A histórica batalha entre Davi e Golias é uma das mais conhecidas e populares, não apenas da Bíblia, mas de todo o mundo. A disposição de um jovem pastor de ovelhas para enfrentar um soldado gigante e experiente na batalha, não passaria de uma atitude louca, caso Davi não tivesse vencido.

Neste estudo bíblico, eu quero analisar com você quais atitudes de Davi podem ser replicadas em nossas vidas, de forma que possamos alcançar resultados tão extraordinários como ele.

São 10 atitudes ao todo, e vale muito a pena conferir cada uma delas!

Davi e Golias: Uma Percepção Diferente

Enquanto conversava com eles, Golias, o guerreiro filisteu de Gate, avançou e lançou seu desafio habitual; e Davi o ouviu. Quando os israelitas viram o homem, todos fugiram com muito medo. (1 Samuel 17:23,24)

Muitos desafios surgem diante de nós todos os dias. Mas não é algo exclusivo. Todas as pessoas em todo o mundo, sem exceção são desafiados da mesma forma.

A grande questão que intriga a maioria de nós é: Por que uns conseguem vencer e outros não?

Davi e Golias nos dão a resposta.

Golias já desafiava o exército de Israel havia 40 dias, mas todos tinham medo dele. Ninguém encontrava nenhuma forma de vencê-lo.

No entanto, quando Davi ouviu a afronta de Golias, sua atitude foi diferente. Sua atitude foi enfrentar o desafio. “Acabar com o gigante”.

Como você lida com os desafios que surgem à sua frente? Com os gigantes? Quem é você quando desafiado?

Os homens de Saul? Ou Davi?

A nossa resposta ao problema determinará se venceremos ou não. Pelo menos a nossa atitude deve ser diferente dos incrédulos. Quando ouviu o desafio que afrontava a Deus, Davi creu que podia vencê-lo.

Davi e Golias: Minha Vida Vai Melhorar?

Davi perguntou aos soldados que estavam ali ao seu lado: “O que receberá o homem que matar esse filisteu e salvar a honra de Israel? Quem é esse filisteu incircunciso para desafiar os exércitos do Deus vivo? “

Repetiram a Davi o que haviam comentado e lhe disseram: “Isto é o que receberá o homem que matá-lo”. (1 Samuel 17:26,27)

A história de Davi e Golias é um maravilhoso exemplo de como devemos aproveitar as oportunidades que o Senhor Deus coloca diante de nós.

Davi sabia que podia enfrentar o gigante Golias, e quis saber qual a recompensa que seria dada ao vencedor. Ao ouvir o relato dos soldados ele ficou ainda mais empolgado e passou a ter ainda mais certeza de que lutaria contra o gigante.

É impressionante como no meio do povo de Deus há pessoas sem perspectiva. Sem desejo de crescimento e vitória.

Muitos chegam até, a criar a “doutrina da miséria”, distorcendo os ensinos do Senhor Jesus para justificar seu estilo de vida miserável.

Deus coloca muitos desafios diante de nós maiores que a nossa capacidade, para nossa dar a oportunidade de ver o seu poder em manifestação em nossa vida.

Golias foi a promoção de Davi, isso porque ele soube aproveitá-la. Caso ele tivesse agido como os outros soldados de Saul, outra pessoa seria levantada por Deus e desfrutaria dos benefícios.

Precisamos pedir a Deus a sensibilidade necessária para perceber as “oportunidades de ouro” que Ele prepara para nós. Isso mesmo. Aquelas situações que vão mudar a nossa vida para sempre se confiarmos no Senhor e seguirmos em frente.

Davi e Golias: “Você Não Pode Fazer Isso”

Quando Eliabe, o irmão mais velho, ouviu Davi falando com os soldados, ficou muito irritado com ele e perguntou: “Por que você veio até aqui? Com quem deixou aquelas poucas ovelhas no deserto? Sei que você é presunçoso e como seu coração é mau; você veio só para ver a batalha”.

E disse Davi: “O que fiz agora? Será que não posso nem mesmo conversar? ” (1 Samuel 17:28,29)

Quantas vezes você já ouviu essa frase?

“VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO!”

Bem, eu particularmente já perdi as contas. Inúmeras pessoas, principalmente as mais próximas, na maioria das vezes, nos dizendo que nós jamais sairemos do lugar ou situação em que estamos, para algo melhor.

Mais isso É UMA GRANDE MENTIRA DO DIABO!

Ao perceber que Davi estava disposto a enfrentar Golias, seus irmãos começaram a hostilizá-lo. Com palavras de menosprezo e julgamentos ele tentaram desanimar o irmão caçula de sua confiança em Deus.

