Estudos Bíblicos Diego Nascimento

Deus é Bom o Tempo Todo, Realmente?

Deus é Bom o Tempo Todo, Realmente?

Deus é bom o tempo todo – são as palavras constantemente repetidas pelo Reverendo Dave e seu companheiro de ministério, o Reverendo Jude no filme Deus Não Está Morto.

De fato, o Senhor é bom. Muito bom. O Tempo todo.

Provamos isso todos os dias, com a vida, o ar que respiramos e com as centenas de bênçãos que recebemos que nem nos damos conta.

Muitos de nós, cristãos e não cristãos, vivem tão obcecados com o que está dando errado, nas calamidades e más notícias que não percebem o quanto o Senhor tem sido generoso conosco. Mesmo nos momentos de adversidade.

Dito isto, quero refletir com você neste estudo sobre a bondade de Deus. Vamos ver se a afirmação tem fundamentos ou se não passa de um mantra de pensamento positivo.

PRONTO?

“É NOIS!”

Deus é Bom o Tempo Todo, Mas é Severo

A severidade de Deus se revela no fato de que Ele “rejeitou” os israelitas que pecaram e permaneceram incrédulos (Romanos 11:11) e demonstrou sua bondade ao estender a graça aos gentios de todo o mundo (Romanos 11:22)

Contudo, é necessário que os gentios permaneçam em sua bondade, caso contrário, também serão cortados. O mesmo vale para Israel, em caso de arrependimento eles serão novamente enxertados na videira.

Em Sua Soberania o Senhor estendeu a promessa que fez a Abraão a todos os que se achegam a Ele com fé. Com isso, nós gentios também fomos inseridos na família e somos filhos de Abraão.

Faça parte da nossa comunidade online e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

Contudo, em algum momento da história, a nação de Israel se arrependerá e reconhecerá Jesus como o Messias prometido (Romanos 11:25-27), com isso, eles serão perdoados e herdarão as promessas que foram feitas na Aliança com Abraão, Isaque e Jacó.

A Bondade e o Arrependimento

Um outro ponto que demonstra a misericórdia de Deus a toda a humanidade pecadora, é o fato de não julgá-la agora. Com isso, Ele concede ao ser humano, tempo para que se arrependa e os suporta em amor e paciência (Atos 14:16; Romanos 3:25)

O grande objetivo de Deus é que o pecador se arrependa (Romanos 2:4), se volte para Ele, sendo atraído por Sua bondade.

Mesmo assim, o ser humano continua seguindo suas inclinações para o mal e quando confrontado com a Palavra de Deus, prefere “suprimir a verdade” (Romanos 1:18). Embora saibam da existência de Deus por causa da natureza e a revelação natural (Romanos 1:19-21,28) não entenderam os propósitos da bondade do Senhor.

Bom o Tempo Todo e Para Sempre

O que fica claro no ensino de Paulo aos romanos é que a bondade de Deus é permanente, mesmo quando nos julga. Seu juízo é justo e se manifesta após longa espera.

Ele dá tempo ao ser humano para que se arrependa, contudo, a maioria de nós prefere seguir na impiedade. Temos um Deus bondoso, gentil e misericordioso que ao longo da história nos chama para desenvolver um relacionamento profundo e sincero com Ele.

Contudo, cabe a nós dizer sim, ou não.

Conclusão

Vimos que em diversos trechos das escrituras a bondade do Criador é asseverada sob os mais diversos aspectos e perspectivas. Muitos homens e mulheres provaram isso, e a atestam.

Não sei você, mas eu tenho sido agraciado pela bondade do Senhor. Tanto eu, quanto Carol e Nicolas, temos provado que o Senhor é bom e tem cuidado de nós, nos mais diversos e severos momentos da vida.

A minha oração é para que a graça de Deus seja continuamente derramada sob sua vida. Dia após dia, para que você desfrute da vida abundante de Cristo.

Sobre o autor | Website

ME SIGA NO INSTAGRAM: @diegonascimento316 INSCREVA-SE em meu Canal do YouTube: https://www.youtube.com/jesuseabibliaoficial

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});