Estudos Bíblicos Diego Nascimento

Estudo Bíblico Sobre Crescimento Espiritual: O Motivo de Seguir Jesus

Crescimento espiritual é algo indispensável no cristianismo. O Senhor Jesus nunca abriu mão de que os seus discípulos dessem fruto com qualidade. Não é sua intenção fundar um grupo de religiosos, mas sim agentes de mudança. Para isso o crescimento espiritual é um estímulo natural do nosso Senhor.

Sendo assim, neste estudo bíblico você vai ver quais os diferentes meios, pelos quais podemos crescer espiritualmente, de forma sadia e constante. Leia até o final e aproveite!

Crescimento Espiritual: O Discipulado 

E disse Jesus: “Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens”. No mesmo instante eles deixaram as suas redes e o seguiram. (Mateus 4:19,20)

Crescimento espiritual genuíno é fruto do discipulado. No caso dos apóstolos, o próprio Jesus Cristo os chamou, dizendo: “Sigam-me!”

Seguir a Jesus é a única forma de ter um crescimento espiritual sadio. É muito comum nos nossos dias, as pessoas pensarem que todos os caminhos levam a Deus, mas isso não é verdade.

A verdade é que Jesus é o único caminho para Deus. Isso faz com que Ele seja o único capaz de ensinar a direção certa.

O discipulado para crescimento espiritual é feito por meio do ensino da Bíblia Sagrada. Filosofias. Conceitos. Normas, etc. Nada disso tem valor algum para o conhecimento de Deus.

O apóstolo Paulo chega a dizer:

“Pois decidi nada saber entre vocês, a não ser Jesus Cristo, e este, crucificado. E foi com fraqueza, temor e com muito tremor que estive entre vocês. Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de sabedoria, mas consistiram de demonstração do poder do Espírito, para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus. (1 Coríntios 2:2-5)

Ou seja, não importa que tipo de mensagem queiram passar para você, Jesus é o único caminho para o crescimento espiritual verdadeiro.

Como Crescer Espiritualmente?

Jesus ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens. (Lucas 2.52)

Crescimento espiritual é fruto de consagração e dedicação. O apóstolo Paulo compara a pessoa que deseja amadurecimento espiritual a um atleta: “Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre”. (1 Coríntios 9:25)

Qualquer pessoa pode crescer espiritualmente, no entanto, é preciso dedicação. É preciso romper com muita coisa, abster-se do que para muitas pessoas é normal.

“Josué ordenou ao povo: “Santifiquem-se, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês””. (Josué 3:5)

Ou seja, para crescer espiritualmente a santificação é um elemento indispensável. O Senhor Jesus Cristo crescia de forma natural e de forma espiritual diante de Deus e diante dos homens.

Não é demais, supor que ainda criança, Jesus tinha uma vida consagrada. Dedicada a leitura da Palavra de Deus e a oração. Não é em vão que com apenas 12 anos de idade ele estava conversando de igual para igual com os doutores da Lei, no Templo (Lucas 2.46 – 49).

Crescimento Espiritual Diário

O apóstolo Paulo, em sua carta aos Efésios no capítulo 5, dá uma série de conselhos e recomendações com o propósito de que eles tenham um crescimento diário. Sendo assim, nada melhor que a exposição desse capítulo para aprender sobre o assunto. Vamos lá:

1 Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados, 2 e vivam em amor, como também Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus.

3 Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual nem de qualquer espécie de impureza nem de cobiça; pois estas coisas não são próprias para os santos.

4 Não haja obscenidade nem conversas tolas nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, ação de graças.

6 Ninguém os engane com palavras tolas, pois é por causa dessas coisas que a ira de Deus vem sobre os que vivem na desobediência.

10 e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor. 11 Não participem das obras infrutíferas das trevas; antes, exponham-nas à luz. 15 Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, 16 aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus.

17 Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor. 18 Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, 19 falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor, 20 dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.

21 Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo. (Efésios 5.1-6, 10, 11, 15-21)

Acredito que se seguirmos esses conselhos, desfrutaremos de um crescimento espiritual diário, de forma consistente e sadia.

Crescimento Espiritual e Maturidade Espiritual 

De fato, embora a esta altura já devessem ser mestres, vocês precisam de alguém que lhes ensine novamente os princípios elementares da palavra de Deus. Estão precisando de leite, e não de alimento sólido! (Hebreus 5:12)

Na vida cristã nós também devemos apresentar maturidade espiritual. Não é uma anarquia. O Senhor Jesus, disse aos seus discípulos que caso eles não dessem frutos seriam cortados e lançados fora. Mas se dessem frutos, seriam limpos, para que dessem mais frutos ainda (João 15.2).

Vemos no texto em destaque que o escritor ao Hebreus faz uma crítica, a esse grupo de irmãos, porque o crescimento espiritual deles está estagnado. “A esta altura já devesse ser mestres”, assevera.

Cristo sempre deixou isso claro em seus ensinamentos. Ele conta na parábola dos talentos (Lucas 19.12-27) que um dos servos escondeu o talento com medo do senhor e foi severamente punido.

Ou seja, ser infrutífero não é uma opção no Reino de Deus. O crescimento e a maturidade espiritual devem sempre ser o nosso objetivo.

Conclusão 

O crescimento espiritual é uma exigência fundamental no cristianismo. Não podemos viver indo a Igreja, ouvindo sermões, entregando ofertas e achar que isso é o suficiente. Não é!

Jesus nos comprou na cruz do Calvário com o seu sangue e espera que sejamos frutíferos, sendo como um imã para aqueles que ainda não o conhecem. A minha oração é que o Espírito Santo produza em nós esse desejo e que ele se transforme em atitudes.

Sobre esse assunto o que você gostaria de acrescentar? Deixe seu comentário, quero conhecer a sua opinião. Além disso, compartilhe com o maior número de pessoas, possível. Abençoe a vida delas!

Deus abençoe!

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.