Casamento Cristão

O casamento cristão é uma das grandes bênçãos de Deus para a humanidade. Isto ocorre, porque um lar de pessoas que vive na presença de Deus, acrescenta muito valor a sociedade como um todo. A família que vive de acordo com o mandamento divino cria um ambiente de paz, restauração, motivação, prosperidade e evangelismo.

Por isso é extremamente importante que conheçamos seus fundamentos, características e como desenvolver um casamento feliz. Você vai saber sobre tudo isso, neste estudo bíblico. Leia até o final e aproveite!  

O Que a Bíblia Diz Sobre o Casamento?

A recomendação de casamento na Bíblia, é a de que o cristão não deve casar-se com o não cristão, isto é, não deve se colocar em jugo desigual com ele (2 Coríntios 6:14,15). A expressão jugo desigual no original grego é heterozegeo (Concordância de Strong) e significa:

  1. Submeter-se a jugo desigual ou diferente, estar desigualmente unido.
  2. Ter comunhão com alguém que não é semelhante: 2 Coríntios 6.14, onde o apóstolo proíbe os cristãos de terem relações com os idólatras.

Portanto, ao pensar em casamento, o cristão não deve cogitar a possibilidade de casar-se com o não-cristão. Pois essa é a recomendação bíblica.

No decorrer do texto, Paulo o apóstolo, apresenta a seguinte pergunta: “Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente?

Para que o casamento cristão tenha sucesso, é muito importante que os dois tenham uma maneira única de pensar, no que se refere ao compromisso com Deus.

Se ambos forem cristãos, a Palavra de Deus será o seu guia. Na tomada de decisões, para regar o amor, para ensinar aos filhos, para impor limites ao lar. O homem e a mulher são os sacerdotes da família. Sendo assim, eles devem amar a Palavra e honrá-la.

Ao casar com o descrente, o cristão abre a brecha da desigualdade. O poderoso princípio da concordância descrito em Mateus 18.18,19, não estará em vigor. Porque um dos dois não crê da mesma forma.

Além disso, quando o cristão casa com o não-cristão, na maioria das vezes ele sofre em diversos pontos no casamento. Principalmente na santificação.

Apenas uma parcela mínima de cristãos que casaram com o não-cristão teve sucesso com relação a fé em suas famílias. O que ocorre na maioria, é que a família fica dividida entre a forma de comportamento secular e cristã.

Quais os princípios de um lar cristão?

A base do casamento cristão deve ser a Palavra de Deus (Mateus 7:24-26). Observe que no texto em destaque, o Senhor Jesus Cristo chama de prudente, aquele que construiu sua casa sob suas orientações.

Portanto, para que o casamento seja bem-sucedido é necessário que o casal tenha um bom relacionamento com a Bíblia Sagrada.

Ir à Igreja é muito importante, contudo não é o suficiente. É necessário que o casal, que como já vimos são os responsáveis pelo lar, separem tempo, com regularidade para ler a Palavra de Deus e orar.

É exatamente esta a recomendação que o Senhor Deus faz aos filhos de Israel, antes que eles se tornem uma grande nação. Deus começa a estruturá-los com bons princípios familiares (Deuteronômio 6:5-8).

Ou seja, a base para uma família saudável deve ser os mandamentos e os princípios estabelecidos por Deus na sua Palavra.

Como Ter Um Casamento Abençoado?

Para ter um casamento abençoado é imprescindível que o casal comece pedindo a bênção de Deus (2 Samuel 7:29). No Brasil, é muito comum nos nossos dias que os casais se “juntem”. Chama-se esta união de estável, a depender do tempo. Ela se dá quando o homem e uma mulher decidem viver como casados, mas não o fazem juridicamente.

Já o casamento, é definido da seguinte forma:

“Assim sendo, para Leite (2005) Casamento é o vínculo jurídico entre homem e a mulher que se unem material e espiritualmente para constituírem uma família. Estes são os elementos básicos, fundamentais e lapidares do casamento. (LEITE, 2005, p. 47). (fonte: Casamento Civil X União Estável – diferenças e semelhanças)

Isso significa que a primeira atitude do casal cristão é oficializar sua relação pelo menos, juridicamente por meio do casamento no civil.

A celebração religiosa não é obrigatória. Deve ser feita de acordo com as condições financeiras do casal. Caso seja precária, é possível convidar o pastor (a) para ministrar a bênção de Deus sobre a união.

O Casamento cristão não deve ser um peso. O mais importante é a união e a obediência a Deus, visto que é parte determinante da recomendação bíblica (Hebreus 13:4).

Ou seja, se você quer um casamento abençoado siga os conselhos bíblicos. Não siga os padrões do “mundo”, nem conselhos de ímpios.

Como Resolver as Crises no Casamento

Embora esteja alicerçado na Palavra de Deus, não é incomum que o casamento cristão passe por momentos de crise.

Assim sendo, é muito importante que um dos cônjuges busque intimidade com Deus, por meio da Palavra e a oração.

