Estudos Bíblicos

Fornicação é Pecado Nos Dias de Hoje?

Fornicação é Pecado Nos Dias de Hoje?

A fornicação é uma das práticas sexuais mais comuns na sociedade mundial, atual. Para se ter uma ideia, apenas no Brasil o número de uniões estáveis cresceu 57% de 2011 a 2015, enquanto que os casamentos cresceram apenas 10% no mesmo período.

O grande responsável por toda essa expansão é a mídia secular, em formato de novelas, filmes, reality shows, celebridades, enfim. Aquilo que o Diabo tem podido utilizar a seu favor, ele tem utilizado para fazer crescer este pensamento.

Seu grande propósito é causar danos a família, que é um projeto de Deus e base para a relação saudável do ser humano com Deus.

Neste estudo bíblico, vamos analisar o assunto sob a perspectiva bíblica.

  • O que a Bíblia diz sobre isso?
  • Quais as consequências dessa prática?

Essas e outras respostas você vai encontrar, até o final do estudo.

Além disso, é importante avisar que as referências bíblicas, aqui utilizadas são da tradução de Almeida Corrigida Fiel. Na NVI, fornicação está traduzido por imoralidade sexual, mas de toda forma são o mesmo tema.

O Que é Fornicação na Bíblia?

A fornicação é uma das obras da carne listadas pelo apóstolo Paulo (Gálatas 5:19). Assim como as outras, é um desejo inerente a natureza humana e que visa o prazer do corpo a qualquer custo, em detrimento a vontade de Deus.

O termo utilizado no Novo Testamento para fornicação é porneia e significa: relação sexual ilícita, adultério, fornicação, homossexualidade, lesbianismo, relação sexual com animais, etc. relação sexual com parentes próximos, relação sexual com um homem ou mulher divorciada, adoração de ídolos da impureza que se origina na idolatria, na qual se incorria ao comer sacrifícios oferecidos aos ídolos.

Ou seja, é uma prática que causa graves consequência na área da sexualidade humana, por isso precisamos ter todo o cuidado para não cair em tentação.

Fornicação é Pecado?

Em 1 Coríntios 6:18,19 muito interessante notar a urgência que Paulo nos apresenta sobre não cair na tentação da fornicação. O termo que ele usa para fugir é pheugo e significa: fugir, procurar segurança pela fuga, escapar com segurança do perigo.

Entendendo quais os graves e inevitáveis danos que esta prática causa ao ser humano como um todo, o apóstolo nos adverte energicamente a fugir, escapar à todo custo deste pecado tão nocivo ao nosso relacionamento com Deus.

Devemos Nos Abster

A vontade de Deus para a vida de seus filhos é a santificação (1 Tessalonicenses 4:3). Para dizer isso Paulo utiliza a palavra grega thelema que significa: o que se deseja ou se tem determinado que será feito, do propósito de Deus em abençoar a humanidade através de Cristo, do que Deus deseja que seja feito por nós.

Ou seja, para nos abençoar através de Jesus Cristo, Deus espera de nós santificação. Caso contrário, não desfrutaremos da plenitude do que o Senhor tem preparado para nós.

A fornicação aqui é um impedimento aos propósitos de Deus para nós. Muitos de seus filhos têm se entregue as paixões da carne. Paixões momentâneas, amores errados, em jugo desigual e por isso vivem uma vida miserável, distante, muito distante daquilo que a Palavra de Deus nos assegura como vida abundante em Cristo.

A Fornicação Começa Por Dentro

O Senhor Jesus em seu precioso ensino, deixa bastante claro que muitas das práticas que desagradam a Deus começam dentro de nós (Marcos 7:21). Para isso, ele utiliza a Palavra grega esothen isto é: de dentro, aquilo que está dentro, interior da alma.

Com isso, percebemos que a fornicação começa nos desejos da nossa alma, se ela vai crescer ou não, será determinado pela nossa atitude.

Se alimentarmos o desejo ele acabará se tornando realidade, mas se entendemos que esta não é a vontade de Deus e combatemos isso ainda dentro de nós, venceremos (Tiago 1:13-15).

Não podemos ceder à tentação da fornicação. Este é um pecado grave e tem destruído milhões de vidas e famílias em nossa nação e no mundo inteiro.

Não Deve Ter Espaço Entre Nós

Uma das marcas do povo brasileiro é o gosto pela imoralidade sexual. Em grupos de mídias sociais, rodas de amigos, na internet, enfim, não são poucos os meios utilizados para disseminar a imagem da sexualidade de maneira pervertida e suja.

