A palavra ‘Deus’, aparece entre 4.000 e 7.000 vezes nas principais traduções da Bíblia em português. Ele é visto, crido e representado por milhares de formas ao longo das épocas em todas as nações.

Mas quem é Deus? Como Ele se manifesta? Qual a sua representação correta? Qual a expressão de religião que o revela corretamente? A Bíblia é a sua Palavra?

Neste estudo bíblico pretendo trazer um esclarecimento abrangente sobre todas essas questões, além de abordar outras.

A Bíblia é a Palavra de Deus? 

A Bíblia é a Palavra de Deus

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça. (2 Timóteo 3:16)

A Bíblia é Inspirada. O termo grego é theopneustos, significa soprada por Deus. Ou seja, ele “soprou”, sussurrou os escritos da Bíblia aos ouvidos de seus autores.

A maior evidência de que isso é fato e verdade, não está na ciência nem na arqueologia. Está nas pessoas. A Bíblia não um livro informativo, como por exemplo, um jornal, cuja notícias informam e instruem em determinado momento e contexto. Tendo um prazo de validade.

O propósito da Bíblia é ser útil. O termo no grego é ophelimos, que significa benéfico, vantajoso, útil. A Bíblia não procura satisfazer a curiosidade, ou ser mais uma fonte para debates sobre as questões da vida. Ela procura ser útil a cada ser humano para questões de seu relacionamento com o Senhor e com a vida, isso diariamente.

Embora o apóstolo Paulo tenha feito essa declaração (2 Timóteo 3:16), provavelmente com relação ao Antigo Testamento, visto que ele não sabia que as suas, e outras cartas se tornariam parte do Novo Testamento, as palavras do apóstolo Pedro confirmam sua veracidade.

Ele recebeu honra e glória da parte de Deus Pai, quando da suprema glória lhe foi dirigida a voz que disse: “Este é o meu filho amado, em quem me agrado”. Nós mesmos ouvimos essa voz vinda do céu, quando estávamos com ele no monte santo. Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como a uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em seus corações. Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal, pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo. (2 Pedro 1:17-21)

O que isso significa?

Significa que o Testemunho dado pelos apóstolos através dos Evangelhos e das cartas a cerca de Jesus Cristo são parte dessa profecia.

As Utilidades da Bíblia a Palavra de Deus 

A Bíblia é útil para o ensino: O termo grego é didaskalia, refere-se a doutrina. Não um ensinamento simples, momentâneo, que pode ser esquecido. Esse termo faz referência a ensinos eternamente importantes, que não podem ser esquecidos nem ignorados.

A Bíblia é útil para a repreensão: O termo grego é elegmos, tem o sentido de prova (teste), evidência. Indica convicção, condenação de um criminoso, ou chamar atenção por um erro. Ou seja, o ensino dela nos purifica. Molda nosso caráter. Deixando-o parecido com caráter do Senhor.

A Bíblia é útil para a correção: O termo grego é epanorthosis, significa aprimoramento. A Bíblia não nos mostra onde estamos errados, apenas, ela mesma nos aperfeiçoa. O seu caráter vivo e eficaz (Hebreus 4.12), produz no ser humano um aperfeiçoamento “natural” à medida que este põe em prática suas instruções.

A Bíblia é útil para a instrução na justiça: O termo grego para instrução é paideia, que significa educação de crianças, criação, treinamento, disciplina, instrução. Já a palavra justiça é dikaiosune, significando: treinamento naquilo que é reto.

Ou seja, o convívio, contato do ser humano com a Bíblia o levará a praticar o que é justo diante do Senhor. Algo como o caráter moral de Jesus (Para saber mais leia o Estudo: as Bem-aventuranças – Como Ser Bem-Aventurado em 8 Passos).

Deus Existe?   

Deus Existe?

Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. (Hebreus 11.3)

A Bíblia não se propõe a provar que Deus existe. Ela diz que Ele existe. Portanto, você precisa crer na sua inspiração, ou pelo menos buscar saber se ela é confiável, para entender melhor o assunto.

Essa existência começa a ser entendida pela fé. Por quê?

Porque Deus é espirito. A fé nos capacita a entender a sua existência conforme é descrita e ensinada na Bíblia.

E qual a minha resposta para as perguntas: “Qual a origem de Deus?”, “Quem o criou?”

É o que está escrito em Isaías 43.13: Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?

Deus é! Ele disse a Moisés: “Eu Sou o que Sou” (Êxodo 3.14).

Ele está em uma esfera de conhecimento infinitamente maior do que a nossa. As respostas a essas perguntas fogem a nossa noção de realidade. Por quê?

