Deus é Bom o Tempo Todo

Deus é bom o tempo todo – são as palavras constantemente repetidas pelo Reverendo Dave e seu companheiro de ministério, o Reverendo Jude no filme Deus Não Está Morto.

De fato, o Senhor é bom. Muito bom. O Tempo todo.

Provamos isso todos os dias, com a vida, o ar que respiramos e com as centenas de bênçãos que recebemos que nem nos damos conta.

Muitos de nós, cristãos e não cristãos, vivem tão obcecados com o que está dando errado, nas calamidades e más notícias que não percebem o quanto o Senhor tem sido generoso conosco. Mesmo nos momentos de adversidade.

Dito isto, quero refletir com você neste estudo sobre a bondade de Deus. Vamos ver se a afirmação tem fundamentos ou se não passa de um mantra de pensamento positivo.

PRONTO?

“É NOIS!”

Deus é Bom o Tempo Todo, Mas é Severo

A severidade de Deus se revela no fato de que Ele “rejeitou” os israelitas que pecaram e permaneceram incrédulos (Romanos 11:11) e demonstrou sua bondade ao estender a graça aos gentios de todo o mundo (Romanos 11:22)

Contudo, é necessário que os gentios permaneçam em sua bondade, caso contrário, também serão cortados. O mesmo vale para Israel, em caso de arrependimento eles serão novamente enxertados na videira.

Em Sua Soberania o Senhor estendeu a promessa que fez a Abraão a todos os que se achegam a Ele com fé. Com isso, nós gentios também fomos inseridos na família e somos filhos de Abraão.

Contudo, em algum momento da história, a nação de Israel se arrependerá e reconhecerá Jesus como o Messias prometido (Romanos 11:25-27), com isso, eles serão perdoados e herdarão as promessas que foram feitas na Aliança com Abraão, Isaque e Jacó.

A Bondade e o Arrependimento

Um outro ponto que demonstra a misericórdia de Deus a toda a humanidade pecadora, é o fato de não julgá-la agora. Com isso, Ele concede ao ser humano, tempo para que se arrependa e os suporta em amor e paciência (Atos 14:16; Romanos 3:25)

O grande objetivo de Deus é que o pecador se arrependa (Romanos 2:4), se volte para Ele, sendo atraído por Sua bondade.

Mesmo assim, o ser humano continua seguindo suas inclinações para o mal e quando confrontado com a Palavra de Deus, prefere “suprimir a verdade” (Romanos 1:18). Embora saibam da existência de Deus por causa da natureza e a revelação natural (Romanos 1:19-21,28) não entenderam os propósitos da bondade do Senhor.

Bom o Tempo Todo e Para Sempre

O que fica claro no ensino de Paulo aos romanos é que a bondade de Deus é permanente, mesmo quando nos julga. Seu juízo é justo e se manifesta após longa espera.

Ele dá tempo ao ser humano para que se arrependa, contudo, a maioria de nós prefere seguir na impiedade. Temos um Deus bondoso, gentil e misericordioso que ao longo da história nos chama para desenvolver um relacionamento profundo e sincero com Ele.

Contudo, cabe a nós dizer sim, ou não.

Conclusão

Vimos que em diversos trechos das escrituras a bondade do Criador é asseverada sob os mais diversos aspectos e perspectivas. Muitos homens e mulheres provaram isso, e a atestam.

Não sei você, mas eu tenho sido agraciado pela bondade do Senhor. Tanto eu, quanto Carol e Nicolas, temos provado que o Senhor é bom e tem cuidado de nós, nos mais diversos e severos momentos da vida.

A minha oração é para que a graça de Deus seja continuamente derramada sob sua vida. Dia após dia, para que você desfrute da vida abundante de Cristo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here