Muitas pessoas têm vivido oprimidas por sentimentos, por possessão demoníaca, pressões externa e uma série de outras coisas, mas a Bíblia nos mostra que a vontade de Deus para a vida do ser humano é a libertação dos cativos.

O desejo de Deus para nossa vida é a liberdade, não a prisão. Não fomos criados para viver em cativeiro, mas desfrutar da grande benção que é viver de maneira livre, tanto no direito de ir e vir, como na nossa alma.

Dito isto, quero lhe convidar a ler este estudo até o final e desfrutar dessa poderosa mensagem sobre a libertação dos cativos. Aperte os cintos e VEM!

1. Deus quer se sejamos livres

A primeira verdade que precisamos saber sobre a libertação dos cativos é que Deus quer que sejamos livres, como nos mostra em Levítico 25:10-13.

Nessa passagem lemos sobre o ano do Jubileu, que era um ano onde todas as dívidas eram perdoadas e todos os escravos libertos. A escravidão em Israel não era como a escravidão dos tempos coloniais, onde pessoas eram tiradas de suas casas e forçadas a trabalhar para outro sem o menor cuidado ou sustento.

A escravidão em Israel se dava quando alguém não conseguia pagar suas dívidas a outro, deveria trabalhar para ele até que pagasse, contudo, não podia ser maltratado – física ou emocionalmente – e deveria receber comida e cuidados necessários.

De qualquer forma, estando ou não a dívida paga, no ano do Jubileu ou no ano sabático, a dívida era perdoada e o escravo era livre.

Com isso, vejo que temos um Deus justo, bondoso, perdoador. Justo com aquele que  emprestou o dinheiro, que ajudou a família quando ela estava em sua necessidade de forma que não sofresse o prejuízo, tendo seu seu dinheiro pago por meio do trabalho e sendo bondoso e justo, perdoando a dívida que muitas vezes nem chegava a ser paga no ano do Jubileu ou no ano sabático.

Em se cumprindo o tempo, o patrão tinha que liberar aquele servo para seguir a sua vida e também a seus filhos.

Temos um Deus bondoso que quer nos ver livres, mesmo em meio à tantos erros, Deus tem um plano de liberdade traçado para cada um de nós.

2. Jesus e a libertação dos cativos – Lucas 4:18,19

A segunda verdade sobre a libertação dos cativos é que Jesus Ele veio para libertar os cativos, conforme nos mostra Lucas 4:19. Na ocasião, Jesus leu o texto do profeta Isaías para dizer –  o Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar…proclamar liberdade aos presos.

Parte do ministério do Senhor Jesus é libertar os cativos. Muitas pessoas têm vivido em depressão, opressão sentimental, enfim, todas as doenças novas que tem afligido demais a alma do ser humano.

A boa notícia é que o Senhor Jesus veio para nos libertar!

É claro que a maioria delas, muitas vezes, são frutos da nossa própria negligência espiritual e por que digo isso? Porque Jesus nos disse para buscar em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça.

Por outro lado, buscamos os bens, o crescimento terreno, futilidades e todas essas coisas vão gerando um vazio terrível dentro de nós, por não buscarmos a Deus nem ao Seu Reino.

Com isso, vamos nos tornando pessoas vazias e um “buraco negro” cresce dentro de nós, daí vem a depressão, a ansiedade, o pânico e todas as coisas que cercam a alma de muitas pessoas.

Lendo o texto de Lucas 4:19, nós percebemos que a vontade de Deus para nossa vida é a libertação!

Jesus veio para libertar os cativos, para nos dar vida e vida em abundância. Ele foi enviado para dar liberdade aos presos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da Redenção, que virá no fim das eras.

3. A oração abre portas – Filipenses 1:19

A terceira verdade sobre a libertação dos cativos é que a oração abre portas, conforme lemos em Filipenses 1:19. Paulo estava preso enquanto escrevia esta carta, e nessa passagem, ele tem confiança de que a oração da Igreja o libertaria da prisão.

O Senhor Deus age! A oração abre portas!

Não importa o que esteja lhe oprimindo ou tirando seu sono, tenha certeza que se você se dedicar a orar, sozinho ou com a igreja pedir, verá a glória de Deus.

Leia também: O Poder da Oração em 6 Pontos

Particularmente, já vi o Senhor fazer coisas extraordinárias em minha vida, e na vida pessoas próximas, como tirar o meu pai de um coma que já durava mais de sessenta dias. Quando os médicos já o haviam desenganado.

Em todo o tempo em que ele esteve internado, a Igreja estava orando ao meu lado, compartilhei com eles a minha dor, e eles nos abraçaram em oração.

Como prometido, Jesus ouviu a oração da Igreja operou o milagre!

4. Fomos chamados para a liberdade – Gálatas 5:1

A quarta verdade sobre a libertação dos cativos é que fomos chamados para a liberdade, conforme nos mostra Gálatas 5:1. Aqui, Paulo diz que Cristo nos chamou para a liberdade e que não devemos permanecer firmes nela, sem permitir que ninguém nos escravize.

Não permita que a opressão, a religiosidade ou mundo, venha transformar você em um cativo. É muito interessante notar que o mundo e os seus sistemas falam sobre diversidade, liberdade de expressão e tantas coisas, mas se opõem aqueles que pensam de uma forma diferente. Somos vistos como loucos e intolerantes.

A grande verdade é que a sociedade longe de Deus é hipócrita! hipocrisia o que eles querem aqui o pensamento deles a forma com que ele sem

O que querem, na verdade, é que o pensamento deles seja estabelecido em detrimento da forma que outras pessoas pensam, principalmente os cristãos.

Deus nos chamou para ser livres, não permita que nada nem ninguém, roube sua liberdade em cristo. Fomos chamados para liberdade de pensamento, de expressão, e de alma.

Eu amo ser livre em Cristo!

5. Deus quer que sejamos felizes – Salmos 18:19

A quinta verdade sobre a libertação dos cativos é que Deus quer que sejamos felizes , conforme lemos em Salmos 18:19. Aqui, lemos que o Salmista louva a Deus pelo livramento e diz que isso é fruto de Seu amor.

Deus quer que você seja feliz!

Aproveite a vida, não se submeta a jugos, seja livre em Cristo e viva segundo as Escrituras. Ouça a Palavra de Deus, submeta a sua alma Deus, sua percepção, suas vontades, seus desejos, sonhos, enfim.

O desejo de Deus é que você seja livre, feliz!

É muito lindo quando o salmista diz: “Ele me deu o total libertação, me livrou de tudo que me prendia, me livrou de tudo o que me prendia e sabe por quê? Porque Ele me quer bem!

Deus ama você como ninguém jamais amou vai amar!

Não sei o quanto esse amor é perceptível para você, mas sei que consigo senti-lo e  muito. Me sinto amado, cuidado pelo Senhor. Nem consigo descrever como Ele intervém nos mais variados pontos da minha vida.

Quando olho para trás, percebo que se não fosse o Seu Amor, com certeza não estaria vivendo todas as belas coisas que vivo, hoje.

Deus ama você!

Deus quer bem a você!

O desejo de Deus é lhe dar uma vida extraordinária, mas é necessário que você dê o espaço necessário, para que Ele atue.

Seja livre em Cristo, em Nome de Jesus!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here