Mas o menino não cedeu.

Davi e Golias deve ser para nós uma inspiração sobre como devemos lidar com as vozes contrárias. Com a oposição.

A maioria dos bons cristãos que eu conheço, desanima, se sente frágil, inseguro e começam a dizer: “Por que ninguém me apoia!”

Não foi o caso do futuro rei de Israel. Ele tinha certeza de que o Senhor era o seu maior apoio e por isso não desanimou.

Tudo o que eu e você precisamos para fazer coisas extraordinárias em Nome de Jesus, é do apoio dele. Se Ele abençoar, então vá em frente.

Davi e Golias: Aquele Que Passa Confiança

Davi disse a Saul: “Ninguém deve ficar com o coração abatido por causa desse filisteu; teu servo irá e lutará com ele”. (1 Samuel 17:32)

Eu amo os esportes. Principalmente o futebol. Embora, tenha deixado minha habilidade nas quadras há mais de dez anos, eu continuo acompanhando tudo como um “experiente” comentarista (RISOS!).

Pois bem, um dos momentos que eu mais valorizo o jogador, em relação a ter ou não personalidade, é quando diante de uma grande decisão de pênaltis ele se apresenta como voluntário para ser um dos cobradores.

Esses dias, inclusive, ouvindo uma entrevista do técnico Mano Menezes (Ex-Seleção Brasileira) ele falou justamente sobre isso. Em suas palavras ele disse que é um momento em que o jogador sabe ou não se está bem. E é muito mais fácil para o técnico quando ele se apresenta como voluntário.

Isso demonstra personalidade – Disse, Mano Menezes.

Foi o que Davi fez. Ao chegar diante do rei Saul ele passou tranquilidade. “Ninguém deve ficar com o coração abatido por causa desse filisteu; teu servo irá e lutará com ele”.

Noutras palavras, Davi estava dizendo: “a aflição de vocês acabou. Eu vou lutar e vou vencer”.

Sinto falta de cristãos determinados assim em nossos dias. Normalmente o que ouço é: “Seja feita a vontade de Deus” – em um tom completamente incrédulo e fugitivo. Noutras palavras o que as pessoas a maioria das vezes querem dizer é: “Se der errado, foi Deus que quis assim”.

Lamentável!

Davi nos ensina que a nossa atitude e comportamento é fundamental para o agir de Deus.

Observe o que disse o Senhor Jesus:

E ele, tocando nos olhos deles, disse: “Que lhes seja feito segundo a fé que vocês têm! ” (Mateus 9:29)

Jesus respondeu: “Mulher, grande é a sua fé! Seja conforme você deseja”. E naquele mesmo instante a sua filha foi curada. (Mateus 15:28)

Jesus respondeu: “Eu lhes asseguro que, se vocês tiverem fé e não duvidarem, poderão fazer não somente o que foi feito à figueira, mas também dizer a este monte: ‘Levante-se e atire-se no mar’, e assim será feito. (Mateus 21:21)

Davi e Golias nos mostram como uma fé sincera e uma motivação segundo o coração de Deus, ativam a manifestação do sobrenatural e determinam o final previsto pelo que crê.

Davi e Golias: A Importância da Experiência Com Deus

Respondeu Saul: “Você não tem condições de lutar contra este filisteu; você é apenas um rapaz, e ele é um guerreiro desde a mocidade”.

Davi, entretanto, disse a Saul: “Teu servo toma conta das ovelhas de seu pai. Quando aparece um leão ou um urso e leva uma ovelha do rebanho, eu vou atrás dele, atinjo-o com golpes e livro a ovelha de sua boca. Quando se vira contra mim, eu o pego pela juba, atinjo-o com golpes até matá-lo.

Teu servo é capaz de matar tanto um leão quanto um urso; esse filisteu incircunciso será como um deles, pois desafiou os exércitos do Deus vivo. (1 Samuel 17:33-36)

A confiança de Davi não era sem causa. Nos lugares comuns de sua vida ele havia desenvolvido um relacionamento sincero com Deus e ali, teve experiências que fortaleceram sua fé e dependência do Senhor.

Muito se fala sobre o fato de Deus agir ou não em nossas vidas. A verdade é que se colocássemos um microfone nas mãos de cada cristão sincero dessa nação, nos surpreenderíamos com os feitos de Deus entre o seu povo.

Mas o povo comum dificilmente é ouvido em nossas Igrejas, hoje em dia – Falo em termos gerais.

Pois bem, as experiências que Davi teve com o Senhor enquanto servia a seu pai e a seus irmãos, capacitaram sua fé para derrubar o gigante Golias e enfrentar muitos outros desafios em sua trajetória.

