Estudos Bíblicos Diego Nascimento

Estudo Bíblico Sobre a Filha de Jairo: Porque Continuar Crendo?

A morte da filha de Jairo é aquele momento da vida que nenhum de nós quer passar. Era o momento que Jó temia e que nós igualmente evitamos até pensar.Pois bem, o Senhor não omitiu o fato de que nós passaríamos por muitas aflições, mas nos encorajou a continuar crendo no seu amor.

Na minha opinião, a morte da filha de Jairo fala sobre isso. Recomeço. Consolo. Esperança.

Temos um Deus poderoso que está acima da morte, do pecado e da dor e o seu poderoso desejo é cuidar de nós, até mesmo quando passamos pelo “vale da sombra e da morte”.

Portanto, fique confortável. Escolha seu lugar preferido de leitura ou oração, e reflita neste texto até o final. Acredito que o Senhor vai falar com você

A Doença da Filha de Jairo

Quando Jesus voltou, uma multidão o recebeu, pois todos o esperavam. Então um homem chamado Jairo, dirigente da sinagoga, veio e prostrou-se aos pés de Jesus, implorando-lhe que fosse à sua casa porque sua única filha, de cerca de doze anos, estava à morte. Estando Jesus a caminho, a multidão o comprimia. (Lucas 8:40-42)

Você já teve um dia difícil?

Imagino que sim. Este era um dia difícil na vida de Jairo. Não fosse a esperança que a fama de Jesus Cristo lhe dava, estava praticamente tudo perdido.

Quando Jairo finalmente encontra Jesus, se lança aos seus pés e implora – que fosse à sua casa porque sua única filha, de cerca de doze anos, estava à morte.

Com relação a isso o Filho de Deus não fez nenhuma objeção. Vendo o pedido desesperado e cheio de amor de um pai, o Senhor se levantou e partiu em resposta à sua oração.

Mas no caminho, a multidão cercou Jesus e entre elas estava a mulher do fluxo de sangue, que foi maravilhosamente curada ao tocar no Senhor.

Jesus ficou tão “surpreendido” que parou e procurou saber quem o havia tocado. De maneira atenciosa e amorosa ele ouviu o relato de fé daquela mulher que ao longo de doze anos lutou contra sua enfermidade e estava perdendo. Até tocar em Jesus.

Obviamente que todos se emocionaram, louvaram a Deus e queriam que aquele momento durasse uma eternidade, mas havia uma exceção.

Jairo!

Quanto mais Jesus demorava, mais ele se angustiava. Ele sabia que sua filha não tinha tanto tempo, e esperava chegar antes que o pior acontecesse.

Mas ele não conseguiu.

A Morte da Filha de Jairo

Enquanto Jesus ainda estava falando, chegou alguém da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga, e disse: “Sua filha morreu. Não incomode mais o Mestre”. (Lucas 8:49)

O que Jairo mais temia, aconteceu. Sua filha estava morta e a notícia havia sido dada de maneira nada gentil.

Foi o dirigente da sinagoga quem o avisou, e a palavra que ele utiliza para dizer a Jairo para não incomodar Jesus é skullo e significa: despedaçar, deformar, irritar, aborrecer, perturbar, causar problemas para si mesmo, aborrecer-se.

Podemos supor que o mestre da sinagoga não acreditava ou não queria ver o milagre na família de Jairo. Ele saiu apressadamente ao encontro dele para dar avisar e sua maior preocupação não era com o bem-estar da alma dessa família, mas com um possível desconforto que poderia ser causado a Jesus.

Porém, essa era uma preocupação desnecessária. O Mestre dos Mestres jamais mostrou essa atitude. O Senhor Jesus sempre foi muito atencioso e amoroso com todos os que lhe buscaram.

A atitude do chefe da sinagoga cairia muito bem em nossos dias. Grandes líderes cristãos da nossa nação estão cada vez mais intocáveis ou inacessíveis.

Mas não é assim com Jesus. Ele era acessível e continua sendo.

