Estudos Bíblicos Diego Nascimento

Estudo Bíblico Sobre a Graça de Deus: 3 Verdades Preciosas

A graça de Deus é o fator imprescindível da salvação eterna. Não há nada que possamos ser ou fazer, que de alguma maneira, possa substituí-la. Ela é infalível e cheia do amor de Deus.

A graça é mais que suficiente para salvar e restaurar o pecador das garras do pecado. Contudo, precisamos conhecer alguns dos seus aspectos para que possamos extrair o melhor dela em nosso relacionamento com Deus.

Graça, o Favor Imerecido

Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça. (Gálatas 5:4)

A palavra graça, vem do latim gratia que significa: favor, mercê, estima, benevolência. Sendo assim, ela é a misericórdia de Deus não apenas revelada, mas dada ao ser humano.

O apóstolo Paulo diz: “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie”. (Efésios 2:8,9)

Não há nada, definitivamente que eu e você possamos fazer para merecer a graça de Deus. Ela nos é dada mediante o arrependimento sincero, o reconhecimento da morte de Jesus e sua ressurreição ao terceiro dia como propiciação para os nossos pecados.

Desde a antiguidade é muito comum que o ser humano acredite que pode, de alguma forma, merecer a graça de Deus. Penitências. Sacrifícios. Promessas. Há muitos elementos que são utilizados para tal.

No entanto, eles não são necessários. Como disse Paulo: “Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça”. (Gálatas 5:4)

A graça não pode ser conquistada por mérito. Mas está à disposição como favor. Benevolência. Ela é a manifestação do grande amor de Deus por nós.

Pela Graça…

E, se é pela graça, já não é mais pelas obras; se fosse, a graça já não seria graça. (Romanos 11:6)

Há uma frase de C.S Lewis sobre a graça de Deus que é fantástica: “Um homem com as mãos cheias de pacotes não pode receber um presente”. Assim é!

Embora o ensino de Jesus Cristo a revele, muitos elementos legalistas foram introduzidos no nosso meio. O apóstolo Paulo resume:

Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado. Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo. (Colossenses 2:16,17)

Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que é que vocês, então, como se ainda pertencessem a ele, se submetem a regras: “Não manuseie! ” “Não prove! ” “Não toque! “?

Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos.

Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne. (Colossenses 2:20-23)

O ensino bíblico não endossa o legalismo. Coisas como: “A mulher só pode vestir isso, aquilo não”, “esse é o dia de servir a Deus, o outro não serve”, “o homem tem que fazer isso, aquilo não”, coisas do tipo “pode não pode”. São doutrinas anti-bíblicas.

O apóstolo Paulo diz: “ninguém os impeça”, “ninguém os domine” e “não permitam! ”. Somos livres em Jesus, não mais escravos da lei.

É obvio que não podemos utilizar a nossa liberdade para dar ocasião a carne. Transformando a graça de Deus em libertinagem. No entanto, não podemos permitir que transformem o favor imerecido de Deus em rudimentos da lei.

Amor e Graça de Deus 

Todos recebemos da sua plenitude, graça sobre graça. (João 1:16)

O apóstolo João resume a vida ao lado do Filho de Deus em uma frase. A impressão mais marcante dessa convivência é “todos recebemos da sua plenitude, graça sobre graça”.

A convivência com Jesus revela amor e favor. Ele é o agente da graça de Deus. Perto dele não sentimos a necessidade de “ser” ou “provar” nada. A presença de Cristo inspira segurança. Suficiência.

Ele não está preocupado se somos sábios ou ignorantes. Ricos ou pobres. Não há nada nesta Terra que o impressione, a não ser “espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito”. (Salmos 51:17)

O Senhor Jesus não possui necessidade de “ter”, tudo é dele. Portanto, ao aproximar-se dele faça como o apóstolo João. Receba!

João diz que todos receberam! Da sua plenitude e da sua graça. Jesus é fantástico. Ele é com certeza a pessoa mais impressionante que pisou esta Terra.

Quando Nicodemos vai ao seu encontro em busca de respostas (João 3) é isso que ele vê. O amor e a graça se encontram nele de forma mais graciosa que o rio encontra o mar.

Conviva com Jesus. Porque todos os que o fizeram receberam da sua plenitude, como em uma inundação: “graça sobre graça”. Ela é a manifestação do amor de Deus.

Conclusão

Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. (Tito 2:11)

A graça de Deus não se manifestou de forma exclusiva. Para um grupo. Mas a toda a humanidade. Está ao alcance de todo aquele que crê. É por meio dela que podemos ter a comunhão restaurada com Deus e conhecemos o amor.

Não há absolutamente nada que possamos fazer para ser remidos, a não ser pedir perdão a Deus confessando Jesus Cristo como Senhor e Salvador de nossas vidas. A graça é o maior presente que poderíamos receber do Criador. Definitivamente, nada se compara a ela.

Portanto, desfrute-a. Decida viver dias mais leves e tranquilos, amparados pelo favor de Deus.

E você o que acha? Deixe o seu comentário, gostaria de conhecer a sua opinião. Além disso, não esqueça de compartilhar com seus amigos e parentes.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

12 Comentários

  1. Soranice Rocha disse:

    Muito bom, todo o contexto de excelente qualidade. Nos proporciona um entendimento fantástico da graça do Pai.Obrigada!

  2. Pr Dario rufino disse:

    Ótima. Mensagem! !! Deus te abeçoe, meu irmão.

  3. Claudia Regina do Nascimento da Silva disse:

    muito lindo a mensagem do senhor pra nossas vidas …DEUS ABENÇOE !!!

  4. rodrigo neves disse:

    amèm… palavras lindas e sabias, que deus abençoe a vida de todos

  5. Adriana disse:

    Glória a Deus! Estudo maravilhoso, bem explicado, bem claro! O restante do site também parece ser ótimo. Parabéns

  6. Luiz Santos disse:

    Graça, maravilhosa Graça !
    Deus abençoe pelos estudos bíblicos.
    Obrigado irmão.

  7. QUENER COSTA AGUIAR disse:

    Muito bem explicado, gostei!

  8. Tainara disse:

    maravilhoso estudo que Deus o abençoe .

  9. Roberto Carlos Ferreira Rocha disse:

    Precisamos a cada dia crescer na graça e conhecimento para que possamos vencer nos dias maus. Deus continue te abençoando Irmão Diego.

  10. Paulo disse:

    Estudo maravilhoso da graca de Deus é ma pena q existe muitas igrejas ainda q vivan na antiga alianca ainda colocando jugo pesado no fieis Deus abencoe pr

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});