Estudo Bíblico Sobre Agradecimento a Deus: Como Ser Grato ao Senhor?

A Bíblia Sagrada nos convida a desenvolver uma vida de agradecimento a Deus, das mais diversas formas e situações. Aparentemente é um desafio, mas quando refletimos bem na bondade de Deus, percebemos que o Senhor tem nos dado grandes coisas.

Neste estudo bíblico, quero analisar com você o tema e como a Bíblia e os servos de Deus espalhados por ela, nos estimulam a viver em atitude de gratidão ao Senhor.

“FECHOU?”

“ENTÃO BORA!”

Agradecimento a Deus em Três Etapas

Dêem graças ao Senhor, clamem pelo seu nome, divulguem entre as nações o que ele tem feito. Cantem para ele, louvem-no; contem todos os seus atos maravilhosos. (1 Crônicas 16:8,9)

Neste verso, o escritor, Esdras, provavelmente (Ver 1 Crônicas Estudo) nos mostra três caminhos que podemos trilhar em atitude de agradecimento a Deus. Vamos analisa-las:

Dar ‘graças’ – o termo original, no hebraico é yadah e significa: louvar, agradecer, confessar o nome.

Divulgar Seu ‘Nome’ – o termo original é shem reputação, fama, glória, memorial, monumento.

‘Cantar’ para ele – o termo original hebraico é shiyr ou shuwr e significa: cantar, cantora, ser cantado.

‘Contar’ Seus Feitos – o termo original hebraico é siyach e significa: propor, meditar, confidenciar, meditar sobre, estudar, ponderar, conversar, falar, externar ideias.

Pois bem, dito isto é possível dizer que o escritor nos convida a demonstrar nossa gratidão ao Senhor por meio dos louvores; por meio dos nossos testemunhos, quando compartilhamos com o próximo aquilo que o Senhor tem feito em nossa vida.

Devemos divulgar o Nome do Senhor, ou seja, devemos falar sobre sua grandeza, sobre sua força e sobre como ele age em todas as coisas.

Cantar para ele. Devemos entoar músicas que o adorem. Que exaltem Seu Nome, Majestade e Existência.

Podemos demonstrar nossa gratidão ao Senhor parando para meditar em Sua Palavra. Estudando-a. Conhecendo-a. Conversando sobre ela.

Glória a Deus!

Como a palavra do Senhor é rica. Quanto tesouro precioso há na Sabedoria de Deus.

O Motivo do Agradecimento a Deus

Rendam graças ao Senhor, pois ele é bom; o seu amor dura para sempre. (1 Crônicas 16:34)

Um dos grandes motivos pelos qual devemos ser extremamente gratos ao Senhor é, Seu Grande Amor. Por mais que as circunstâncias e adversidades tentem contradizer esta verdade, o fato é, DEUS É BOM!

O escritor nos convida a louvá-lo por isso.

A minha oração é para que o próprio Espírito Santo dê ao nosso coração a sensibilidade para perceber o amor de Deus além do que os olhos veem. Além daquilo que as circunstâncias nos mostram, em Nome de Jesus.

O Agradecimento a Deus Ministrado Pelos Levitas

O dever dos levitas era ajudar os descendentes de Arão no serviço do templo do Senhor. Encarregavam-se dos pátios, das salas laterais, da purificação de todas as coisas sagradas e dos outros deveres na casa de Deus. (1 Crônicas 23:28)

Além disso, deviam se apresentar todas as manhãs e todas as tardes para agradecer e louvar ao Senhor, e fazer o mesmo (1 Crônicas 23:30)

É muito interessante pensar nestes versículos, assim como ele muitos outros versículos nos mostram que a função dos levitas era servir diante do Senhor. Era deles a responsabilidade com o serviço do Templo.

Aqui, na referência de Crônicas além de todos os deveres, eles deviam se apresentar todos os dias, pela manhã e a tarde para agradecer e louvar ao Senhor.

Que lindo!

Que sejamos assim. Gratos todos os dias. Que possamos demonstrar ao Senhor, assim como os levitas, gratidão ao Senhor por sua bondade.

Agradecimento a Deus na Restauração

Eles celebravam o culto ao seu Deus e o ritual de purificação, dos quais também participavam os cantores e os porteiros, de acordo com as ordens de Davi e do seu filho Salomão. Pois muito tempo antes, nos dias de Davi e de Asafe, havia dirigentes dos cantores e que dirigiam os cânticos de louvor e de graças a Deus. (Neemias 12:45,46)

Um dos períodos mais difíceis da história de Israel foi o cativeiro na Babilônia e depois sob o julgo da Pérsia. Após setenta anos, da geração que voltou poucos conheciam ao Senhor Deus de Israel.

Com a ajuda de Deus, Zorobabel, Neemias e Esdras trabalharam muito duro na restauração da nação, em todos os aspectos, mas principalmente na fé.

Quando Jerusalém estava cercada por muros, novamente, Neemias e Esdras organizaram um grande culto. Esdras ministrou uma poderosa palavra e os levitas que foram novamente instituídos, apresentaram cânticos de agradecimento ao Senhor.

Devemos ser gratos ao Senhor por sua restauração em nossa vida. Ele permite que sejamos provados e afligidos, mas é também o Deus que restaura a nossa sorte.

