Estudos Bíblicos

Estudo Bíblico Sobre Avivamento Espiritual: Como Receber o Poder de DEUS e Suas Consequências

O avivamento espiritual ocorrido no dia de pentecoste influenciou profundamente a expansão da pregação do evangelho do primeiro século. LEIA O ARTIGO e veja como receber o avivamento espiritual!

Neste estudo bíblico vamos analisar o avivamento ocorrido no dia de Pentecoste. Não pretendo neste estudo abordar outros avivamentos ocorridos ao longo da história, como o avivamento na Europa, África e América. Não tenho como assumir que todas as informações, intenções e métodos desses, são agradáveis ao Senhor Jesus.

A minha intenção é estudar o avivamento bíblico. Ocorrido na Igreja primitiva. Dessa forma tenho certeza de que estou passando informações confiáveis do ponto de vista espiritual.

O avivamento ocorrido no dia de Pentecoste foi totalmente agradável a Deus e elimina qualquer tipo de desconfiança. É um avivamento com bases puras e totalmente bíblico.

O Propósito do Avivamento

 

“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”. (Atos 1.8)

Após a morte e ressurreição do Senhor Jesus, Ele fez a seguinte declaração:

“E lhes disse: “Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, e que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém.

Vocês são testemunhas destas coisas.

Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto”. (Lucas 24:46-49)

Esse poder os capacitaria a anunciar o Evangelho de Jesus Cristo a todas as nações. Ou seja, poder com o fim específico de promover o Reino de Deus entre os homens.

Poder Para Testemunhar 

Nos nossos dias a visão de avivamento – na minha opinião – é deturpada por algumas doutrinas.

Avivamento não tem o objetivo principal promover pessoas nem denominações, mas sim o Reino de Deus e o Evangelho de Jesus Cristo.

A maior e mais contundente prova de que uma Igreja Cristã é avivada ou não, pode ser observada pela quantidade de pessoas que ela conduz a Cristo – conversões – e pela observação dos frutos do Espírito (Gálatas 5.22) nos Cristãos que já fazem parte dessa comunidade (Veja o artigo sobre Barnabé: O Homem de Deus que nos ensina a amar )

Se estas características estiverem ausentes não há avivamento. Há movimento!

Ao receber o poder do Espírito Santo o Cristão autêntico é cada vez mais e de todas as formas, impelido a testemunhar a respeito de Jesus. (Veja o artigo: Intimidade com Deus)

Avivamento espiritual que não ultrapassa o lugar do culto é apenas terapia e euforia. 

Como Receber Avivamento?

“Quando chegaram, subiram ao aposento onde estavam hospedados. Achavam-se presentes Pedro, João, Tiago e André; Filipe, Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, Simão, o zelote, e Judas, filho de Tiago. Todos eles se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus. Naqueles dias Pedro levantou-se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte pessoas…” (Atos 1:13-15)

Não pode faltar a oração. Após a ascensão de Jesus ao céu, os apóstolos – líderes da Igreja – e as mulheres que seguiam a Jesus, bem como outros discípulos permaneceram juntos. Eles estavam sempre reunidos em oração.

Não há avivamento sem interesse. A liderança estava profundamente envolvida com o desejo, o sentimento e o propósito de uma revolução espiritual.

Todos Estavam Reunidos Em Um Só Lugar 

Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar. De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava. Havia em Jerusalém judeus, tementes a Deus, vindos de todas as nações do mundo. (Atos 2:1-5)

Havia comunhão entre eles. Após a ascensão de Jesus eles permaneceram juntos em um só lugar.

Cada um não puxou para um lado em busca de seus interesses. Não há avivamento sem comunhão. 

Uma Expectativa Viva E Confiante

Cada um deles estava ali com uma expectativa. Eles queriam receber algo. Esse “algo” estava enraizado na promessa de Jesus:

“Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto”. (Lucas 24:49)

Não há avivamento real fora da Palavra de Deus. O poder e revestimento espiritual que desejamos deve ter os padrões bíblicos.

Avivamento não é uma anomalia espiritual é fruto da instrução bíblica!

As Consequências do Avivamento Espiritual

Alguns, todavia, zombavam deles e diziam: “Eles beberam vinho demais”. (Atos 2:13)

Ao receber o poder de Deus e o revestimento do Espírito Santo, imediatamente a Igreja passou a receber maior oposição por parte dos incrédulos.

Não se espante!

Poderão te chamar de fanático. Louco. Estranho. Mas não se incomode, o Senhor Jesus disse:

“”Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês”. (Mateus 5:11,12)

Avivamento Produz Ousadia Espiritual

Então Pedro levantou-se com os Onze e, em alta voz, dirigiu-se à multidão: “Homens da Judéia e todos os que vivem em Jerusalém, deixem-me explicar-lhes isto! Ouçam com atenção: estes homens não estão bêbados, como vocês supõem. Ainda são nove horas da manhã! Pelo contrário, isto é o que foi predito pelo profeta Joel…” (Atos 2:14 -16)

Em contrapartida a oposição, o avivamento da fé também gera no cristão uma contundente carga de ousadia.