Porque nós estamos sujeitos a tempo e espaço. Para nós a vida começou com a existência da humanidade. Para o Senhor não. Ele não possui começo nem fim. Através de Jesus ele declara: Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim. (Apocalipse 22:13)

Ou seja, Deus não possui origem. Ele é a origem.

Quem é Deus? 

Quem é Deus?

Essa é uma resposta bastante complexa. Uma coisa é você perguntar: “Quem é Diego Nascimento? ”. Você pode saber tudo que importa sobre mim em algumas linhas. Agora, responder quem é Deus?, fica bem mais complexo, por causa de quem Ele é.

Por isso eu pretendo desenvolver a resposta da seguinte forma:

  • A Revelação progressiva;
  • Os Atributos de Deus;

A Revelação Progressiva 

Há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas, mas nestes últimos dias falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez o universo. (Hebreus 1:1,2)

O escritor aos hebreus afirma que o Senhor falou, no passado de muitas maneiras por meio dos profetas e continua falando hoje por meio do testemunho e ensinamentos de Jesus Cristo, seu filho. Ou seja, falou de uma maneira no passado e fala de outra hoje.

A Bíblia começa dizendo: No princípio Deus criou os céus e a terra. (Gênesis 1.1). A partir daí, ao longo dos 66 livros, os trechos bíblicos vão revelando traços da sua “pessoa”.

Já com a Terra pronta e com seus habitantes Adão e Eva morando no jardim do Éden, o Senhor tinha o costume de visitá-los ao entardecer (Gênesis 3.8). Foi em um desses encontros que Ele deu as instruções de como o casal deveria viver, mostrando o seu interesse em revelar-se a humanidade.

Nos nossos dias essa comunicação se dá de pelo menos duas maneiras:

  • A revelação especial: Através da Bíblia Sagrada, que revela os atributos e o propósito do Senhor para a humanidade.
  • A revelação geral: Essa comunicação se dá por meio da Criação, sua intervenção na História e na constituição da humanidade.

Pois assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito. (Isaías 57.15)

Deus embora Alto e Sublime, procura relacionar-se com o ser humano de forma harmoniosa, no entanto Ele estabelece um pré-requisito: contrito e humilde de espírito. Para chegar ao final da jornada do conhecimento do Senhor, é necessário ter humildade. Por quê?

Há muitas coisas sobre Ele que não compreenderemos. Mas precisamos aceitar. É nesse ponto que muitas pessoas param. O ser humano do século XXI é colocado no centro, como deus. Ou seja, quer ter domínio sobre tudo e ter todas as respostas.

O Senhor não nos dá todas as respostas. Embora se revele a humanidade, o conhecimento que temos sobre Ele não é pleno. É parcial. O apóstolo Paulo diz que “agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho…” (I Coríntios 13.12), mas depois, quando o Senhor se revelar plenamente conheceremos “plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido. ” (1 Coríntios 13:12).

A Teofania 

A teofania é uma das formas utilizadas por Deus, após o pecado de Adão e Eva, para se revelar no Antigo Testamento. Ela se dava quando o Senhor aparecia sob a forma de: anjo, homem de fogo, nuvem, voz audível, etc.

Exemplos:

  • Deus apareceu a Jó num redemoinho (Jó 38.1)
  • Apareceu a Abraão em forma de homem (Gênesis 18.1-8; 17.1)
  • Apareceu a Isaque (Gênesis 26.2,24)
  • Apareceu a Jacó (Êxodo 6.3; Gênesis 28.13-17)
  • Na sarça ardente (Êxodo 3.2-6)
  • Na coluna de nuvem e fogo (Êxodo 14.24)
  • Na nuvem escura sobre o Monte Sinai apareceu a todo o povo (Êxodo 19.9,11,16-19; 20.18-21)
  • E também aos anciãos (Êxodo 24.9-11.15-18)
  • E ainda na tenda da congregação (Êxodo 33.7-11)

As Profecias 

Há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas… (Hebreus 12.1)

A partir de Moisés, Ele começou a falar com a humanidade por meio da profecia, palavras inspiradas. O profeta recebia a revelação por meio de sonhos, visões ou da voz audível do Senhor e tinha a responsabilidade de entregar a mensagem ao destinatário.

Essa forma de comunicação se deu de Moisés a João Batista (Lucas 16.16). O que permanece hoje é a profecia como dom espiritual.