Agradecimento ao Senhor Por Meio das Ofertas

Disse então Ezequias: “Agora que vocês se dedicaram ao Senhor, tragam sacrifícios e ofertas de gratidão ao templo do Senhor”. Assim, a comunidade levou sacrifícios e ofertas de gratidão, e alguns, espontaneamente, levaram também holocaustos. (2 Crônicas 29:31)

Muito se discute no campo Teológico em todo o Brasil, sobre a necessidade de entregarmos dízimos e ofertas. Se formos míopes na função, no significado do ato, diremos que não.

Mas quando observamos de maneira ampla, percebemos que de fato, Deus não precisa do nosso dinheiro, mas através dos nossos dízimos e ofertas demonstramos nossa gratidão ao Senhor por tudo o que ele tem provido em nossa vida.

Além disso, mantemos o Reino de Deus e garantimos seu crescimento, assim como podemos ver na parábola da semente de mostarda e na parábola do fermento.

Nossos recursos financeiros devem sim, ser apresentados ao Senhor como forma de gratidão e louvor por tudo o que Ele tem feito e por toda provisão que tem derramado em nossas famílias.

Daniel, Uma Vida de Agradecimento a Deus

Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém. Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus, como costumava fazer. (Daniel 6:10)

A vida de Daniel é uma grande inspiração. Um dos maiores servos de Deus apresentados na Bíblia. Ele não era grato ao Senhor Deus apenas quando grandes visões ou revelações lhe eram dadas. Daniel era continuamente grato a Deus, mesmo vivendo como escravo na Babilônia.

Todos os dias, não apenas quando estava em apuros, Daniel orava. Pela manhã, a tarde e à noite, o Senhor Deus ouvia sua voz e sua gratidão.

A minha oração é para que o Senhor Deus levante, em nossa nação, homens e mulheres como Daniel. Que sejam continuamente agradecidos.

Agradecimento a Deus Antes do Milagre

Depois de tomar os sete pães e os peixes e dar graças, partiu-os e os entregou aos discípulos, e os discípulos à multidão. (Mateus 15:36)

Muitos de nós, cristãos, somos bons e rápidos para pedir. Ao passo que somos lentos e esquecidos para agradecer. Antes de operar o milagre da multiplicação, o Senhor Jesus orou dando graças a Deus.

Antes de multiplicar os pães e peixes, Jesus agradeceu pelos cinco pães e dois peixinhos que estavam em sua mão. Antes de ressuscitar Lázaro, ele fez a mesma coisa.

Antes do milagre, Jesus AGRADECEU!

Agradecimento a Deus Por Nossos Irmãos

(…) não deixo de dar graças por vocês, mencionando-os em minhas orações. (Efésios 1:16)

Temos vivido dias, em que “é cada um por si e Deus por todos”, como diz o ditado popular. Até mesmo na Igreja está difícil de desenvolver relacionamento verdadeiro com os irmãos.

Contudo, as Sagradas Escrituras nos estimulam a ser gratos pela vida e existência dos nossos irmãos. Paulo diz aos Efésios, que era grato a Deus pela vida deles, SEMPRE!

De maneira recorrente Paulo os apresentava a Deus, em oração e gratidão.

Que sejamos assim, vamos nos amar. Apoiar. Orar uns pelos outros, demonstrando gratidão ao Senhor pela Igreja.

Devemos Ser Gratos em Todas as Circunstâncias

Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus. (1 Tessalonicenses 5:18)

Quando as coisas estão indo bem, é fácil ser grato. Mas e quando vai tudo mal?

Este versículo é profundo e desafiador. Ele nos convida a fazer da gratidão, um estilo de vida. Tendo dinheiro ou não, tendo saúde ou não, indo tudo bem ou não, somos convidados a ser gratos a Deus.

Dêem graças em todas as circunstâncias…pois esta é a vontade de Deus. O Senhor quer enxergar gratidão em nós. Em nossa vida.

É muito difícil quando não compreendemos o que está acontecendo, mas pela fé podemos enxergar que o Senhor tem a visão do plano geral, do começo ao fim o Senhor sabe o que é melhor para nós.

Nós enxergamos apenas o hoje, Ele vê o hoje e o amanhã. Nas mãos dele a construção da sua vida está segura.

Agradecimento a Deus Por Jesus Cristo

Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. (1 Coríntios 15:57)

A vida, morte e ressurreição de Jesus garantem a nossa vitória. Devemos ser gratos a Deus por tudo o que Ele tem nos dado por meio de Jesus Cristo, Seu Filho amado.

Nele, o Senhor nos deu vitória sobre a morte e o pecado. Nos tornou participantes da família de Deus. Somos remidos, perdoados. Somos geração eleita. Mais que vencedores.

O Espírito Santo nos estimula a ser gratos a Deus por seus maravilhosos presentes em Cristo. Que assim seja!

A minha oração é para que o Espírito do Senhor nos dê um coração dominado pela gratidão. Que nossa vida e atitudes sejam um exemplo de amor, uma expressão de gratidão por tudo o que o Senhor tem nos dado em Cristo Jesus.

Conclusão

As Escrituras Sagradas nos convidam a viver em atitude de agradecimento a Deus. E nas mais diversas situações e das mais diversas formas nossa gratidão deve ser manifesta através das nossas atitudes, das canções que cantamos, das palavras que falamos, dos relacionamentos que desenvolvemos, etc.

Nosso Senhor Deus é BOM!

Vamos viver de maneira grata.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here