Ao perceber que os judeus estavam zombando da Igreja e interpretando errado os acontecimentos, Pedro ousadamente dirigiu-se a multidão com palavras cheias de poder.

Pedro explicou detalhadamente, por meio das Escrituras, que aquilo era o cumprimento da profecia de Joel 2.28. 

Avivamento Produz Arrependimento

Quando ouviram isso, os seus corações ficaram aflitos, e eles perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: “Irmãos, que faremos? “Pedro respondeu: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo. Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar”. Com muitas outras palavras os advertia e insistia com eles: “Salvem-se desta geração corrompida! “Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas. ” (Atos 2:37-41)

As palavras do apóstolo Pedro foram como “a espada afiada de dois gumes” descrita em Hebreus 4.12, no coração dos ouvintes.

Avivamento produz pregação voltada para o arrependimento não para o entretenimento. Rodopios. Correria. Gritos. Euforia. Perda de sentidos. Não é esse o principal objetivo de um avivamento com base nas Escrituras Sagradas.

O principal objetivo de um avivamento espiritual é a conversão de pessoas a Jesus Cristo.

Perceba que a promessa de Jesus é bastante específica: “Mas receberão poder… e serão minhas testemunhas. ”. Não é poder para autopromoção ou satisfação pessoal. É poder para fazer o Reino de Deus crescer!

Após a ministração de Pedro cerca de três mil pessoas foram acrescentadas a comunhão da Igreja.

Precisamos desse avivamento!

Conservando o Avivamento da Fé 

“Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. Todos os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos. ” (Atos 2:42-47)

Avivamento exige dedicação. “Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos…”

Avivamento espiritual precisa ser conservado, senão os seus efeitos desaparecem.

Observe o conselho do apóstolo Paulo a Timóteo:

“Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois, fazendo isso, você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem. ” (1 Timóteo 4:16)

O princípio é basicamente o mesmo. Após receber o avivamento é necessário estar atento a seu próprio relacionamento com Jesus e com a doutrina.

Foi o que a Igreja primitiva fez. Mesmo estando cheios do poder de Deus, eles não baixaram a guarda.

Para conservar o avivamento recebido eles se dedicaram ao ensino dos apóstolos. Ou seja, aos ensinos de Jesus Cristo.

Avivamento não é fruto de uma anomalia bíblica. É fruto de um estudo saudável das Escrituras.

Avivamento exige comunhão, oração e temor. “Eles se dedicavam… à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor…

Uma das consequências do avivamento é a comunhão entre os irmãos. Unidade. Uma Igreja sem união é uma Igreja carnal.

O derramamento do Espírito Santo sobre a Igreja no dia de Pentecoste produziu uma profunda unidade. De tal maneira que eles partiam o pão juntos e tinham tudo em comum, inclusive temor.

Eles se amavam!

Avivamento exige culto. Muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos… Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos. ”

Uma Igreja avivada é uma Igreja que oferece cultos aos Senhor, com frequência e prazer.

Todos os dias a Igreja se reunia para oferecer um culto sincero e amoroso ao nosso Deus.

Eram nos cultos que se evidenciavam os frutos do ensino apostólico, das orações e da comunhão. De que forma? Muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos.

Havia poder para curar, libertar e restaurar sendo evidenciado entre eles. Uma outra consequência disso era a alegria.

Os crentes se comportavam com “alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus”. Eram pessoas alegres. Felizes. Animadas. Isso contagiou a comunidade local e eles conquistaram “a simpatia de todo o povo”.

Uma Igreja avivada, que conhece e estuda a Bíblia, está em constante oração, se mantém unida e cultua constantemente ao Senhor, colhe o mais precioso dos frutos. Vidas para Jesus!

E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos. Esse é o principal objetivo do avivamento espiritual. A conversão de almas. O arrependimento dos pecadores. Não a autopromoção.

Conclusão

O poder do Espírito Santo tem como principal objetivo capacitar o crente para a pregação do Evangelho e expansão do Reino de Deus.

O que o avivamento bíblico não produz?

  • Senso de superioridade espiritual;
  • Espírito de julgamento;
  • Isolamento;
  • Desprezo para com os mais fracos na fé.

E então o que você acha? Que atitudes nós deveríamos melhorar para desenvolver um avivamento genuíno em nossa nação?

Deixe sua resposta! Compartilhe sua opinião com o mundo!

Compartilhe este artigo com seus amigos, familiares, enfim com seus contatos e mais INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL! 

Deus abençoe!

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários

  1. Angelina disse:

    Glória a Deus muito bom o estudo ,Deus abençoe!

  2. Renato disse:

    Gostei muito desse estudo,mas percebo que a igreja atual está longe de um verdadeiro avivamento,movimentos tem de mais,avivamento não,que o tenha misericórdia de nós…

  3. Lucas Felipe disse:

    Poxa esse estudo é Fantástico, particularmente eu amei e concordo sim com o estudo abordado. Deus abençoe!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.