Estudos Bíblicos

Estudo Bíblico Sobre o Batismo No Espírito Santo: 4 Fundamentos Importantes

O batismo no Espírito Santo é o revestimento de poder prometido pelo Senhor Jesus Cristo para impulsionar a pregação do Evangelho. O Filho de Deus advertiu seus apóstolos a não começar a missão, sem antes recebê-lo.

É um tema que precisamos conhecer bem, para que estejamos abertos ao poder de Deus e a experiência mais profundas na fé. Sendo assim, neste estudo sobre o batismo no Espírito Santo você verá as mais diversas características do tema.

Como Receber o Espírito Santo?

Novamente Jesus disse: “Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio”. E com isso, soprou sobre eles e disse: “Recebam o Espírito Santo. (João 20:21,22)

Antes de receber o batismo do Espírito Santo, precisamos receber o Espírito Santo. Como a terceira pessoa da Trindade Ele é o que nos ajuda com orações, conselhos, direção, entendimento, etc.

No Antigo Testamento ele repousava em momentos específicos sobre homens e mulheres de Deus, para tarefas especificas. Mas hoje é diferente!

Primeiramente , recebemos o selo do Espírito mediante a conversão. É a presença dele em nossas vidas que nos torna legítimos filhos de Deus. Sem arrependimento e o Santo Espírito, não há filiação.

“Nele, quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados com o Espírito Santo da promessa, que é a garantia da nossa herança até a redenção daqueles que pertencem a Deus, para o louvor da sua glória”. (Efésios 1:13,14)

Após sermos selados, nos tornamos Templo do Espírito de Deus. “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?” (1 Coríntios 6:19)

Ou seja, existe uma diferença entre receber o Espírito Santo, o batismo nas águas e o batismo no Espírito Santo.

A Promessa do Batismo No Espírito Santo

João respondeu a todos: “Eu os batizo com água. Mas virá alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de curvar-me e desamarrar as correias das suas sandálias. Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo. (Lucas 3:16)

João Batista sempre deixou claro que após ele surgiria um profeta maior e com mais autoridade. Houve uma maior expectativa quando ele disse: “Eu os batizo com água… Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo”.

Mas Como?

Após o retorno do Senhor Jesus Cristo ao céu, os discípulos obedeceram a sua orientação de não se ausentarem de Jerusalém, sob a seguinte promessa:

“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”. (Atos 1.8)

Dessa forma, eles permaneceram com a seguinte rotina: “Todos eles se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus”. (Atos 1.14)

Eles permaneceram fazendo isso, até que: Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar. De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava. (Atos 2:1-4)

Sendo assim, entendemos que para receber o batismo no Espírito Santo precisamos desejar, viver a expectativa de recebê-lo. Esse desejo é evidenciado por uma vida de oração ativa e constante, acompanhada de fervorosa leitura da Bíblia Sagrada.

Vemos essas características em outras ocasiões de batismo no Espírito Santo:

  • Quando Paulo lhes impôs as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo, e começaram a falar em línguas e a profetizar. (Atos 19.2)
  • Estes, ao chegarem, oraram para que eles recebessem o Espírito Santo, pois o Espírito ainda não havia descido sobre nenhum deles; tinham apenas sido batizados em nome do Senhor Jesus. (Atos 8:15,16)

Dessa forma, se você deseja receber o poder de Deus é necessário que você creia, ore e busque a palavra do Eterno.

As Consequências

Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra. (Atos 1.8)

O principal objetivo do batismo no Espírito Santo é nos tornar uma testemunha evidente do Evangelho de Jesus Cristo. Isso fica bem claro na instrução do Senhor. É um revestimento de poder com um fim determinado: a expansão do Reino de Deus.

Após o batismo no Espírito Santo, Pedro e os Apóstolos começaram a ser movidos de uma forma sobrenatural e surpreendente. Milagres extraordinários, conversões em massa, e uma poderosa e convincente forma de pregar o Evangelho.

A consequência disso foi um poderoso avivamento espiritual e um crescimento avassalador da Igreja.

Conclusão

O batismo no Espírito Santo é fundamental para o desenvolvimento da obra de Deus. Ele nos reveste com poder e autoridade para pregar o Evangelho de forma contundente e fervorosa.

A comunicação do Evangelho se torna mais eficaz, gerando mais frutos para o Reino dos Céus. Não é em vão que o Senhor Jesus orienta os apóstolos a não iniciarem a missão, antes que o recebesse.

O batismo no Espírito Santo é o estopim para um avivamento espiritual genuíno. Ou seja, é algo indispensável.

Dito isto, o que você gostaria de acrescentar a este tema? Deixe seu comentário? Queremos conhecer sua opinião! Além disso, compartilhe este estudo bíblico com seus parentes e amigos, abençoe a vida deles.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. marcos alves dos santos disse:

    maravilhoso estudo,que o senhor continue te abencoando ricamente.

  2. Emilly disse:

    Muito bom saber mais sobre,o batismo no espírito Santo

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.