marca_final-01

Viva a Vida Alegrando o Coração de Deus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na vida do Senhor Jesus vemos alguém que vive sua vida alegrando o coração de Deus em todos os momentos. Tanto que em alguns momentos o Senhor Deus deixa muito claro o seu prazer pela vida do Senhor Jesus.

Como eu e você podemos aprender com o exemplo do nosso mestre sobre como nos comportar para alegrar o coração de Deus Pai? 

Vamos aprender!

1. Deus tinha prazer em Jesus

Deus Pai tinha prazer em Jesus, pois Ele vivia uma vida que o agradava. 

Em Mateus 3;14-17 o Senhor Jesus está prestes a iniciar seu ministério e João Batista é a Voz Do Que Clama No Deserto, como diziam as profecias, era aquele que preparava o caminho para o Senhor. 

João não conhecia Jesus ainda, no sentido de que não sabia que Ele era o Messias, embora soubesse que viria o Messias, alguém maior do que ele. Mas no momento que o Senhor Jesus chega para ser batizado e João O reconhece, e o Espírito Santo testifica.
E, então João fica constrangido e se pergunta “Como eu vou batizar o Filho do Deus Vivo? Não posso fazer isso!”

E a resposta de Jesus é que João deixe assim nesse momento, pos convém que assim aconteça para cumprir toda a Justiça. 

É importante perceber que aqui, o Senhor Jesus não estava recebendo o batismo para arrependimento, porque Ele não havia cometido pecados. É o único que passou por essa terra sem cometer erros. 

Mas, então por que receber o batismo de arrependimento? Para que se cumpra toda a justiça. 

O Senhor Jesus é um grande exemplo de como devemos viver a nossa vida alegrando o coração de Deus, para a sua glória. Ele não estava recebendo o batismo por causa de uma necessidade pessoal, mas sim para que o propósito de Deus se cumprisse na vida Dele. 

Muitos de nós cristãos estamos vivendo a nossa vida, como se ela fosse nossa e que nós não tivéssemos nenhum compromisso com as pessoas que nos cercam. 

Mas, não é bem assim que funciona: eu e você precisamos abrir mão de fazer (ou não fazer) muitas coisas para que o nome de Jesus seja conhecido. 

Sendo assim, não podemos viver da mesma forma que vive o incrédulo, da mesma forma que vive aqueles que não conhecem a Deus. 

Depois que o Senhor Jesus foi batizado o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre Ele como uma pomba e a voz de Deus foi ouvida por todos dizendo: “Este é o meu filho em quem eu me agrado”

A palavra que é utilizada aqui no original grego para “trazer ou me comprazo” é “eudokeu” e significa “ter prazer em”, “ser satisfeito em”, “ter prazer em agradar alguém”, “ser favorável à”.

Então, o que Deus pai estava dizendo acerca de Jesus é: Ele me faz feliz; como eu O amo; como o meu coração se alegra Nele. 

Que declaração de amor linda! Que eu e você possamos viver à altura desse amor e possamos escolher dar alegria ao coração do nosso Pai.

Jesus homem, o prazer de Deus Pai!

Que eu e você possamos alegrar o coração de Deus, assim como o Senhor Jesus o fazia. O Senhor Jesus, crescia em graça e sabedoria diante de Deus e diante dos homens, mas em tudo era submisso a seus pais. Ele teve uma vida íntegra e durante toda a sua vida sempre foi intencional em agradar a Deus. 

PARE UM POUCO E REFLITA: 

  • A sua vida é para Glória de Deus? As suas escolhas?
  • Qual é a maior motivação por causa trás dos seus desejos, das mudanças da sua vida, por trás do seu trabalho? 

Somos advertidos pelo Senhor Jesus a Amar a Deus sobre todas as coisas e Ele fez isso!

2.Ele tinha prazer na vontade de Deus 

Jesus tinha prazer na vontade de Deus. Isso significa que em toda a sua vida, por trás das suas escolhas, do seu estilo de vida, do que ele tinha e do que ele não tinha estava uma motivação maior: Fazer a vontade de Deus.  

Nós podemos viver muitas situações difíceis por escolher fazer a vontade de Deus. Passar por muitas situações conflitantes, de escassez, incompreensão, abandono, solidão. 

Então, como ter prazer em fazer a vontade de Deus, quando essa vontade,esse propósito de Deus nos causa tantos danos terrenos, tantos danos físicos?

Quando nós temos uma perspectiva superior!

O Senhor Jesus sabia que em fazendo a vontade do pai todo desequilíbrio causado pelo pecado seria desfeito. E, nós seres humanos teríamos novamente acesso a Deus. 