A promessa é que o Senhor cuida da vida de seus filhos. Isto incluí todas as áreas da nossa vida, sendo o casamento uma delas. “Em tempos de adversidade não ficarão decepcionados…” (Salmos 37:18,19), é o que diz a Bíblia. Ou seja, em dias de casamento em crise a graça de Deus é indispensável .

Faça de Deus o conselheiro do seu casamento, muitos casais elegem os pais, os avós ou algum familiar, amigos, líderes, enfim e colocam neste posto importante de suas vidas. Eles escolhem seguir o que estas pessoas dizem.

Contudo, muitas vezes a presença de outras pessoas pode afetar o relacionamento do casal. Não estou dizendo que você não deve pedir conselhos a outras pessoas. Mas quero deixar bastante claro que a Soberania do seu lar, deve pertencer a Deus.

O Casamento Cristão e a União Homossexual

Ele respondeu: “Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’ e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’? (Mateus 19:4,5)

Muitos questionam o fato de Jesus não ter falado diretamente sobre a união homossexual. Mas se olharmos bem, vamos perceber que Ele falou.

Prestando atenção em Mateus 19:4,5 veremos que Ele falou. Nele o Senhor ratifica, ou seja, reforça que a vontade de Deus para o casamento é a união entre um homem e uma mulher.

Devemos ter em mente, que um dos propósitos principais do casamento é a continuação da raça humana. Isso ocorre por meio da relação sexual sadia entre o marido e a sua mulher (Gênesis 1:28).

Por outro lado, a união homossexual é uma relação estéril. É uma relação que não gera filhos de maneira natural, comprometendo a existência da raça humana.

Ainda nesta linha, é muito importante que façamos uma análise histórica do termo casamento, para que tenhamos uma noção mais profunda da utilização da palavra pelos nossos antepassados, e você pode fazer, acessando: análise completa do termo em Casamento homossexual: impossibilidade lexicogramatical).

Conclusão

O casamento cristão é uma bênção. Ter um lar na presença de Deus nos garante paz e segurança, mesmo em meio as maiores adversidades. Fica fácil perceber que só alcançaremos êxito em nossa família se ela for dirigida pela Palavra de Deus.

Para isso é necessário que pais cristãos invistam tempo na leitura da Bíblia, na oração e na comunhão familiar. Só assim, construiremos um lar onde o Espírito Santo é bem-vindo. 

Por fim, eu gostaria de conhecer a sua opinião. Deixe seu comentário, ou dúvida. Sua participação é muito bem-vinda. Além disso, compartilhe com o maior número possível de pessoas. Amigos, parentes, etc. Eles vão gostar de saber mais sobre o tema.

16 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom esse estudo, eu estou vivendo um dilema, sei que preciso obedecer a palavra de Deus, bemeu caso é o seguinte, quando decidi me casar eu amava outra pessoa que até hoje não esqueço, e com quem me casei ela sabia disso, lembrando ao decidi casar tanto eu quanto minha esposa estávamos afastados de Cristo, casamos no intuito de firmamos nos caminhos de Deus, mais com o tempo acabei me vendo só indo pra igreja,pois é minha esposa não me acompanhou como foi o combinado, dez anos se passaram, e me separei doeu casamento, e reencontrei a pessoa que tanto amei e amo ainda. Mais a bíblia me impede de casar me, outra vez se eu me divorciar. Apóstolo Paulo diz que eu tenho que voltar para meu casamento. Mais se eu amo outra pessoa como faço.

  2. Amei este estudo um dia casei mas como estava afastada da igreja casei com julgo desigual ele gostava do espiritismo e se dizia católico por fim meu casamento durou dois anos e oito meses hoje sou divorciada estou sozinha tentei três relacionamento mas não deu certo tive um casal de filhos do primeiro casamento dos outros não hoje vejo o quanto eu errei por desobediência fiquei viúva a sete meses era um homem que me traia era um inferno de vida mas suportei porque o amava hoje moro sozinha meu filho e casado no certo já a filha não soube esperar e amiga da com um homem mas estou orando voltei pra igreja a sete meses a volta tá sendo dura mas Deus e fiel nessa mensagem aprendi muito Parabéns por esse estudo dou glorias a Deus pela sua vida obrigado

  3. Ola bom dia .
    A palavra de Deus nos diz que só a morte separa(acaba)um casamento!
    A questão é, se houver o adultério é ambos se separarem, não poderão mais casar com outra pessoa?

  4. Olá,
    Boa noite!
    A palavra de Deus nos diz que só a morte separa(acaba)um casamento!
    A questão é, se houver o adultério é ambos se separarem, não poderão mais casar com outra pessoa?

  5. A PAZ DO SENHOR MEU CARO ACHEI MTO INTERESSANTE SEUS COMENTARIOS E ESTUDOS, ESTUDO TRADIÇÃO JUDAICA E TENHO ESTUDOS NA AREA PARA FAMILIAS GOSTEI MTOS ALGUNS COMPLEMENTOS AO MEUS ESTUDO..SHALOM BARUCH HASHEM ADONAI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here