Antes de derrubar Golias, precisamos matar os leões e os ursos que atacam nosso quintal. Se não tivermos experiências “domésticas” com Deus, como enfrentaremos os gigantes estrangeiros.

Essa é a precipitação da maioria de nós. Queremos começar grande.

Voltando para os jogadores de futebol, antes de ser profissional e atuar em um grande clube da Série A do campeonato brasileiro, eles precisam jogar nas categorias de base.

Precisam passar por cada divisão, até amadurecerem e estar prontos para os grandes jogos. Assim é conosco. Precisamos começar com “pequenos milagres”, e consequentemente estaremos prontos para os grandes desafios.

Davi e Golias: Confiança em Deus

O Senhor que me livrou das garras do leão e das garras do urso me livrará das mãos desse filisteu”. Diante disso Saul disse a Davi: “Vá, e que o Senhor esteja com você”. (1 Samuel 17:37)

No início da minha vida com Cristo, há quase vinte anos atrás, eu ouvi muitos as pessoas dizerem: “Ah! Logo que eu converti tinha tanto desejo de servir a Cristo, agora com o passar do tempo essa motivação passou”.

Confesso que na época eu fiquei bastante assustado, mas hoje eu sei que isso é “desculpa fiada”.

As experiências de Davi no começo eram os fundamentos necessários para aquele momento decisivo em sua vida. Não espere que Deus lhe promova, antes que você amadureça.

Acumule experiências e guarde-as bem no registro da sua fé. Quando os desafios vierem e você recorrer ao passado, vai perceber que o Deus que agiu antes age depois.

Foi o que Davi fez.

Davi e Golias nos ensinam que experiências de fé do passado devem ser guardado em um lugar especial do nosso coração. As orações de fé, os jejuns, as vigílias, cada um desses elementos e suas respostas devem fazer parte de nossa memória.

Pois quando for necessário, traremos eles à nossa memória.

Davi e Golias: Lute Com o Que Deus Te Deu

Então Saul vestiu Davi com sua própria túnica. Colocou-lhe uma armadura e um capacete de bronze na cabeça.

Davi prendeu sua espada sobre a túnica e tentou andar, pois não estava acostumado àquilo. E disse a Saul: “Não consigo andar com isto, pois não estou acostumado”. Assim tirou tudo aquilo, e em seguida pegou seu cajado, escolheu no riacho cinco pedras lisas, colocou-as na bolsa, isto é, no seu alforje de pastor e, com sua atiradeira na mão, aproximou-se do filisteu. (1 Samuel 17:38-40)

Quando por fim as pessoas resolvem nos apoiar, já percebeu que na maioria das vezes elas querem que sigamos o plano delas. Primeiro elas não acreditam em nós e quando resolvem acreditar, querem mudar o planejamento.

Foi isso que Saul fez com Davi, depois de muita relutância finalmente o rei concordou, mas antes da luta deu ao jovem pastor sua armadura.

Mas isso foi um problema!

Davi não conseguia se mexer com aquilo. Muito menos lutar. A única coisa que ele faria bem com a armadura de Saul, seria morrer.

O que Davi fez?

Ele tirou a armadura do rei. Com muita personalidade rejeitou a sugestão da maior autoridade de sua nação e fez aquilo que estava acostumado.

Não precisamos mudar tudo em nossa vida para chegar ao próximo nível daquilo que o Senhor tem preparado para nós. Tudo que precisamos fazer é seguir a direção de Deus, tal como estamos acostumados.

Davi e Golias nos ensinam que nem tudo deve ser remodelado, desfeito. Pelo contrário, há um grande poder na simplicidade e na consistência fundamentadas no relacionamento com Deus.

Davi e Golias: A Visão Espiritual

E Davi disse ao filisteu: “Você vem contra mim com espada, com lança e com dardo, mas eu vou contra você em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem você desafiou.

Hoje mesmo o Senhor o entregará nas minhas mãos, e eu o matarei e cortarei a sua cabeça. Hoje mesmo darei os cadáveres do exército filisteu às aves do céu e aos animais selvagens, e toda a terra saberá que há Deus em Israel.

Todos que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos”. (1 Samuel 17:45-47)

Já vimos que a percepção que Davi tem das coisas é extremamente diferenciada. Enquanto todos tinham medo, ele via uma afronta a Deus. Quando todos tremiam, ele enxergava uma oportunidade.

Pois bem, isso era fruto de sua apurada visão espiritual. A incredulidade dos soldados de Israel e de Saul não lhes dava condições para enxergar além.

