marca_final-01

A Fonte da Adoração Verdadeira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Muitos cristãos em todo o mundo procuram dar a Deus uma adoração verdadeira, nos mais diversos níveis de relacionamento, intimidade. Para alguns de nós Ele é tudo, para outros alguém importante e para outros Só mais um.

A verdade é que a adoração verdadeira a Deus exige alguns requisitos, que são indispensáveis.

Onde, em um mundo de pessoas tão religiosas, eles muitas vezes não são percebidos. Porque elas acreditam que todos os caminhos levam a Deus, etc.

Mas neste estudo, quero conversar com você sobre a adoração verdadeira e alguns princípios importantes que estão por trás dela.

Para que você compreenda bem, peço que leia as referências bíblicas e assista ao vídeo até o final, para que sua compreensão do assunto seja completa, ok?

Então, “PARTIU!”

A Adoração Verdadeira e o Relacionamento com Jesus

Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. (João 4:13,14)

 Não é possível adorar a Deus de verdade sem ter nascido de novo, isto é, sem desenvolver relacionamento sincero com Jesus Cristo.

Durante sua conversa com a mulher samaritana, o Senhor deixou muito claro que qualquer que fosse sua fonte de saciedade, ela tornaria a ter sede.

Mas se ela bebesse da água que Jesus lhe daria, ficaria para sempre satisfeita. Ele se referia a presença do Espírito Santo dentro do cristão.

Quando somos regenerados, o Espírito Santo passa a viver dentro de nós. A partir daí, podemos ministrar adoração verdadeira ao Senhor, pois o Espírito nos conduzirá a isso.

A geografia não importa – João 4:20

20 Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. 21 Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai (a geografia não importa).

Há alguns grupos de cristãos que dão valor diferenciado a determinados lugares. Nos dias de Jesus, os judeus valorizavam mais Jerusalém e os samaritanos, o Monte Gerizim.

Em nossos dias, alguns cristãos dizem que é: o monte, a denominação, o horário, a forma como está vestido, o tempo, etc.

Mas o Senhor Jesus, descartou a importâcia de tudo o que é natural para a verdadeira adoração.

Adoração verdadeira é intencional – João 4:22

22 Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. (é preciso conhecê-lo)

Para adorar a Deus de verdade, precisamos querer isso e saber o que estamos adorando. Quanto mais conhecemos a Deus, maior a chance de adorar profundamente.

Quanto mais nos aproximamos dEle, mais somos atraídos por Sua graça. Logo, é muito importante conhecê-Lo.

Devemos nos dedicar ao estudo das Escrituras e a oração. Estas disciplinas espirituais são determinantes para o nosso desenvolvimento.

Deus Procura – João 4:23,24

23 Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. (O Pai procura)

24 Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. (em Espírito e em verdade)

A atenção de Deus está voltada para aqueles que o adoram em Espírito e em verdade, ou seja, que rendem todo o seu ser em consagração ao Senhor.

A adoração verdadeira é muito mais que entoar cânticos, levantar as mãos e fechar os olhos. Envolve um estilo de vida consagrado.

Porque Davi é considerado um verdadeiro adorador?

Porque o Senhor estava envolvido em todas as áreas de sua vida, era sua prioridade, seu maior anseio, desejo, paixão.

Quando se tronou rei, a primeira atitude de Davi foi “trazer Deus de volta para Israel”, onde liderou uma incursão para trazer de volta a Arca da Aliança que estava na terra dos filisteus.

A adoração verdadeira começa dentro de nós, escorre para todas as áreas da nossa vida e alcança o coração de Deus na eternidade.

Conclusão

A adoração verdadeira exige o comprometimento do adorador. Não é possível ministrar em verdade ao Senhor, sem estar comprometido com Ele.

Este é contudo, o melhor lugar do mundo para o cristão.

Na presença de Deus, rendido, submisso, grato.

Leia Também:

Caracteríticas da adoração em Espírito e em verdade

Por que devemos adorar a Deus

Deus e a fonte da adoração

Na presença de Deus em espírito e em verdade, todas as nossas necessidades se vão, pois ali percebemos que tudo o que realmente importa, está nEle.

SONY DSC

Sobre o Autor

Instagram:@diegonascimento316

YouTube: Canal do Jesus e a Bíblia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});