As características de uma mulher virtuosa são detalhadamente descritas na Bíblia Sagrada. O seu valor é inestimável e aquele que a “possui” é considerado bem-aventurado.

De fato, quando analisamos com cuidado as virtudes dessa mulher, ficamos surpresos com seu comportamento, produtivo, obediente, temente a Deus e amoroso, que ela, de maneira contínua, diária, desenvolve.

Convido você a estudar com carinho as palavras seguintes, porque elas com certeza vão edificar sua vida.

O Valor da Mulher Virtuosa

Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. (Provérbios 31:10)

A mulher virtuosa (ḥayil) também é mencionada em 12: 4 (cf. “nobre” em 31:29). Rute foi chamada de “mulher virtuosa” (Rute 3:11). A palavra para virtuosa é traduzida como “capaz” em Êxodo 18:21.

A pergunta quem pode encontrar? (Provérbios 20: 6) não sugere que tais mulheres sejam inexistentes, mas que elas devem ser admiradas porque elas, como os homens nobres, são raras. Também são mais valiosos que os rubis (cf. uma afirmação similar sobre sabedoria em 8:11).

O Marido da Mulher Virtuosa

O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. (Provérbios 31:11)

O marido da mulher virtuosa é mencionado três vezes (vv. 11, 23, 28) e é referido como “ele” no versículo 12. Sua confiança nela é completa. Ele confia nela. Seu cuidadoso gerenciamento doméstico aumenta a riqueza de sua família. Ele não tem a menor preocupação com os negócios que são administrados por ela, pois sua competência é notável por todos e os seus resultados são garantidos.

A Mulher Virtuosa e o Encorajamento

Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. (Provérbios 31:12)

Esse tipo de mulher é uma vantagem, não uma responsabilidade para o marido. O bem que vem a ele, pode ser diretamente atribuído a ela. Ela o apoia e encoraja. E ela é fiel em ajudá-lo todos os dias de sua vida.

A Mulher Virtuosa é Dedicada a Produtividade

Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos. (Provérbios 31:13)

Ela está envolvida na tecelagem e costura, como indicado nos versículos 13, 19, 22, 24. Ela usa lã, seda e púrpura (vv. 22, 24) e panos feitos de linho. Com as mãos ansiosas é, literalmente, “com o prazer de suas mãos”, sugerindo que ela gosta de seu trabalho.

A Mulher Virtuosa Faz Compras de Valor

Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão. (Provérbios 31:14)

A esposa nobre também faz compras. Ela é como navios mercantes que trouxeram mercadorias incomuns e fascinantes de outros lugares. Ela também trouxe itens interessantes e incomuns para casa de suas compras.

A mulher virtuosa não é uma consumista obsessiva, que tudo o que ver quer comprar. Ela é uma mulher prudente. Investidora. As finanças da casa estão saudáveis, porque o seu comportamento é dirigido pela sabedoria do alto.

No Brasil, o estereótipo da mulher é de alguém consumista, esnobe, “chique” mas endividada. Não é esse o tipo de mulher que agrada a Deus, nem o tipo que faz bem a sua família.

A Mulher Virtuosa é Uma Líder Inspiradora

Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas. (Provérbios 31:15)

Embora ela tenha ajuda doméstica, ela mesma acorda cedo, antes do amanhecer, para ajudar a preparar o café da manhã e a comida para outras refeições, e para delegar trabalho (porções) a seus servos.

A mulher virtuosa não é uma “patricinha metida”. Ela é um exemplo de gestão e comportamento, diário. Seus servos seguem sua liderança por inspiração.

Isso me lembra de quando eu participei do SUMMIT, um evento global para liderança e a esposa de Bill Gates, Melinda, foi entrevistada.

Ela falou sobre valores de fé, comportamento e integridade e como preservava a participação ativa na vida dos filhos. “Faço questão de todos os dias levantar e preparar o café dos meus filhos”, disse ela.

Uma das mulheres mais ricas da atualidade, nos mostra que o dinheiro não pode superar os valores e a postura de integridade e respeito familiar, do cristão.

A Mulher Virtuosa é Uma Investidora

Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos. (Provérbios 31:16)

A mulher virtuosa está considerando e comprando um campo e fazendo com que alguns questionem a validade desse poema, porque as mulheres, argumenta-se, não tinham permissão para fazer isso naqueles dias.

No entanto, nesta casa rica, ela aparentemente tinha dinheiro para investir. Então, a partir de seus ganhos de vários investimentos (cf. “compras”, v. 18 e “vendas”, v. 24) ela planta um vinhedo. Ela tem uma mente criativa para negócios e trabalha duro.

O Trabalho Duro é Parte de Sua Vida

Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços. (Provérbios 31:17)

Ela trabalha energeticamente (lit., “cinge seus lombos com força”) e com vigor (cf. “obras” no v. 13). Ela tem uma atitude saudável em relação ao trabalho.

Não há preguiça no comportamento dela. A mulher virtuosa é saudável para o trabalho, no sentido de fazê-lo com amor, dedicação e empenho. Sua prosperidade é fruto disso.

A Mulher Virtuosa Planeja

Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite. (Provérbios 31:18)

Seus sábios negócios são novamente referidos (cf. “ganhos”, v. 16 e “vendas”, v. 24). O fato de a lâmpada não se apagar fala de seu planejamento antecipado. As cinco virgens cujas lâmpadas não foram apagadas foram elogiadas por sua perspicácia (Mt 25: 4). A extinção da lâmpada de uma pessoa representou a calamidade (Jó 18: 6; Pv 13: 9; 20:20; 24:20).

