marca_final-01

Banquete e Fartura na presença de Deus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Banquete e Fartura são fatores característicos da presença do nosso Deus.  No Salmo 36 o salmista destaca isso.  Ele começa falando sobre a impiedade, sobre como ímpio é cético com relação a Deus e como na sua própria cama maquina o mal, mas em contrapartida o justo encontra prazer em Deus e em Deus há fatura e banquete.

1. Precioso amor 

Em Salmos 36 a partir do versículo 1 o salmista abre o seu coração diante de Deus sobre a atitude do ímpio em relação a Deus, mostrando como o ímpio não se importa com o Senhor. 

A partir do versículo 7 e 8,  o salmista apresenta ele se sente em relação a Deus e declara “como é precioso teu amor; os homens encontram refúgio à sombra das tuas asas; eles se banqueteiam na fartura da tua casa”.

O salmista reconhece a preciosidade do amor de Deus e nós devemos reconhecer também. Se todo o amor do mundo falhar, podemos ter certeza que o amor de Dele nunca falhará. Afinal, na sombra das suas asas de amor, você pode descansar. 

Há muitas pessoas que estão feridas em seus relacionamentos. Que foram traídas, decepcionadas e desistem de se relacionar. O amor humano, realmente causa muitas dores, mas o amor de Deus não!

O salmista continua dizendo: “eles se banqueteiam na fartura da tua casa e Tu lhe dás de beber do Teu rio de delícias”. 

Há muitas delícias na presença de Deus preparada para você, para suas emoções, seus relacionamentos, para todas as áreas da sua vida. Pois, quão precioso amor o Senhor Deus sente por você. Na presença de Deus há fartura, há abundância de amor. 

E, assim como pais que ficam felizes em ver o coração do seu filho ser alegrado, o Senhor Deus se sente quando cumpre o desejo do nosso coração e põe um sorriso no nosso rosto. Ele se importa!

2. Fonte de vida 

No versículo 9 o salmista diz que em Deus está a fonte da vida. 

Muitas pessoas estão alimentando sua vida com alegria passageira. Nossa geração vive de aparência, mas o salmista é sincero e encontra prazer em Deus, e declara “porque em Ti, Senhor, está a minha fonte de vida; graças a tua luz vemos à luz”. 

De acordo com o salmista o relacionamento com Deus faz com que ele tenha a perspectiva correta em relação à vida. Então, se você quiser ter a perspectiva correta em relação à Vida, você precisa se relacionar com Deus ao invés de olhar para os lados. 

Qual tem sido a sua fonte de vida? Qual a sua motivação e prazer em viver? A resposta sincera a essa pergunta vai dar o direcionamento correto a você.

O salmista tinha a Deus como fonte de vida. Era o senhor que o alimentava e por isso ele diz graças a tua luz, vemos à luz. Na presença do Senhor há fartura e banquete. 

3. Insaciável 

O salmista é insaciável. Em Salmos 36:10 diz o seguinte “estende o teu amor aos que te conhecem a tua Justiça aos que são retos de coração”.

Um dos meus temores quando me converti era que com o passar dos anos minha empolgação diminuísse, isso devido a relatos que ouvia de alguns cristãos mais maduros na fé.  

Mas, hoje já servindo ao Senhor há duas décadas o desejo sincero do meu coração é que eu envelheça e vá para a glória ainda mais apaixonado por Jesus, ainda mais dedicado. 

O meu sonho é que em cada fase da minha vida Jesus continue me impressionando, sendo tudo que eu tenho. 

No verso acima o salmista está pedidindo a Deus que coloque um caminho de amor diante daqueles que O conhecem, para que a medida que eles andem eles amem ainda mais o Senhor. 

Um dos pregadores que me impressiona muito é Charles Spurgeon, pois, ele era um pregador ávido que tinha uma diversidade de sermões impressionante. Já, na minha geração me incomoda o fato de os nossos sermões serem repetitivos. 

Na minha caminhada pessoal tenho provado exatamente o que o salmista está dizendo “estende o teu amor aos que te conhecem”: quanto mais eu mergulho mais há para encontrar; na medida que mergulho vejo que há mais para descobrir; ao passo que me entrego com mais intencionalidade, mais Ele me acolhe; quanto mais Ele me enche mais vai aparecendo espaço para ser cheio. 

O que eu quero dizer é que o salmista neste ponto Ele é insaciável. Há fases e dias que estamos mal e que é mais difícil, mas elas também vão passar.

O meu conselho a você é deleite-se no Senhor, entregue-se a Ele porque quanto mais você se entrega mais há para se entregar e ele te oferecerá fartura e banquete. 

4. Que a impiedade não me vença (vv. 11 e 12)

Nos versículo 11 e 12 destaco a palavra arrogante. O termo hebraico é “ga Ìavah” que  significa orgulhoso, altivo. Em outras palavras o salmista está dizendo: não permita que pessoas que se acham melhores do que e que olham para minha fé e a desprezam me pisoteiem, nem que a mão do ímpio me faça recuar. 

Uma das coisas que eu tenho percebido na nossa geração é o quanto muitos de nós está intimidado com a palavra e o posicionamento da impiedade de pessoas que tem alguma posição na sociedade e por isso ficamos calados e recuamos.

Paulo diz que o Senhor Deus considerou louca todas as coisas deste mundo. Nós cremos e somos salvos por causa da loucura da pregação. Sendo assim, não podemos seguir a Cristo procurando sempre sentido em tudo que está escrito porque nós caminhamos pela fé. 

Não podemos nos deixar intimidar por pessoas que não tem relacionamento com Deus, que não conhecem a nossa fé.

Golias desafiou os israelitas por 40 dias de manhã e de tarde e quando Davi, um menino, viu aquele desafio se posicionou. Golias era um guerreiro experiente e Davi um pastor de ovelhas, mas na intimidade, Davi sabia quem era diante de Deus. 

Portanto, não podemos nos deixar impressionar pelo posicionamento social. Pois, o que vale para mim e para você é relacionamento com Deus! Porque em Cristo somos mais que vencedores e você com Ele é maioria!

Lembre-se na presença de Deus você encontra fartura e banquete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});