Algo que desagrada a Deus e fere o princípio do sexo, que deve ser praticado no casamento e com o objetivo de estabelecer a família e consumar o amor que o homem e a mulher sentem um pelo outro.

Esse modelo de sexo bestial, tão comum entre as pessoas da nossa nação é com certeza uma das causas de termos um país tão rico e tão miserável ao mesmo tempo.

A recomendação de Paulo a Igreja de Eféso é a de que a fornicação não deve ter espaço nem mesmo em nossos diálogos (Efésios 5:3).

Em nossos dias Paulo diria: “Nem mesmo no seu WhatsApp, e-mail, rede social, piadas, conversas com amigos, etc. A fornicação não deve ser mencionada por vocês”.

Para isso, o apóstolo utiliza a palavra grega onomazo que significa: nomear, proferir, fazer menção do nome, dar nome a alguém, ser nomeado, levar o nome de uma pessoa ou coisa, proferir o nome de uma pessoa ou coisa.

Sendo assim, este é um assunto que deve ser tratado com muita seriedade, segundo os fundamentos da Bíblia Sagrada e não como diversão, piada ou normalidade.

Fornicação Tem Perdão?

Sim, a fornicação tem perdão (Apocalipse 2:21).

Contudo, muitas de suas consequências não podem ser apagadas da vida do fornicador. Por exemplo, se em uma “relação sexual casual” a mulher engravidar, pelo menos a vida dela jamais será a mesma.

Um filho não é algo que se possa apagar da nossa história. Mas essa, dentre as tantas possibilidades é a menor das consequências. Mas podemos mencionar doenças venéreas incuráveis como AIDS ou as quase intratáveis como sífilis, clamídia e gonorreia (Fonte: Super Interessante).

Faça parte da nossa comunidade online e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

De qualquer forma, por mais dolorosas que sejam as consequências (Provérbios 6:27-29), o arrependimento sincero pode mover o coração de Deus para transformar o mal em bem.

O Senhor está sempre disposto a nos dar tempo para nos arrepender, a questão é se vamos saber ou não aproveitar a oportunidade.

Nas referências de Apocalipse 2.21 e Apocalipse 9.21 o Senhor nos mostra que deu tempo para que os pecadores se arrependessem mas eles não quiseram seguir o caminho da justiça.

É Algo Que Pode Ser Evitado

A Bíblia nos apresenta o problema da fornicação, mas também nos apresenta a solução. O sexo é uma benção quando praticado dentro das normas criadas pelo Senhor Deus. Isto é, entre um homem e uma mulher que são casados.

Relações homossexuais, entre solteiros, casados com solteiros, com animais, prostitutas ou qualquer forma que esteja fora do padrão bíblico é pecado e deve ser evitada.

Para isso, também, o Senhor Deus instituiu o casamento, por causa da fornicação (1 Coríntios 7:2). A relação sexual dentro do casamento nos mantém puros diante de Deus.

Quando guardamos este mandamento somos agradáveis ao Senhor e recebemos a sua graça e a sua benção.

Em minha própria vida, para não acontecer de cair na tentação da fornicação, eu decidi desde a adolescência que não namoraria por muito tempo.

Minha oração ao Senhor era: “Deus amado, mostre-me a pessoa certa, nos abençoe e ajude-nos a casar para não pecar contra o Senhor”.

E assim, foi.

Eu e Carol namoramos, noivamos e casamos em um ano e um mês, mas não desonramos ao nosso Deus, nem a Igreja do Senhor. Eu não quero dizer que isso é uma regra. Este foi o meu caso.

É muito importante que o casal conheça suas limitações e o quanto estão dispostos a honrar ao Senhor com suas vidas. Conheço casais que namoraram mais tempo e não fornicaram, mas foram bem mais tentados.

Conhecendo nossa limitação eu e Carol optamos pelo casamento e por causa disso, também, temos visto a boa mão de Deus sobre nós. Ele tem nos abençoado em todas as áreas da nossa vida e mais que isso, tem nos usado como canal para abençoar outras vidas.

A Recomendação dos Apóstolos

Quando os apóstolos de Jesus Cristo se reuniram em Jerusalém, no primeiro século uma de suas recomendações era que nós, gentios, fugíssemos da fornicação (Atos 15:29).

Não podemos permitir que em nossa vida seja algo normal, e não podemos admitir isso na sociedade como uma normalidade.

Sempre que tivermos a oportunidade, devemos nos posicionar e denunciar esta prática como pecado e desagradável a Deus.