Davi, por outro lado, enxergava com os olhos espirituais. Enquanto Golias o amaldiçoa por seus deuses de madeira e barro, Davi lhe responde profeticamente, declarando o que irá acontecer a ele por causa do poder de Deus.

Tal como Davi falou aconteceu e Golias foi derrotado.

Antes de lutar o filho de Jessé sabia que venceria por todos os fatores anotados anteriormente, e fez questão de declarar pela fé, no momento certo, qual o final do gigante.

Davi e Golias nos ensinam que a nossa visão não pode ser limitada ao que é visível, palpável. Precisamos ter a sensibilidade espiritual aprimorada de forma que ao lidar com grandes desafios, sejamos capazes de enxergar o que há do outro lado.

Davi e Golias: Não Precisa Ser Complicado

Retirando uma pedra de seu alforje ele a arremessou com a atiradeira e atingiu o filisteu na testa, de tal modo que ela ficou encravada, e ele caiu com o rosto no chão. Assim Davi venceu o filisteu com uma atiradeira e uma pedra; sem espada na mão ele derrubou o filisteu e o matou. (1 Samuel 17:49,50)

Eu não sei você, mas as vezes eu acho que o cristianismo em nossos dias está muito complicado. Não é o estilo de vida ensinado por Jesus. Simples, prático, cheio de resultados visíveis, direto ao ponto.

O complicado é mais parecido com o sistema legalista dos fariseus. Cheios de detalhes tão minuciosos que mais distanciavam as pessoas de Deus, do que as aproximava.

Davi precisou lidar com isso e vimos o que ele fez, ele rejeitou a complicada armadura de Saul. O simples não precisa ser vulgar e na maioria das vezes é efetivo.

O futuro rei de Israel enfrentou o maior desafio de sua vida, até aquele momento, com as roupas e ferramentas do seu trabalho diário. Ele não se vestiu de um personagem. Não mudou a voz.

Nada. Absolutamente nada de diferente ele fez. Ele pegou o que lhe era diariamente comum.

Muitas vezes desprezamos as ferramentas comuns do nosso dia-a-dia, porque o cristianismo pregado na maioria dos nossos púlpitos já determinou o estereótipo válido.

Isto é, o que Deus usa e faz. E o que Deus não usa e não faz.

Com isso, a Igreja em nossa nação tem conseguido limitar o potencial dos nossos cristãos e apenas alguns “Iluminados” conseguem se destacar na multidão.

Davi e Golias nos ensinam que um simples estilingue e uma pequena pedra, podem mudar o rumo e a história de uma nação, quando quem as está utilizando é um comprometido servo do Senhor.

Por isso, eu lhe encorajo a estar atento as pequenas coisas que você utiliza diariamente. Elas podem ser um poderoso canal de transformação em sua vida.

Davi e Golias: A Repercussão da Vitória

Davi correu e se pôs de pé sobre ele; e desembainhando a espada do filisteu acabou de matá-lo, cortando-lhe a cabeça com ela. Quando os filisteus viram que seu guerreiro estava morto, recuaram e fugiram. (1 Samuel 17:51)

Ao derrotar Golias, Davi mostrou ao povo de Israel que era possível voltar a vencer com a ajuda de Deus.

Desde que Saul havia sido rejeitado pelo Senhor, as campanhas militares eram todas fracassadas. Os filisteus assolavam a nação e levavam o melhor de Israel, inclusive a confiança em Deus.

A atitude de Davi não mudou apenas a sua vida, mas a vida de seu povo. Sua nação. Isso ainda é possível.

Se queremos ter uma família melhor. Uma Igreja, cidade, estado ou nação melhores, precisamos melhorar nossa atitude.

Precisamos confiar mais no nosso Deus e nos colocar como intercessores e guerreiros na batalha. Devemos abandonar o lugar de expectadores e assumir o papel de soldados à frente da batalha.

Só assim, de maneira ativa é que viveremos um futuro melhor e desfrutaremos do melhor de Deus para nossa vida.

Conclusão

A vitória de Davi sobre Golias nos mostra que tudo é possível ao que crê. Se formos capazes de desenvolver um relacionamento saudável com o Senhor no lugar comum da nossa vida, grandes coisas nos esperam no futuro.

O dia-a-dia do filho de Jessé, era o de um israelita comum, com suas tarefas, obrigações. Mas foi exatamente ali, neste lugar ordinário que o Senhor o capacitou para o extraordinário.

A minha oração é que o Senhor nosso Deus encontre em nós tal disposição e devoção sincera. Que dia após dia, sejamos impactados por seu cuidado e amor na busca pela revelação da Sua glória.

Não esqueça de deixar o seu comentário e compartilhe com seus parentes e amigos.

Deus abençoe!

7 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here