Deus e o Seu Filho Jesus

No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. (João 1.1)

Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade. (João 1.14)

Ninguém jamais viu a Deus, mas o Deus Unigênito, que está junto do Pai, o tornou conhecido. (João 1.18)

Vimos que o Senhor, nos últimos dias – isto é a nossa era – nos fala por meio de seu Filho Jesus Cristo. E esta comunicação é com certeza a maior e mais completa que as duas anteriores. A revelação por meio da teofania e da profecia se dava de forma simbólica e temporária.

A revelação do Senhor por meio de Cristo é mais completa que as anteriores porque desde o princípio Ele estava com Deus, e era Deus. Outro fator fundamental, é que ninguém jamais viu a Deus, mas o Deus Unigênito, que está junto do Pai, o tornou conhecido.

Ou seja, a revelação que Jesus traz é a mais completa e com maior autoridade.

Alguns dos Atributos Deus

Atributos de Deus

No decorrer da Bíblia, o Senhor vai revelando partes de seus atributos. Esses atributos são divididos em dois grupos: atributos incomunicáveis e os atributos comunicáveis.

Atributos incomunicáveis: são exclusivos da divindade. Apenas o Senhor os têm. São eles:

  • PerfeiçãoPorventura alcançarás os caminhos de Deus, ou chegarás à perfeição do Todo-Poderoso? (Jó 11.7)
  • EspiritualidadeDeus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. (João 4.24)
  • InfinitudeE agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. (…) porque tu me amaste antes da fundação do mundo. (João 17.5,24)
  • EternidadeO teu trono está firme desde então; tu és desde a eternidade. (Salmos 93.2)
  • ImutabilidadeE também diz: “No princípio, Senhor, firmaste os fundamentos da terra, e os céus são obras das tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; envelhecerão como vestimentas. Tu os enrolarás como um manto, como roupas eles serão trocados. Mas tu permaneces o mesmo, e os teus dias jamais terão fim”. (Hebreus 1:10-12)
  • Onipresença e Imensidade“Sou eu apenas um Deus de perto”, pergunta o Senhor, “e não também um Deus de longe? Poderá alguém esconder-se sem que eu o veja? “, pergunta o Senhor. “Não sou eu aquele que enche os céus e a terra? “, pergunta o Senhor. (Jeremias 23:23,24)
  • OnipotênciaPois nada é impossível para Deus. (Lucas 1.37)

Atributos comunicáveis: são aqueles que podem ser espelhados pelo ser humano, embora numa escala infinitamente menor. São eles:

  • A Santidadepois está escrito: “Sejam santos, porque eu sou santo”. (I Pedro 1.16)
  • Verdade e Fidelidade – Nas tuas mãos entrego o meu espírito; resgata-me, Senhor, Deus da verdade. (Salmos 31.5)
  • O Amor Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. (…) Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. (1 João 4.8,16)
  • BondadeO Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras. (Salmos 145.9)
  • Misericórdia, Longanimidade e a Graça – Misericordioso e piedoso é o Senhor; longânimo e grande em benignidade. (Salmos 103.8)
  • Justiça – Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias. (Salmos 7.11)
  • Sabedoria – Com ele está a sabedoria e a força; conselho e entendimento tem. (Jó 12.13) 

Deus Pode Ser Encontrado?

Deus pode ser Encontrado?

Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei. Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. (Jeremias 29:11-13)

Como vimos o Senhor não criou a Terra e abandonou a humanidade a sua própria sorte. Desde o gênesis Ele procura desenvolver intimidade conosco.

Somente Deus sabe o que é melhor para nós. Ele tem bons planos a nosso respeito, propósitos de nos fazer crescer, prosperar.

Para o encontrar é preciso que vivamos o primeiro e grande mandamento: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento… (Lucas 10:27).

Se o amarmos, seremos ouvidos todas as vezes que clamarmos (Salmos 18. 1,6). A distância entre nós e ele foi quebrada por Jesus e a sua morte na Cruz, a nossa comunhão com Ele foi restaurada.

Vida Com Deus: Como Desenvolver?

Vida Com Deus: Como Desenvolver?

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. (Mateus 11:28,29)

É preciso querer. O Senhor Jesus convida. É um convite aberto e irrestrito. Obviamente que há muitas escolhas e renúncias no caminho (Mateus 16.24). Mas agora só depende de você (Hebreus 3.7,8).

“O amor da criatura para com o Criador requer necessariamente obediência; caso contrário, não tem qualquer sentido”. (Francis Schaeffer)

Se você quer ampliar seu conhecimento sobre este assunto, eu recomendo que você leia o estudo sobre intimidade com o Senhor em 7 passos. Acredito que será útil a sua vida.