A Fornicação e a Idolatria

Uma outra forma de fornicação ou imoralidade é a idolatria (Oseias 4:12). Isto porque é um modelo de prostituição espiritual. A criação feita por Deus com tanto amor e zelo, o despreza continuamente e cria seus próprios ídolos. Um após o outro, cada um para suas necessidades que nunca acabam.

Ao profeta Oseias o Senhor Deus abre o coração e compara Israel a uma prostituta. Pois ela se desvia de Deus e se prostituiu com seus ídolos de madeira, gesso e barro.

Um verdadeiro contraste com a visão do apóstolo João em Apocalipse 14:3,4. A multidão do povo de Deus foi vista como virgem, pura, santa. Isto porque durante sua vida aqui na Terra, serviram fielmente ao único e verdadeiro Deus.

Conclusão

A fornicação é vista na Bíblia como pecado grave contra o corpo e contra Deus. Embora seja visto como algo normal na sociedade brasileira, nós cristãos não podemos permitir que se torne normal dentro de nós ou em nossa vida.

Devemos rejeitá-la completamente, de todas as formas. Nossa vida, corpo e fé, devem ser limpos, puros, sem mácula. Assim como o nosso Deus é.

De toda forma, se cairmos na tentação, devemos confessar e nos arrepender sinceramente. Mudando de direção e praticando a justiça da Palavra de Deus.

O que você acha sobre isso? Deixe seu comentário. Compartilhe sua opinião com o mundo e acrescente valor ao estudo.

Por fim, compartilhe este estudo bíblico com o maior número possível de pessoas, amigos e parentes.

Deus abençoe!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

37 Comentários

  1. Caroline disse:

    Gostaria de saber se um casal q caiu , e estão lutando para se levantar , um fortalecendo ao outro e lutando para casar , ainda podem ser felizes.

    Pq o pecado não é algo q era rotina ,mas aconteceu e aculoa persiste

    • Com certeza Caroline!
      Veja o exemplo de Davi e Bate-Seba.
      O relacionamento deles começou com uma tragédia, mas no fim, um herdeiro deles se tornou o rei mais inteligente de Israel.
      Vocês podem sim ser muito felizes, não desista.
      Conte com nossas orações.

    • Caroline disse:

      Obg. É difícil pq sempre lembro de tudo o q fizemos, mas colocamos um basta e estamos nos levantando.

      Ninguém nos acompanhou , mas colocamos dentro de nós que vamos vencer e já faz meses q estamos na fé , mas as vezes lembro e me sinto culpada. Mas Sempre falo cm Deus .

      Radicalizamos verdadeiramente pq agente crer q se fizermos tudo certo , ainda há esperança pra nós.

      Meu Medo era em tudo q iríamos colher , mas percebi q se agente se envolver e mergulhar em buscar a Deus, passaremos por tudo e Deus pode transformar aquilo q foi maldição em Benção.

      Bom pastor estamos focado , e como disse deixamos as coisas q fazíamos.
      E dia após dia de estamos nos fortalecendo , um ao outro e lutando
      Para breve estarmos casados, pq o nosso intuito sempre foi nos casar .
      Sempre ..

      É uma guerra pastor

  2. Jurema disse:

    Preciso de muita oração, minha filha caiu em tentação. Criei com dificuldades pois não suportei viver com seu pai, pois bebia muito e não gostava de trabalhar. Pois até duas semanas atrás com 24 anos era só motivo de orgulho. Porém hoje declarou estar tento um caso com uma mulher, quase morri, mas busco força em Deus. Não só a favor, continuarei amando mas não aceito. Peço a Deus todos os dias que ela se arrependa.

  3. Anônimo disse:

    Olá a paz, Diego!
    Queria saber se séries, filmes, leituras com conteúdo homossexuais são classificados em que tipo de práticas de pecado?? Mesmo que este tipo de conteúdo não desperte interesse pela prática, mais achar legal ou “fofo” meninos se envolverem emocionante isso já faz separação de Deus?

    • PAz minha irmã!
      Normalmente este tipo de conteúdo desperta a lascívia, que são desejos e pensamentos impuros. O que vai determinar se estes desejs lascivos se tornarão práticos ou não, é a exposição da pessoa a eles.

      Inclusive, tem um estudo aqui no site sobre a lascívia, você pode dar uma pesquisada e conferir.
      Deus abençoe!

