Estudos Bíblicos Diego Nascimento

Falando Menos e Fazendo Mais – Estudo Bíblico

Falando Menos e Fazendo Mais – Estudo Bíblico

No Senhor Jesus somos convidados a uma metanoia, isto é, a uma mudança de mente completa. Dentro desse maravilhoso processo, aprendemos que falando menos e fazendo mais, ficamos muito próximos a vontade de Deus.

Na vida de Jesus vemos isso, Ele falava como quem tinha autoridade (Mateus 7:29) , porque vivia o que ensinava. Ou seja, se quisermos ser como Ele devemos seguir o mesmo caminho.

Neste estudo aponto pelo menos quatro áreas em que devemos falar menos e fazer mais. Acredito que se nos empenharmos em desenvolvê-las seremos cristãos mais frutíferos.

Falando Menos e Fazendo Mais em 4 ÁREAS

1. Amar 

Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade. (1 João 3:18)

A primeira área é a do amor, com certeza a nossa geração precisa amar mais. Falando menos e fazendo mais no amor estaremos muito próximos a vontade de Deus, já que este é o segundo e grande mandamento.

2. Ouvir mais as pessoas 

Clara Tannure - Antes e Depois

Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir (grego akou – prestar atenção, considerar o que está sendo dito, entender, perceber o sentido do que é dito…) (Tiago 1:19)

Perceba que o termo grego que Tiago utiliza para “ouvir” nos mostra que é muito mais que a capacidade auditiva, é a capacidade de parar e se importar com o que o outro pensa e porquê ele age como age.

Mais uma vez o Senhor Jesus é um exemplo. Ele come com publicanos e pecadores (Lucas 5:29-32) mesmo sabendo que isso não era bom para sua reputação.

Faça parte da nossa comunidade online e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

Em nossos dias fico pensando como ele agiria com Clara Tanurre e Lucas, filho de Eyshila. Imagino que Ele iria querer ouvi-los e conhecer seus motivos. A partir daí, os sararia, restauraria.

Podemos muito bem amar pecadores e rejeitar o pecado, se formos intencionais.

3. Julgar menos 

Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos…tardios para falar (grego laleo – usar palavras a fim de tornar conhecido ou revelar o próprio pensamento)… (Tiago 1:19)

Após os três meses de nascimento de Nicolas fomos a Igreja com ele. foi um domingo de manhã. Era uma manhã ensolarada,  céu bastante azul e o verde da nossa linda João Pessoa, muito realçado.

Chegamos a Igreja e sentamos atrás, porque se Nicolas chorasse, poderíamos sair facilmente com Ele.

Pouco depois chegou um homem, barbudo, com roupas bem surradas e sentou do outro lado, também na parte de trás.

Percebi que ninguém se aproximou para falar com ele, dar bom dia ou saber se precisava de alguma coisa. Aquilo me incomodou muito.

Conversei rapidamente com Carol, e combinamos de ir, nós três e sentarmos perto dele.

Quando viu nossa aproximação ele primeiro ficou muito surpreso, como se já esperasse a indiferença, depois ficou feliz.

Perto dele, descobri que embora estivesse malvestido, não cheirava mal, pelo contrário, estava cheiroso.

Com o tempo, ele foi ficando mais à vontade e me disse que tinha um neto da idade do nosso bebê, depois ele brincou e Nicolas sorriu.

Foi maravilhoso cultuar ao lado daquele senhor, e foi muito bom estar sensível a voz do Espírito Santo para nos aproximarmos.

A Igreja não amadureceu a ponto de saber lidar com as demandas do mundo atual. Tem vivido em uma bolha. Falando menos e fazendo mais na área do julgamento, evitaremos muitos erros. 

4. Paciente

Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos…tardios para irar-se (grego movimento ou agitação da alma, impulso, qualquer emoção violenta, indignação)… (Tiago 1:19)

Alguns líderes e uma boa parte da Igreja declarou uma verdadeira guerra a alguns grupos minoritários dos nossos dias.

Particularmente fico procurando o exemplo de Jesus em muitas atitudes deles, porque dizem estar defendendo o Evangelho, mas como se estão odiando pessoas, fazendo delas seu alvo, me pergunto?

A violência contra homossexuais por exemplo, é de uma morte por homofobia a cada 16 horas. Contra a mulher, é um registro a cada 4 minutos.

Devemos ser tardios para nos irar e transformar o que muitas vezes chamamos de zelo pela fé, em ódio contra as pessoas. Devemos ser pacificadores, no sentido de promover a santificação exigida por Deus mas não perdendo de vista a nossa humanidade.

Sobre o autor | Website

ME SIGA NO INSTAGRAM: @diegonascimento316 INSCREVA-SE em meu Canal do YouTube: https://www.youtube.com/jesuseabibliaoficial

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
});