Deus Fala Comigo?

Pois a verdade é que Deus fala, ora de um modo, ora de outro, mesmo que o homem não o perceba. (Jó 33:14)

Como dito anteriormente, a forma de comunicação do Senhor com a humanidade foi mudando com o passar do tempo: Teofania, Profecia e o testemunho de Jesus.

Atualmente a forma de comunicação geral, do Senhor com a humanidade é a Bíblia Sagrada. É através dela que Ele se revela e se comunica conosco.

Deus fala comigo ou com você, também através do dom da profecia, como falou por exemplo, com o apóstolo Paulo (Atos 21.10,11). No entanto, nenhuma profecia pessoal deve contradizer o que a Bíblia diz. Ou seja, quando receber uma profecia submeta ela ao julgamento das Escrituras.

Uma Palavra de Deus Pode Mudar Sua Vida

No princípio Deus criou os céus e a terra. Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. Disse Deus: “Haja luz”, e houve luz. (Gênesis 1:1-3)

As determinações divinas são como já vimos soberanas, para o Senhor não há nada impossível (Lucas 1.37). E com o poder de sua palavra Ele criou todas as coisas.

Sendo assim, uma Palavra de dele pode mudar todo o rumo da sua história. A Terra era um caos e com uma palavra Ele a reordenou. Pode ser assim na nossa vida. Com apenas uma ordem tudo é reorganizado.

Sem Fé é Impossível Agradar a Deus

Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. (Hebreus 11:6)

Ao aproximar-se do Senhor você precisa sobre tudo, de um elemento: fé. Deus deseja ser crido. Ele não suporta a desconfiança, a incredulidade.

A grande maioria dos hebreus que saíram do Egito no Êxodo, não puderam entrar no descanso do Senhor por causa da incredulidade (Hebreus 3.18,19). Sendo assim, alimente a sua fé com pregações e estudos edificantes, mensagem que o inspire a confiar no Senhor.

A Oração

Na minha aflição clamei ao Senhor; gritei por socorro ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; meu grito chegou à sua presença, aos seus ouvidos. (Salmos 18.6)

A oração é a linguagem do céu, Deus não fica indiferente ao clamor dos seus filhos (Mateus 7.9-11). Não é sem razão que o Senhor Jesus exorta: “Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. (Mateus 7:7,8)

Os Milagres 

Ele realiza maravilhas insondáveis, milagres que não se pode contar. (Jó 5.9)

Deus é bom e na manifestação de sua bondade Ele opera milagres em favor dos que o buscam. Talvez você pergunte: “Qual o critério?”

Como já foi dito antes o critério é a fé. O Senhor Jesus disse: “Não lhe falei que, se você cresse, veria a glória de Deus?” (João 11.40).

Quem Entrará no Reino de Deus?

Certa vez, tendo sido interrogado pelos fariseus sobre quando viria o Reino de Deus, Jesus respondeu: “O Reino de Deus não vem de modo visível. ” (Lucas 17:20)

Só há um caminho e ele foi aberto por Jesus (João 14.6). Sendo assim, apenas aqueles que receberem a Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas, herdarão o reino dos céus.

Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (1 Timóteo 2:3-5).

Então qual a sua escolha?

Conclusão

Não há como provar cientificamente a existência de Deus. Ele é espirito, não há como submetê-lo a testes de laboratório.

O elemento indispensável nesse relacionamento é a fé. É necessário crer que o Senhor existe e que a Bíblia é a sua Palavra, a forma como Ele se comunica conosco e se revela.

Por fim, você o que acha? Concorda com o que foi dito neste estudo? Qual a sua opinião? Deixe o seu comentário. E não esqueça de compartilhar com seus amigos, contatos, parentes. Creio que será bênção na vida deles. 

Deus abençoe!

18 COMENTÁRIOS

  1. Nossa!!!!….a bíblia toda resumida em poucas linhas.. ….parabéns!!….para você entender Deus…..estude o vento….uma de suas criações….você não vê…mais sente…. De tao poderoso____eh capaz de mobilizar o mundo durante um tornado!!!….a fé eh a maior riqueza que alguém pode possuir!!!

  2. muito edificante, eu creio na existencia de Deus,creio que é o criador de todas as coisas,creio em Jesus cristo como meu Salvador e no Espirito Santo como meu consolador e ajudador.Deus é meu Pai e amigo fiel

    • Obrigado Elisa!

      A minha intenção é publicar estudos edificantes e com muito conteúdo, para que possamos aprender muito sobre a Palavra de Deus, que é santa!

      Deus abençoe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here