  4. Anônimo disse:

    masturbação é fornicação? é pecado?
    graças à Deus nunca tive relações sexuais com ninguem até hoje
    tenho hoje 19 anos e conheci a pornografia aos 12. me arrependo muito disso

  5. Anônimo disse:

    Olá Diego , eu namoro a 7 anos quase e me tornei evangélica agora vai fazer um ano , mas meu namorado não está tão firme como eu estou me tornando, estou com problemas pra ele aceita isso , por que até conseguimos da um tempo no sexo , mas depois agente cai em tentação ;( eu e ele queremos muito nós casar mas não temos condições ainda, pois não trabalho e ainda estou na faculdade Deus considerar isso ? E também já vi uma passagem na Bíblia que diz “Se cometer o ato do sexo , mas se casar seria perdoado ” ( algo assim ) mas tem um tempo pra isso como é ? E também vi um vídeo no YouTube que fala que fornicação é só quando é sexo por sexo se há amor não é fornicação isso seria verdade ? Me ajude por favor !!

    • Paz minha irmã!
      Ajudo sim!

      A conversão é um processo, cujo tempo varia de pessoa para pessoa.
      Então, vamos esclarecer algumas coisas:
      1. Vocês estão em fornicação;
      2. É pecado;
      3. Precisa de uma postura de arrependimento.

      Contudo, é difícil mudar um hábito de 7 anos, em poucos dias, além disso o ato sexual é uma das necessidades do ser humano, logo, quer com seu namorado ou não, você vai continuar com essa necessidade.

      O que eu faria?

      1. Estabeleceria uma meta de tempo para casar, não mais que um ano;
      2. Confiaria que Deus supriria minhas necessidades, como honra a minha fé ( o que de fato ele faz);
      3. Não negociaria com o pecado.

      O Senhor Jesus disse que qualquer um que quisesse servi-lo, precisaria seguir o caminho estreito, que nada mais é do que abrir mão e fazer escolhas difíceis.

      Nesse ponto, é com você, é pessoal.

      Ou você escolhe seguir a Jesus, sendo fiel ao mandamento, ou você continua com as velhas práticas.

      Meu testemunho!

      Eu e Carol casamos em um ano e um mês. Eu ganhava R$900,00 e ela recebia R$400,00 de uma bolsa da universidade.
      Passamos muitos apertos, especialmente nos dois primeiros anos e sabíamos que seria difícil, até porque entramos em acordo para não pedir ajuda as famílias.

      Fizemos essas escolhas e casamos rápido para honrar a Deus, e conseguimos.
      E lhe digo sinceramente, tenho visto muitos milagres e muitas portas abertas, como honra a nossa fidelidade.

      Eu lhe estimulo a ser fiel. Deus ama o fiel.
      Tenha certeza, de que ninguém cuidará de você melhor do Jesus.

      Abrindo mão das velhas práticas por amor a Ele, você vai se surpreender com o resultado.

      Estarei orando por sua vida.
      Deus a abençoe!

  6. Domingos disse:

    Estou a gostar

  7. Anônimo disse:

    Bom dia, Diego!
    Gostaria de tirar uma dúvida e que tem me causado uma certa angústia. Estou com uma pessoa há 1 ano e meio e em fornicação. Nós dois já somos divorciados de outros casamentos. Mas o que vejo hoje, é que não temos condições de nos casarmos, pois ele tem um filho de 19 anos que não estuda, nem trabalha (estamos resolvendo essa situação). Primeiramente, esse rapaz teria que ficar independente para depois nos casarmos, segundo a minha visão. Além disso, tenho um filho pequeno e não gostaria de juntar a esse rapaz também. É bem complicada essa situação. Ou seja, não tem como casar agora. Mas também acho que não é o caso de separar, pois nos gostamos muito. Nesse caso, Jesus não leva em consideração? Estamos em fornicação? Obs.: Nós dois somos cristãos.

    • Boa noite!

      Jesus leva em consideração sim, você precisa abrir mão de alguém.
      É preciso decidir!
      Ou você abre mão do pecado ou você abre mão de Deus.
      Sua situação exige posicionamento, e só você pode fazer isso.
      Espero ter te ajudado.

      Deus lhe abençoe!

  8. Rogério disse:

    Eu vivi voluntariamente no pecado da fornicação conhecendo a palavra e hoje sinto pertubacao horríveis já pedi perdão meais não aguento mais sofrer

    • Anônimo disse:

      Aceitar o perdão de Deus é primeiro passo, porque se você arrependeu e mudou sua postura diante disso, Deus já o perdou, depois é liberar perdão para você mesmo, decidir isso no santo nome de Jesus Cristo e abandonar a culpa, pois você é livre irmão ! Espero ter ajudado. Deus abençoe.

  9. Analice disse:

    Muito edificante ,tirou bastante dúvidas que eu tinha sobre o assunto.
    Que o senhor continue abençoando seu ministério.

