As doze tribos de Israel possuem uma história riquíssima e posição de destaque na formação da humanidade. Esta que se tornou uma grande nação, começou com um homem e sua família submissa a Deus.

Quando não havia conhecimento de Deus tão profundo ou mesmo Templo, Deus encontrou Jacó no deserto e o abençoou. Com o passar do tempo o patriarca teve o seu nome mudado para Israel e se tornou uma peça fundamental na formação do povo de Deus.

Neste estudo bíblico sobre as doze tribos de Israel, minha intenção é analisar o começo de tudo e como está hoje, esta nação tão carregada de promessas.

Aperte os cintos que a viagem vai começar!

Características das doze tribos de Israel

As doze tribos de Israel são a representação dos doze filhos homens de Jacó com Lia e Raquel, como mostra a lista abaixo:

Filhos de Jacó com Lia:

Rúben

Simeão

Levi

Judá

Gade (filho da serva Zilpa)

Aser (filho da serva Zilpa)

Issacar

Zebulom

Diná

Filhos de Jacó com Raquel:

Dã (filho da serva Bila)

Naftali (filho da serva Bila)

José

Benjamim

Estes são todos os filhos de Jacó e a base das doze tribos de Israel e sua geração.

As Doze Tribos de Israel e Seus Significados

Algo que precisamos deixar bem claro é o fato de que nem todos os filhos de Jacó se tornaram tribos de Israel, como por exemplo Diná e Levi. E José, acabou “cedendo seu lugar” aos seus filhos: Benjamim e Efraim.

Talvez você se pregunte por que isso aconteceu?

No caso da tribo de Levi, foi o seguinte:

Os sacerdotes levitas e todo o restante da tribo de Levi, não terão posse nem herança em Israel. Viverão das ofertas sacrificadas para o Senhor, preparadas no fogo, pois esta é a sua herança. Não terão herança alguma entre os seus compatriotas; o Senhor é a sua herança, conforme lhes prometeu. (Deuteronômio 18:1,2)

No caso da tribo de José, aconteceu dessa forma:

Mas seu pai recusou-se e respondeu: “Eu sei, meu filho, eu sei. Ele também se tornará um povo, também será grande. Apesar disso, seu irmão mais novo será maior do que ele, e seus descendentes se tornarão muitos povos”.

Assim, Jacó os abençoou naquele dia, dizendo: “O povo de Israel usará os seus nomes para abençoar uns aos outros: Que Deus faça a você como fez a Efraim e a Manassés! ” E colocou Efraim à frente de Manassés. (Gênesis 48:19,20)

Os filhos de José, Efraim (mais novo) e Manassés (mais velho) receberam de Israel, seu avô a promessa de que seriam, cada um, uma grande nação. Forte, próspera e poderosa.

Com isso, no decorrer do tempo o estabelecimento da geração de José se deu com o nome de seus filhos.

Jacó Abençoa Cada Uma das doze tribos de Israel

Então Jacó chamou seus filhos e disse: “Ajuntem-se a meu lado para que eu lhes diga o que lhes acontecerá nos dias que virão. “Reúnam-se para ouvir, filhos de Jacó; ouçam o que diz seu pai Israel. (Gênesis 49:1,2)

Este é para mim um dos momentos mais emocionantes e poderosos da Bíblia. Está ali um pai, Jacó com seus 12 filhos homens e muitas promessas de Deus.

Neste instante eles são apenas uma família, mas o que Senhor prometeu a Abraão é que sua semente, se tornaria uma grande e poderosa nação.

Jacó tem consciência disso, por isso se abriu à vontade de Deus e ministrou profeticamente a revelação sobre a vida de seus filhos. Observe:

Rúben

“Rúben, você é meu primogênito, minha força, o primeiro sinal do meu vigor, superior em honra, superior em poder.

Turbulento como as águas, já não será superior, porque você subiu à cama de seu pai, ao meu leito, e o desonrou.

Simeão e Levi

“Simeão e Levi são irmãos; suas espadas são armas de violência.

Que eu não entre no conselho deles, nem participe da sua assembléia, porque em sua ira mataram homens e a bel-prazer aleijaram bois, cortando-lhes o tendão.

Maldita seja a sua ira, tão tremenda, e a sua fúria, tão cruel! Eu os dividirei pelas terras de Jacó e os dispersarei em Israel.

Judá

“Judá, seus irmãos o louvarão, sua mão estará sobre o pescoço dos seus inimigos; os filhos de seu pai se curvarão diante de você.

Judá é um leão novo. Você vem subindo, filho meu, depois de matar a presa. Como um leão, ele se assenta; e deita-se como uma leoa; quem tem coragem de acordá-lo?

O cetro não se apartará de Judá, nem o bastão de comando de seus descendentes, até que venha aquele a quem ele pertence, e a ele as nações obedecerão.

Ele amarrará seu jumento a uma videira e o seu jumentinho, ao ramo mais seleto; lavará no vinho as suas roupas, no sangue das uvas, as suas vestimentas.

Seus olhos serão mais escuros que o vinho; seus dentes, mais brancos que o leite.

Zebulom

“Zebulom morará à beira-mar e se tornará um porto para os navios; suas fronteiras se estenderão até Sidom.

Issacar

“Issacar é um jumento forte, deitado entre as suas cargas.