A Bondade da Mulher Virtuosa

Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca. Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado. (Provérbios 31:19,20)

Os versículos 13, 19, 22, 24 referem-se a ela tecendo e costurando. Ela faz pano fiando lã ou linho (v. 13) em uma roca, usando um fuso.

A nobre esposa também é altruísta e generosa. Ela vende algumas coisas com fins lucrativos, mas também dá aos pobres e necessitados. Possivelmente 31:20 refere-se a ela dando pano que ela fez (v. 19) para os pobres que não têm nenhum.

Ou seja, a bondade e generosidade da mulher virtuosa, são uma pratica comum de sua vida, com isso ela diariamente exerce o amor ao próximo.

O Cuidado Familiar da Mulher Virtuosa

Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata. Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura. Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra. (Provérbios 31:21-23)

O tempo frio não faz com que esta mulher entre em pânico (cf. v. 25b); ela está preparada para isso. Ela vestiu seus filhos em escarlate, isto é, ela forneceu roupas caras para sua família, fruto de seu próprio trabalho. Ela não poupa custos para proteger sua família do frio.

Ela faz os cobertores de cama da família. Ela se veste de linho fino e roxo. O roxo é um corante feito de um marisco. Suas próprias roupas eram evidências da posição bem-sucedida de sua família.

Uma mulher nobre valoriza a posição de seu marido entre aqueles que fazem negócios jurídicos e judiciais no portão da cidade (cf. verso 31) entre os anciãos. Embora ela seja obviamente agressiva e competente, ela funciona de uma forma que honra a liderança do marido em vez de denegrir. Ela o respeita e o constrói.

Fornecedora de Bens

Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores. A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro. (Provérbios 31:24,25)

Mais uma vez, sua empresa de roupas é mencionada. Ela faz roupas de linho para si mesma (v. 22), mas é uma costureira tão boa que ela também faz o suficiente para vender. Roupas de linho eram caras. Ela fornecia comerciantes com faixas (cintos) com sua produtividade.

A roupa é aqui referida metaforicamente para indicar que sua aparência é de força e dignidade. Ela não é uma mulher vergonhosa. Também pode rir do futuro, isto é, enfrentá-lo com confiança (cf. verso 21). Embora o 27:1 avise contra se gabar “sobre o amanhã”, isso não elimina a preparação para ele (como as formigas fazem, 6: 6-8; 30:25).

A Sabedoria da Mulher Virtuosa

Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça. (Provérbios 31:26,27)

De acordo com o tema de Provérbios, esta mulher é elogiada por sua sabedoria e instrução fiel. A instrução provavelmente se refere a ela ensinar seus filhos e suas criadas.

Ou seja, aqueles que estão a sua volta são ministrados continuamente com a Palavra de Deus. De sua boca não saem palavras tolas, mas palavras de sabedoria e edificação.

Ela está envolvida na administração (ela cuida dos assuntos da casa). No entanto, ela também está diretamente envolvida em várias atividades como dona de casa. Ela não está ociosa (cf. vv. 13, 17).

Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente! (Provérbios 31:28,29)

Seus filhos a chamam de abençoada. Ela é positiva e otimista e gosta de seu papel na vida. O marido dela a elogia, dizendo aos outros que ela é a maior das mulheres virtuosas (cf. v. 10).

O estilo de vida superior, da mulher virtuosa é exaltado por seus filhos e marido. Cheios de orgulho eles a elogiam e falam sobre ela, em seus círculos diários. Seu marido é apaixonado e se considera um bem-aventurado, por tê-la como companheira.

A Mulher Virtuosa Teme ao Senhor

Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas. (Provérbios 31:30,31)

Seu segredo é seu caráter divino. Ela é fisicamente charmosa e bonita, mas essas qualidades podem não durar. Mas como mulher que teme ao Senhor, ela é louvada pelo marido (v. 28) e outros (v. 31). Apropriadamente aqui perto do fim de Provérbios, o livro conclui a maneira como começou, referindo-se a temer o Senhor (1: 7).

O escritor instou seus leitores a reconhecer e recompensar a diligência e a bondade fiéis de tal mulher. Ela junto com o marido (v. 23) deve ser honrada publicamente. Honrar uma mulher no portão não era normalmente feito em Israel. Mas uma mulher incomum pediu reconhecimento incomum.

Conclusão

As características de uma mulher virtuosa são aquelas que são enaltecidas em todo o Livro de Provérbios: trabalho duro, investimentos sábios, bom uso do tempo, planejamento futuro, cuidado com os outros, respeito pelo cônjuge, capacidade de compartilhar valores piedosos com os outros, conselho sábio e temor piedoso (adoração, confiança, serviço, obediência).

Como Provérbios tem afirmado repetidamente, estas são qualidades que levam à honra, louvor, sucesso, dignidade e valor pessoal e prazer da vida. Diante das tentações das adúlteras mencionadas com frequência em Provérbios, é apropriado que o livro conclua exaltando uma esposa virtuosa.

Homens jovens e outros podem aprender com essa nobre mulher. Por temer a Deus, eles podem viver com sabedoria e justiça. Essa é a mensagem de Provérbios.

Referências

Walvoord, J. F., & Zuck, R. B., Seminário Teológico de Dallas. (1985). O Comentário do Conhecimento Bíblico: Uma Exposição das Escrituras (Vol. 1, p. 972–973). Wheaton, IL: Victor Books.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here