  10. Henrique silva disse:

    Sou católico,e pecador!! porém busco o conhecimento da palavra e aqui encontrei respostas inteligentes e fundamentadas no Espírito Santo,tenho perseverado muito na busca do conhecimento da verdade e com ela me libertar das armadilhas de doutrinas vans, abraço a tds os irmãos em Cristo.

  11. Andreza disse:

    Boa tarde, Diego! Muito edificante o seu estudo, mas tenho uma dúvida: como fica a situação das pessoas divorciadas? Podem se casar novamente?

  12. Lucas Daniel Pereira de Moura disse:

    Eu acho que se mudar alguma coisa no texto que li não é conforme a palavra de Deus, muito bom, bem edificante!

  13. Anônimo disse:

    Boa noite, Diego. Muito interessante o estudo. Contudo, não consigo distinguir a diferença entre a união estável (feita em cartório e que, para a legislação civil brasileira, possui praticamente os mesmos efeitos do casamento com exceção das regras de herança) ao próprio casamento civil. Existe algum versículo bíblico que faça menção expressa de que o casamento precise ser feito no papel? Qual seria a diferença entre um casal que vive juntos há anos, se amando, se respeitando, sem traição, e com a certidão de união estável para um casal casado?

    Obrigada pelos estudos.

    • Paz do Senhor!
      Peço desculpas pela demora.

      Consultei um amigo, que além de especialista no direito é líder do ministério de casais da nossa Igreja, e o parecer dele foi o seguinte:

      “Oi meu irmão.
      Pelo direito brasileiro a escritura de declaração de união estável tem os mesmos efeitos legais da certidão de casamento.
      Então, se ela possui esse documento e realizou uma cerimônia de benção da aliança, com a troca de votos, entendo que ela está preenchendo os requisitos Bíblicos e legais.

      Contudo, apenas para testemunho e se isso incomodá-la quando é questionada sobre seu estado civil (atualmente convivente) esse é o termo para quem vive em união estável, questiona-se, porque não realizar o casamento? Pois não mudará em nada o que já existe, e poderá afirmar quando questionada com relação ao estado civil: casados.

      Então, resumido, escritura de união estável + cerimônia perante uma autoridade religiosa, creio que não estão em pecado.

      Porém, para fugir de qualquer aparência do mal (se houver incômodo da situação atual): casamento civil + cerimônia religiosa”.

  14. Tiago disse:

    Muito edificante este estudo, muito bom e esclarecedor.

  15. Matildes leite lima Groba disse:

    Muito bom o seu estudo. Estou com uma dúvida , tenho um casal que vivem juntos , a vinte dois anos , ela ja veio batizada para a igreja ,ele aceitou jesus a um ano. Por nao serem casados no papel estão incluidos no pecado de fornicacao. Ou eles sao considerados casados diante de Deus ,visto que nao vivem se separando e volrando nem nunca tiveram histiricos de traição.

  16. carlemos disse:

    Muuuuuito tooop o estudo, amei, vou ler todos…
    Gloria a Deus… e que ele te abençoe muito.

  17. Regina Célia de oliveira disse:

    Eu namoro um homem divorciado , se eu casar com ele , mesmo assim estaria na fornicação?

  18. Suely disse:

    Amei esse estudo e aprendi mais pois penso assim mesmo..a Deus toda honra e toda Glória ?

  19. Rosilene Lima Corrêa disse:

    Gostei muito do estudo.
    Fico maravilhada com cada estudo aqui enviado.
    Muito gratificante aprender mais de Deus.

  20. Regina disse:

    Maravilha amei . Muito abençoado,. Parabéns

  21. Daniele Ribeiro disse:

    Muito bom!
    O reino dos céus é tomado por esforço.

    Gálatas 2: 20 Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.

  22. Cornélio Cândido do Nascimento disse:

    A Paz do Senhor
    Só nos trás aprendizado
    Deus a bençoe

  23. Cornélio Cândido do Nascimento disse:

    A Paz do Senhor
    Um estudo muito bem explicado e conciso
    Deus a bençoe

  24. Lucimeire Gonzaga disse:

    Graça e Paz!
    Aprecio muito os estudos desse Website. Louvado seja Deus por sua vida pr Diego. Tem me ajudado bastante, no crescimento espiritual e no sentido de munir-me de conteudo para trabalhos com grupos pequenos de casais e grupos mistos também.
    mas quero registrar um dificuldade minha, não consigo ver o material em texto todos os dias. As vezes chega apenas em video. Prefiro o conteudo escrito.Contudo Obrigada pela bênção.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});