilo que é sagrado. 

Todas as ferramentas que Satanás tem, ele as utiliza: no marketing, na filosofia, na ciência, nas redes sociais, na TV, na história, enfim, em todos os campos tem trabalhado para que o nome de Deus seja blasfemado. 

Essa besta que emerge do mar (Apocalipse 13:11), assim como, as outras bestas, possuem a marca de blasfêmia em sua aparência e comportamento. Muitas delas blasfemam contra o Senhor.

É interessante que a princípio Deus não as respondeu. Elas passaram realmente um tempo blasfemando contra o Senhor, mas em Apocalipse 19, vemos que o Senhor Jesus sai como um Vencedor. Para vencer e triunfar sobre todas as bestas, Satanás e seus demônios. E toda a blasfêmia delas é apagada.

É isso que o Senhor Jesus fará com a blasfêmia, com essa grande e imponente marca do diabo: Ele a destruirá! 

2. Jesus foi acusado de blasfêmia – João 10:33

A segunda verdade sobre a blasfêmia é que Jesus, o próprio, foi acusado de blasfemar, como mostra João 10:33. Os judeus acusaram Jesus de tal pecado porque ele dizia ser Deus.

Ele não se dizia apenas ser filho de Deus, mas, sim ser o próprio Deus e os judeus ouvindo isso disseram que ele estava blasfemando.

Mas, é fato: o Senhor Jesus é verdadeiramente Deus. Jesus é Deus!

O que nós entendemos nesse texto é que mesmo amando a Deus, fazendo a vontade de Deus, muitas vezes seremos incompreendidos, acusados de blasfemar, de não amar a Deus, ou de desonrá-lo nesse sentido.

Jesus, o próprio Deus estava falando a verdade, mas foi acusado de estar mentindo e não apenas isso, de estar blasfemando a santidade de Deus. Eu e você devemos ter em mente que se isso aconteceu com Ele, eu e você não passaremos ilesos. 

Muitos de nós, mesmo com boas intenções, anunciando a boa palavra de Deus, boas verdades acerca do Senhor Jesus seremos acusado de blasfêmia.

Isso é algo que pode acontecer, mas o que devemos ter em mente é que a verdade deve ser mantida, deve ser o nosso fundamento. 

Não devemos anunciar o evangelho de Jesus apenas para ser conveniente, ou bem aceitos, mas sim para sermos leais a verdade das Escrituras.

3. Cristãos são alvo de blasfêmia – Apocalipse 2:9

A terceira verdade é que os cristãos são alvo de blasfêmia, como lemos em Apocalipse 2:9. Os cristãos da igreja em Esmirna estavam sendo alvo dos blasfemadores.

Os judeus opositores, as pessoas das outras religiões, estavam acusando aqueles bons cristãos. Eles estavam sendo alvo de mentira, de perseguição verbal e psicológica. Mas Jesus disse que esses acusadores são da Sinagoga de satanás.

O Senhor Jesus está atento a tudo que é dito contra mim e contra você, a toda essa perseguição psicológica e filosófica que tem acontecido contra a Igreja, contra o seu povo. 

Eu e você precisamos estar atentos. Essa rejeição natural que o mundo tem a todos nós vai perdurar até que o Senhor Jesus volte.

Porque nós somos sal e quando o sal é jogado sobre a ferida ele incomoda, causa dor e rejeição, não podemos nos acostumar, não podemos ser tentados a permanecer no evangelho apenas por conveniência com discurso de agradar as pessoas dizendo apenas o que elas querem ouvir.

Eu e você precisamos salgar, e quando formos alvos de blasfêmia, tenha a certeza de que Cristo está atento a tudo o que é dito contra mim e contra você. 

4. A Blasfêmia contra o Espírito Santo – Mateus 12:31

A quarta e última verdade é sobre o cuidado que precisamos ter com a blasfêmia contra o espírito santo, como está escrito em Mateus 12:31.

Há quem acredite que esse pecado não pode ser mais cometido,porque os judeus estavam acusando Jesus Homem, de estar fazendo obras e milagres em nome do diabo, pelo poder do diabo.

Pelo fato de Jesus Homem não estar mais entre nós, eles dizem que esse pecado não é mais presente em nossos dias.

Todavia, eu discordo.

Como nós vemos, o significado de blasfêmia é uma ofensa a Deus ou a tudo que o representa, uma ofensa intencional. Logo, o Senhor Jesus diz que toda blasfêmia será perdoada, menos a blasfêmia contra o Espírito Santo, que nesse caso era atribuir ao diabo obras que são feitas pelo próprio Deus.

Então, na minha opinião, ainda hoje esse pecado pode ser cometido.

Há muitos homens e mulheres de Deus operando milagres em nome de Deus. E muitas pessoas, que conhecem a Deus, muitos cristãos, estão dizendo que eles estão operando em nome do diabo. Publicam vídeos na internet, dentre tantas coisas, para fazer muitas acusações.

Isso é algo muito sério!

Não tenho coragem de dizer que alguém que está operando milagres em nome de Jesus e apenas no nome de Jesus, está fazendo aquilo pelo poder do diabo.

Por mais que eu discorde da doutrina, da denominação. Não tenho coragem de acusar essa pessoa de estar fazendo isso em nome ou pelo poder do diabo exatamente pelo fato de que o nome de Jesus está sendo invocando.

Agora se, por exemplo a pessoa está invocando o nome de vários deuses e dentre esses deuses invoque o nome de Jesus, aí esse é um milagre que a gente pode questionar.

Mas se o milagre é feito apenas em nome de Jesus. Se apenas o nome de Jesus é invocado para que o milagre aconteça, então, é algo que você e eu precisamos estar atentos.

Ter cuidado para não falar mal, por causa da blasfêmia contra o Espírito Santo, para não atribuirmos ao diabo obras que são feitas por Deus.

Tiago é muito feliz nessa parte. Ele disse “Olhe se alguém refreia sua língua refreia todo o seu corpo” (Tiago 1:26). Porque o membro mais difícil de ser refreado é a língua. Nós falamos demais, acusamos demais, somos muito precipitados. 

A Sabedoria de Gamaliel

Em Atos Capítulo 5, os fariseus, os líderes religiosos estavam acusando os apóstolos de Jesus de estarem pregando blasfêmia. Foi quando Gamaliel se levantou e deu vários exemplos de movimento que começaram e acabaram.

Ao falar sobre o cristianismo ele disse: “Se o propósito ou atividade deles for de origem humana, fracassará; se proceder de Deus, vocês não serão capazes de impedi-los, pois se acharão lutando contra Deus” (Atos 5:38,39).

O mesmo acontece em nossos dias, precisamos ter esse senso, ter essa sabedoria de não nos precipitarmos em atribuir obras que são feitas por Deus ao diabo, precisamos ter muito cuidado para não cometer uma blasfêmia e uma blasfêmia contra o Espírito Santo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here