A Morte da Filha de Jairo e as Palavras de Jesus

Ouvindo isso, Jesus disse a Jairo: “Não tenha medo; tão-somente creia, e ela será curada”. (Lucas 8:50)

Como assim, não ter medo?

A morte é o fim.

Lutamos. Corremos. Nos esforçamos. Mas tudo isso enquanto estamos vivos. Depois de morto, acabou. Não é?

Não para Jesus.

Por essa, ninguém esperava. Afinal, a menina estava morta e até ali, Jesus não havia ressuscitado ninguém, pelo menos não que alguém soubesse.

A palavra grega que Jesus utiliza para consolar Jairo é phobeo e significa: pôr em fuga pelo terror (espantar), pôr em fuga, fugir, amedrontar, ficar com medo, estar dominado pelo espanto, aterrorizados por sinais ou acontecimentos estranhos, daqueles cheios de espanto, ficar com medo de alguém.

Noutras palavras, o Senhor diz a Jairo que não saia de sua posição de fé por causa do desespero – Não permita que essa notícia faça você perder o rumo, Jairo. – Era mais ou menos isso que Jesus procura dizê-lo.

Há uma grande lição aqui.

Precisamos ter uma fé firme, mesmo quando o sistema da religião não é compreensível com nossa necessidade. A autoridade religiosa da época estimulou Jairo a desistir. Deus o estimulou a continuar.

Em um mundo tão aparente somos tentados a desacreditar em um Deus que age, mesmo hoje. Contudo, ele continua nos dizendo: “Não tenha medo; tão-somente creia…”.

A promessa de Jesus para Jairo é a de que sua filha vai ficar bem. E para isso, ele utiliza a palavra grega sozo que significa: salvar, manter são e salvo, resgatar do perigo ou destruição, poupar alguém de sofrer (de perecer), alguém sofrendo de uma enfermidade, fazer bem, curar, restaurar a saúde.

O Senhor promete a Jairo que se ele permanecer crendo, isto é, se a dor não levá-lo para longe de sua fé sua filha será salva do estado da morte.

Eu percebo que muitos cristãos têm perdido muito de Deus, por não serem capazes de identificar suas responsabilidades neste relacionamento. 

O que Jesus está dizendo a Jairo é que há nele disposição e poder para cuidar de sua filha, desde que ele creia o suficiente.

A Morte da Filha de Jairo e a Importância do Ambiente

Quando chegou à casa de Jairo, não deixou ninguém entrar com ele, exceto Pedro, João, Tiago e o pai e a mãe da criança. (Lucas 8:51)

Lembra do ditado popular “melhor só do que mal acompanhado”, pois bem, foi esse o princípio de Jesus aqui.

Cercado de incredulidade e negatividade, o Senhor queria ter a certeza de que o ambiente do milagre teria as pessoas e o sentimento correto.

Se isso é importante?

MUITO.

Não podemos esquecer que em sua terra natal, Nazaré, o Senhor Jesus não pode operar muitos milagres por causa da incredulidade de seus moradores (Mateus 13.58).

O Mestre dos Mestres quis garantir que a falta de fé das pessoas que cercavam Jairo e sua família interferisse negativamente no processo.

Isso nos ensina um princípio poderoso.

Para ver o poder de Deus se manifestar em nossa vida e através dela, precisamos estar acompanhados de pessoas que tenham o mesmo propósito ou evitar as pessimistas.

Vemos isso também quando Davi foi enfrentar Golias. Muitas pessoas tentaram convencê-lo de que ele não podia fazer aquilo. Ele contudo, rejeitou a incredulidade delas e não permitiu que sua fé fosse influenciada por eles.

A Morte da Filha de Jairo e a Incompreensão dos Outros

Enquanto isso, todo o povo estava se lamentando e chorando por ela. “Não chorem”, disse Jesus. “Ela não está morta, mas dorme”. Todos começaram a rir dele, pois sabiam que ela estava morta. (Lucas 8:52)

Este é um trecho que me deixa muito intrigado.

