Estudos Bíblicos Diego Nascimento

A Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus?

A Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus?

A Bíblia Sagrada é de longe o livro mais influente e relevante da história da humanidade. De acordo com o Guines Book ( o livro dos recordes), desde o século XIX já foram distribuídas mais de 5 bilhões de cópias e traduzida para 349 idiomas.

Somente em 2018, de acordo com a Sociedade Bíblica do Brasil, foram distribuídas mais de 6,3 milhões de Bíblias.

Observe as informações abaixo:

A autoridade da Bíblia foi reconhecida pela Igreja Primitiva. Os documentos do Novo Testamento foram originalmente reunidos porque eram considerados um relato preciso dos eventos e relevância da vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Quando os apóstolos que estiveram com Jesus e o viram após a ressurreição morreram, a igreja percebeu que era vital que a jovem igreja fosse capaz de passar adiante o testemunho deles sobre as Boas-Novas de Deus. A igreja, desde o início, também aceitou as Escrituras judaicas como autoridade para a fé. Essas Escrituras eram aquelas mesmas que Jesus conhecia e citava e, à medida que os primeiros cristãos estudavam os escritos e profecias do Antigo Testamento, descobriram que também apontavam fielmente para o que acontecera com Jesus Cristo. As Escrituras judaicas passaram a ser conhecidas como o “Antigo” Testamento, enquanto que os novos documentos passaram a ser o “Novo” Testamento. Essas Escrituras reunidas passaram a ser os documentos oficiais da igreja, chamado de cânon (palavra latina e grega que quer dizer “regra”, referindo-se à decisão da igreja para reconhecer a autoridade que esses documentos já tinham na vida e no pensamento da igreja). (1)

Ou seja, a Bíblia Sagrada é a Palavra Inspirada de Deus, e a única capaz de revelar ao ser humano, quem é Deus, o seu Criador.

Dito isto, lhe convido a ler este estudo até o final e assistir ao vídeo, pois o conteúdo deles vai edificar a sua vida, com certeza.

3 VERDADES Sobre a BÍBLIA

1. A Bíblia é inspirada por Deus – 2 Timóteo 3:16,17

Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Faça parte da nossa comunidade online e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

2. Confirmação profética – 2 Pedro 1:19-21

E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações.

Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.

Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.

3. Conteúdo espiritual – 1 Coríntios 2:13

As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.

Conclusão

Muitos cristãos em nossos dias preferem viver à procura de “revelações especiais” e específicas para suas vidas. Mas a grande verdade é que não precisamos fazer isso.

A qualquer momento que abrirmos a Bíblia Sagrada, Deus falará conosco, pois o conteúdo dela foi sussurrado por Deus, ao ouvido dos autores.

Os ímpios incrédulos argumentam que a Bíblia Sagrada foi escrita por homens “como nós”. É fato, foi escrita por seres humanos, mas iguais a nós não.

Quem de nós já abriu um mar, derrotou exército ou fez brotar água no deserto? Quem de nós orou a Deus e ficou sem chover por três anos? Quem de nós já multiplicou os poucos recursos de uma viúva? Quem de nós já reconstuiu uma cidade em apenas 3 meses?

Esses feitos foram de apenas algumas das pessoas que participaram da narração bíblica. Ou seja, fica muito claro que foi escrita por homens, mas é evidente que eles eram extremamente diferenciados.

Sendo assim, a Bíblia pode, com seus conselhos, guiar sua vida por um caminho maravilhoso e satisfatório que no fim lhe levará a eternidade com Deus.

Referências:

  1. (Manser, M. H. (2013). Guia Cristão de Leitura da Bíblia. (D. Pereira, V. Araujo, F. Machado, & A. Soares, Orgs., L. Aranha, Trad.) (1a edição, p. 12). Bangu, Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus).

Sobre o autor | Website

ME SIGA NO INSTAGRAM: @diegonascimento316 INSCREVA-SE em meu Canal do YouTube: https://www.youtube.com/jesuseabibliaoficial

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});