Quando ele perceber como é bom o seu lugar de repouso e como é aprazível a sua terra, curvará seus ombros ao fardo e se submeterá a trabalhos forçados.

“Dã defenderá o direito do seu povo como qualquer das tribos de Israel.

Dã será uma serpente à beira da estrada, uma víbora à margem do caminho, que morde o calcanhar do cavalo e faz cair de costas o seu cavaleiro.

“Ó Senhor, eu espero a tua libertação!

Gade

“Gade será atacado por um bando, mas é ele que o atacará e o perseguirá.

Aser

“A mesa de Aser será farta; ele oferecerá manjares de rei.

Naftali

“Naftali é uma gazela solta, que por isso faz festa.

José

“José é uma árvore frutífera, árvore frutífera à beira de uma fonte, cujos galhos passam por cima do muro.

Com rancor arqueiros o atacaram, atirando-lhe flechas com hostilidade.

Mas o seu arco permaneceu firme, os seus braços fortes, ágeis para atirar, pela mão do Poderoso de Jacó, pelo nome do Pastor, a Rocha de Israel,

pelo Deus de seu pai, que ajuda você, o Todo-poderoso, que o abençoa com bênçãos dos altos céus, bênçãos das profundezas, bênçãos da fertilidade e da fartura.

As bênçãos de seu pai são superiores às bênçãos dos montes antigos, às delícias das colinas eternas. Que todas essas bênçãos repousem sobre a cabeça de José, sobre a fronte daquele que foi separado de entre os seus irmãos.

Benjamim

“Benjamim é um lobo predador; pela manhã devora a presa e à tarde divide o despojo”. (Gênesis 49:3-27)

Que grande lição nos dá Jacó!

Vivemos dias em que os pais vivem de amaldiçoar seus filhos, os consideram fardos pesados, um atraso de vida e etc. Mesmo não tendo filhos perfeitos, com passados duvidosos e ações que geraram muita tristeza, Jacó se abre para Deus e abençoa seus filhos.

Mapa das Doze Tribos de Israel

São esses os que formaram as doze tribos de Israel, e foi isso que seu pai lhes disse, ao abençoá-los, dando a cada um a bênção que lhe pertencia. (Gênesis 49:28)

As 12 Tribos de Israel

Tribos de Israel Atualmente

As 12 Tribos de Israel Hoje

Atualmente as doze tribos de Israel estão localizadas entre o Egito e a Jordânia e se resumem a uma faixa de 20.770 km², algo equivalente a aproximadamente metade do estado da Paraíba. Mesmo assim em 2017 apresentou os seguintes números em sua economia:

PIB (nominal): US$ 348,1 bilhões (em 2017)

PIB per capita: US$ 36.200 (em 2017)

Posição no ranking econômico mundial: 55º (em volume de PIB 2017)

Taxa de crescimento do PIB: 3,1% (em 2017)

Composição do PIB por setor da economia: serviços (69,5%), indústria (26,6%) e agricultura (2,3%) – (estimativa 2017)

Força de trabalho (estimativa 2017): 4,01 milhões de trabalhadores ativos

Taxa de desemprego: 4,3 % (em 2017)

Investimentos: 20,5% do PIB (2017 estimativa)

(Fonte: SuaPesquisa.com)

São números impressionantes para um país tão pequeno e em uma faixa territorial desértica. Isto é com certeza fruto da bênção de Deus sobre eles.

Talvez você se pergunte, porque a faixa territorial das doze tribos de Israel diminuiu tanto. Bem, isso é consequência da desobediência do povo, das muitas invasões, e do cativeiro de 70 anos na Babilônia entre outras.

De qualquer forma, a promessa de Deus para Israel é que a sua semente jamais deixará de existir na Terra.

Conclusão

As doze tribos de Israel são a geração de Jacó. Um homem que deixou sua terra como fugitivo e ameaçado de morte por ter enganado seu irmão e seu pai.

Sem perspectiva de futuro promissor ele ora a Deus e pede seu cuidado e favor, em troca de submissão e devoção, algo que parecia uma “oração estranha” foi ouvida por Deus, que o fez prosperar e o transformou em um grande e maravilhoso povo.

Sobre este assunto, o que você achou? Deixe seu comentário? Compartilhe sua opinião ou deixe sua dúvida. Por fim, não esqueça de compartilhar este estudo com seus parentes e amigos.

Deus abençoe!

11 COMENTÁRIOS

  1. Olá, Irmão Diego.. não chega a ser um estudo sobre o tema mais controverso da Bíblia né? rsss
    Nem sequer chega a ser um ponta pé… eu diria que foi a ajeitar da bola para cobrança…
    Mas e aíh?
    Porque Noé também abençoou todos filhos e alguns filhos se tornaram Egito, Babilônia, Síria, Assíria, Grécia, etc…

  2. Boa noite,
    Pra dizer a verdade eu gosto muito de estudar a Bíblia, e acho a Historia de Jacó fantástica, principalmente pelo cumprimento das promessas de Deus, é olhar para os dados econômicos citados acima.
    Só gostaria de saber como salvar o estudo para leitura em outra ocasião.

  3. Muito edificante esse estudo…Peço para o Senhor que abençoe cada vez mais a sua vida meu irmão e da sua família em nome de Jesus Amém
    Uma semana abençoada pra vcs.
    Forte abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here