As pessoas foram das lágrimas ao riso com a mesma velocidade em que o Flash escova os dentes. Quase não se conseguia perceber que estavam todos no funeral, pois quando o Senhor disse que a menina dormia “todos começaram a rir dele”.

O termo que Lucas utiliza para registrar isso, é a palavra grega katagelao e significa: ridicularizar.

Eles zombaram do Filho de Deus. A atitude deles é semelhante ao que fazem hoje as pessoas que dizem que Jesus era homossexual, ou travesti.

Queriam expô-lo ao ridículo. Sua atitude soberba tinha o objetivo de mostrar que o Filho de Deus era um lunático.

Hoje em dia quando lemos os milagres de Jesus, pensamos muitas vezes que era tudo “moleza” para ele. Pelo contrário, havia muita objeção e resistência.

Isso nos mostra que a obra de Deus nunca foi fácil de ser realizada. É o Espírito Santo, através de homens e mulheres dedicados que ao longo dos séculos tem soprado as boas novas por toda parte.

A Morte da Filha de Jairo e o Poder de Deus

Mas ele a tomou pela mão e disse: “Menina, levante-se! “

O espírito dela voltou, e ela se levantou imediatamente. Então Jesus lhes ordenou que lhe dessem de comer. (Lucas 8:53,54)

Essa carinha é a melhor definição para o momento. Concorda?

A palavra que Lucas utiliza no grego para definir a ordem de Jesus é egeiro e significa: despertar, fazer levantar, despertar do sono, acordar, despertar do sono da morte, chamar de volta da morte para a vida, fazer levantar de um assento ou cama.

O Senhor Jesus deu ordens expressas ao espírito daquela menina que voltasse para seu corpo. E não demorou muito. Na verdade foi instantâneo. Imediatamente ela se levantou.

E não teve essa de ir ao hospital, ser examinada, ficar em observação. Nada disso. No mesmo instante o Senhor ordenou que a menina fosse alimentada, pois estava com fome, provavelmente.

Deus agiu na família de Jairo, mesmo em meio à oposição e incredulidade que cercava sua família. Mesmo no caos da morte. Do luto. Ele agiu.

Devemos lembrar que apenas uma coisa foi pedida a Jairo – Apenas creia!

Ele está disposto a agir em nossa vida. Quer nos abençoar e agir poderosamente sobre a nossa história. Mas precisamos crer.

A Morte da Filha de Jairo e Uma Nova História

Os pais dela ficaram maravilhados, mas ele lhes ordenou que não contassem a ninguém o que tinha acontecido. (Lucas 8:56)

O final da história da filha de Jairo é surpreendente. Na verdade, toda essa história é incrível.

Devemos lembrar que tudo começou com angústia de Jairo, sua humilhação diante de Jesus, a morte de sua filha e a notícia dada pelo dirigente da sinagoga sem a menor compaixão.

Acredito que quando a notícia da morte chegou, Jairo deve ter sentido a pressão da turbina de um boing sugando sua alma. Até que as poderosas palavras de Cristo o estimularam a continuar crendo.

O final dessa história não representa o final que todos os pais de luto ou que já perderam filhos, viveram. Mas representa, sobretudo uma poderosa verdade: Jesus deseja trazer vida às nossas famílias. Casa. Alma.

Um dia todos nós morreremos a menos que o Senhor volte, antes. A morte não deve mais nos assustar ou nos levar ao desespero. Para nós, os que cremos, ela é um canal. O canal que nos leva para junto do nosso Mestre.

Mas aqui – no caso da filha de Jairo – Jesus restaura a forma.

Ele mostra que se importa e que não devemos ceder a mensagem de calamidade e dor, que cerca o mundo.

Os pais que começaram chorando, terminaram atônitos de alegria. Sem palavras. Maravilhados.

O Senhor tem finais felizes para você. Apena creia!

Conclusão

A morte da filha de Jairo foi com certeza uma tragédia. Contudo, o Senhor Jesus utiliza este episódio para nos ensinar que seu amor e cuidado permanecem mesmo quando tudo ao nosso redor diz o contrário.