Ou seja, Jesus sabia que embora aquilo para Ele fosse um dano físico severo, a sua morte e ressurreição resultariam na nossa Reconciliação com Deus. 

Por isso, na vida precisamos estar atentos, prestar atenção ao propósito. Nem sempre eu e você vamos ter todas as respostas, mas podemos tomar uma decisão, fazer uma escolha: TER PRAZER na vontade de Deus. Essa é a chave que vai abrir a porta do céu para nós!

Que possamos independente do contexto que nos cerca, possamos nos alegrar na vontade de Deus. 

3. O céu aberto ( Lucas 3:21,22) 

O céu se abriu para Jesus. E, se você quer viver alegrando o coração de Deus, precisa estar disposto a viver a vontade de Deus, ter prazer na vontade de Deus. 

Pois, quando temos prazer em fazer a vontade de Deus o “eudokeo”, o prazer de Deus está sobre a nossa vida e como consequência o céu se abre. 

Hoje, no brasil tem-se 40 milhões de cristãos. Mas, será que quando todos esses 40 milhões oram os céus se abrem? Eu não sei. Ninguém sabe, só o Senhor Deus sabe. 

Mas, eu e você podemos ter algumas características daqueles que oram e o céu se abre e o Senhor Jesus nos aponta o caminho: tenha prazer em Deus e na sua vontade. 

Veja, quando o Senhor Jesus orou o céu se abriu e todo mundo viu a Glória de Deus que desceu sobre o Senhor Jesus.  

PARE UM POUCO E REFLITA:

  • O céu se abre enquanto você ora?
  • E, se não se abre porque não se abre?

Os teólogos tentam dar muitas respostas a isso: incredulidade, estilo de vida, escolha de Deus. Mas, eu prefiro olhar para Jesus. 

O céu se abriu para Jesus porque Jesus amava a Deus sobre todas as coisas, tinha prazer em viver a vontade de Deus e se alegrava nela. 

Precisamos buscar essas três marcas: Amar a Deus sobre todas as coisas, ter prazer em Deus e me alegrar com a vontade de Deus. 

Podemos aprender com Jó, com os homens  e mulheres de Deus da Bíblia que o coração consagrado a Deus é o caminho, é o melhor caminho para termos uma vida abundante aqui na terra. 

E, quando nós temos um coração derramado na presença Dele e Oramos os céus se abrem! 

4. Tirando o pecado do mundo 

O propósito do Senhor Jesus se cumpre em que ele tira o pecado do mundo. Em João 1:29 e 30 vemos que o Senhor Jesus veio para tirar o pecado do mundo e reconciliar-nos com Deus Pai. 

Quando fazemos uma analogia entre o livro de Levítico e o Senhor Jesus é possível entender o que significa o sacrifício Dele.  

Em Levítico, se estabelece as ofertas dos sacrifícios e cada uma das ofertas dos sacrifícios tinha um significado, mas o principal deles era a oferta pelo pecado.

Quando o pecador ia se apresentar e levar a oferta pelo pecado, ele pegava o seu animal, um cordeiro novo, sem mancha, sem mácula o melhor deles, novinho e levava até o sacerdote. 

Esse animal era então colocado na presença do sacerdote. Então, com a ordem do sacerdote o ofertante deveria colocar as mãos sobre a cabeça do animal e naquele momento o sacerdote orava e depois da oração do sacerdote o pecado do ofertante era transferido para o animal. 

Aquele animal era imolado pelo sacerdote na presença de toda a congregação. O sangue dele era derramado, as vísceras eram retiradas e colocadas em um dos castiçais para que a oferta fosse queimada. 

E então, aquele animal, o sangue derramado dele serviria agora como redenção para o ofertante. 

Porém, esse ritual era necessário sempre que alguém cometia pecado. Além disso uma vez no ano eles precisavam se reunir para oferecer um sacrifício anual para Redenção da Nação. 

E nesse lugar, no Santo dos Santos, só quem podia entrar era o sumo sacerdote. Se ele não fosse aprovado não havia perdão. Mas, agora não é mais necessário ofertas pelos Pecados porque o Senhor Jesus o fez de forma definitiva. 

O cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo entregou-se por nós. Jesus está alegrando o coração de Deus porque Ele escolheu viver uma vida que fosse completamente dedicada ao serviço, a glória de Deus e a nossa redenção. 

Que possamos aprender com Ele. Que você viva cada momento alegrando o coração de Deus. Pois, Jesus levou sobre si o nosso pecado para que tenhamos acesso ao coração de Deus!

E, agora como filhos temos acesso ao coração do nosso Pai!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.