Estudos Bíblicos Diego Nascimento

Estudo Bíblico Sobre o Carnaval: É Pecado?

O Carnaval é disparado a festa de maior popularidade na história da nação brasileira. Responsável por movimentar milhões de dólares, ela envolve pessoas e atrai multidões por todo o país. Com destaque para Recife, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro.

Neste estudo bíblico, minha proposta é analisar de maneira histórica e bíblica se o Carnaval agrada ou não agrada a Deus? Qual a origem? Cristãos podem participar? É pecado?

Aperte os cintos que vamos mergulhar fundo nesse oceano!

Carnaval e a Igreja Católica

Registros históricos apontam o surgimento do Carnaval nas festas pagãs da Babilônia e do Império greco-romano. Algo muito característico de suas comemorações era a subversão de valores tidos como fundamentos.

É possível perceber nas festas consagradas ao deus Baco (ou Dionísio), a ligação entre o Carnaval e as orgias. A marca principal destas comemorações eram a embriaguez e as relações sexuais desenfreadas.

Durante estas festas tornou-se comum o uso das fantasias e a inversão dos papéis. Por isso, homens se vestem de mulheres e vice-versa. Na ocasião, os reis se vestiam de mendigos e os mendigos se vestiam de rei. O objetivo era a diversão, o prazer e uma maneira de zombar dos deuses.

O Incômodo da Igreja Católica

Embora as comemorações caíssem no gosto popular, elas continuavam com caráter pagão. Isso causava incômodo na Igreja Católica que não queria perder o controle e manter o cristianismo como religião oficial.

Ao invés de apresentar a Palavra de Deus e o que ele pensa em relação a isso, a Igreja enquadrou as comemorações do Carnaval no seu calendário oficial, a partir do século VIII, com a criação da Quaresma.

Mas o Que é a Quaresma?

  1. Período de quarenta dias, subsequentes à Quarta-feira de Cinzas, em que os católicos e algumas outras comunidades cristãs se dedicam à penitência em preparação para a Páscoa; quadragésima, quarentena. (Fonte: Google)

Ou seja, é uma espécie de período de purificação do corpo e da alma, com duração de quarenta dias. Ele começa na quarta-feira de cinzas e vai até o “domingo de ramos” como uma preparação para a Páscoa.

Com isso, os pecados e a depravação cometidos durante o Carnaval antes da Quaresma, para os cristãos católicos, começam a ser purificados na quarta-feira de cinza.

Carnaval é Festa do Diabo?

Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem, de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz; a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de Deus, nem pode fazê-lo. Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus. (Romanos 8:5-8)

A origem da palavra “carnaval” é bastante controversa, existindo, pelo menos, três conceitos diferentes. Um deles, sendo o mais conhecido por todos, é que a palavra provém do termo “CARNE VALE”, que significa “despedida do corpo”, representado pela época em que as pessoas se envolvem em atividades carnavalescas e são levadas a “soltarem o corpo”. (Fonte: Gramática.net)

O significado da palavra está diretamente ligado a exigência da Quaresma e o período de purificação Católico. Contudo, o que quero ressaltar é o propósito da festa que é a satisfação total da carne.

Durante as comemorações de Carnaval as pessoas são convidadas a se entregar completamente aos “desejos carnais” e sabemos que isso é completamente desagradável a Deus, que é Santo.

Por isso, no texto em destaque lemos: “Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus”. Com isso a minha resposta para a pergunta deste tópico é: Sim, o Carnaval é uma festa diabólica, na minha opinião. Eu justifico.

Curtir Carnaval é Pecado?

“Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição…” (Gálatas 6:8)

O grande objetivo do Diabo é se opor a Deus e nos conduzir ao inferno. Ao saber que Deus abomina a satisfação da carne, Satanás procura conduzir o ser humano exatamente por esse caminho.

Sendo assim, ele promove festas carnais, drogas, sexo livre, inversão de sexualidade, violência, e etc.

Durante o Carnaval todas estas práticas que já são realidade no dia-a-dia, passam a ser uma espécie de obrigação e assumem um caráter de normalidade, quando na verdade é pecado, independente do momento ou época do ano.

Conclusão

O Carnaval, seu significado e práticas são completamente desagradáveis a Deus. Quem deseja agradar ao Senhor não envolve ou participa dessas comemorações.

Durante os dias de Carnaval a maioria das Igrejas Evangélicas promovem retiros, congressos e eventos voltados para o conhecimento de Deus e a espiritualidade sadia.

Por exemplo, em minha cidade natal, Campina Grande há duas décadas é realizado o Encontro da Consciência Cristã, cujo propósito é edificar a Igreja e anunciar o Evangelho genuíno de Jesus Cristo.

Eu lhe aconselho energicamente a seguir um caminho contrário a promoção do pecado. Mas como está escrito: “Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor”. (Hebreus 12:14)

Chegamos ao final deste estudo bíblico e eu gostaria de conhecer sua opinião. Deixe seu comentário, o que você pensa do assunto?

Além disso, não esqueça de compartilhar este estudo com o maior número possível de pessoas, elas precisam saber sobre o assunto.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, e estudante de Teologia. Seu amor por Jesus e pela Bíblia o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

8 Comentários

  1. Roberto BornAntunes disse:

    Muito bom esse estudo.Seria bom se as igrejas que,fazem seus “carnaval” dentro da igreja,lessem este estudo.Deus seja engrandecido…

  2. Rodrigo de Carvalho Praciel disse:

    Muito bom.

  3. Maria Almeida disse:

    Obrigada! irmão muito importante esse esclarecimento e comungo da mesma ideia é sim uma festa satânica.

  4. Joaquina oliveira disse:

    eu sempre ouvi dizer que o Carnaval é festa do diabo mas com esse estudo, agora tenho a certeza.Desde que me entreguei a Jesus, deixei de viver na carne, hoje eu tenho uma vida tranquila e feliz

  5. jonathan kenny disse:

    Tudo isso é verdade!

  6. Marili Maria Ramos Roberto disse:

    Muito bom ?

  7. Elizete Alves disse:

    A paz de Jesus Cristo, adorei o estudo tirou algumas das minha duvida sou irmã Elizete de porto velho.

  8. Dilson disse:

    Concordo plenamente

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});