Familiares. Amigos. Até as autoridades religiosas podem nos desamparar, mas o Senhor permanece firme, disposto a nos ajudar e consolar.

No entanto, há um pedido: precisamos crer.

Lembro que a maior dor da minha vida eu senti quando na ultrassonografia a médica percebeu que o coração do nosso primeiro bebê não estava batendo. Ele estava morto havia sete dias.

Mal posso descrever como me senti ao ver a dor da minha esposa.

Nunca me preparei para aquilo. Foi horrível.

Dias difíceis se seguiram. Minha alma ficou de luto e eu mal conseguia orar. Passei vários anos da minha adolescência pedindo ao Senhor que não permitisse que os meus filhos morressem no ventre. Abençoava. Profetizava.

Como disse o apóstolo Paulo: “Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos”. (2 Coríntios 4:13)

A minha alma não conseguia orar, até o dia em que um irmão em Cristo, a quem amo e respeito muito. Alguém que passou pelo mesmo trauma, nos consolou com as Escrituras e orou por nós.

Pude sentir claramente o Senhor me pedindo para continuar crendo nele. Por várias e várias vezes.

E funcionou!

Eu e Carol fomo sarados. Ela engravidou mais uma vez, e correu tudo bem.

Hoje quando seguramos nosso filho Nicolas, podemos sentir, contemplar, ver o amor e o cuidado do nosso Deus. Ele é bom e o seu amor dura para sempre.

Portanto, não desista de crer.

O Final vai ser surpreendente.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

6 Comentários

  1. A paz de Cristo meu irmão! Agradeço a Deus pela sua vida, porque desde o momento que eu descobri este site, Deus tem falado grandemente comigo através dos seus estudos. Que Deus continue a te usar poderosamente, e que a fé de muitas pessoas possam ser restauradas através deste site, através dos estudos e reflexões. Um abraço!

  2. Deia Linda Souza disse:

    Amém ! E é desse modo que nos faz reconhecer o amor infinito do nosso Pai.Sim . Ele é o nosso Pai porque nos deu a vida, cuida de nós e nos ama.Ele nos dá oportunidades para que reconheçamos o Seu amor, obedecendo aos ensinamentos pela bíblia onde determina os caminhos para retornarmos ao reino.Ele nos quer com Ele para sempre.

  3. josé marcos dos santos. disse:

    A paz do Senhor Deus; meu querido irmão e família, vem por meio desta, vos parabenizar por esta ação tão extraordinária, que atreves deste canal de comunicação acabemos de face um entrelaço com pessoas, que vem agradece a Deus por tais a são que um dia veras o frutos desta tão grandiosa obra, pela qual o Deus dos céus se agrada, olha permanece no luga em que o Senhor ti chamou, Deus em seu filho vai face muitos milagres através da vossa pessoa, olha muitas almas vão ser salva através da palavra de Deus,desejo muito sucesso, do seu irmão em cristo, um abraço para você e toda a sua Família.

  4. C.C disse:

    Hoje passei o dia chorando, aliás, faz anos que choro por meus filhos. Tenho1filho de 13 anos autista, foi um luto o diagnóstico. Depois meu outro filho de 8 anos ficou diabético. Faz 3 anos esse último diagnóstico. O pai deles nos abandonou há 1 ano e meio, me pergunto quando vai vir um pouco de calmaria em nossas vidas porque realmente ouvir que a Medicina não dá conta desses 2 diagnósticos…é ter uma fé que move montanhas. Me sinto morrendo espiritualmente.

  5. Edna Lúcia disse:

    Obrigado pastor essa palavra me ajudou muito porque estou passando um problema muito grande com filho, não por doenças mas sim, por um problema de desobediência e por desvio de caráter, ele fez muitas coisas errada e foi preso ficou 6 anos preso e saiu e caiu em outra confusão e agora está foragido e por isso eu estava muito desanimada mas essa palavra me encorajou a crê que tudo pode mudar basta eu crê que Deus vai mudar a história do meu filho.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});

O jesuseabiblia.com tem uma nova Política de Privacidade e Cookies Saiba mais.