marca_final-01

“Um Jesus Falso” – Cartas XXII e XXIII

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Uma das estratégias utulizadas pelo diabo para manter o paciente longe de Deus é lhe apresentar um Jesus falso, e fazê-lo desejar um cristianismo que atenda os seus desejos. 

Maldanado vai ficar irritado com Vermelhinho porque o paciente acabou se apaixonando por uma Cristã autêntica isso bagunçou completamente os seus planos.  

Então, vamos lá!

A carta 22 começa com uma queixa de Maldanado a Vermelhinho sobre o fato de ele ter se descuidado e o paciente ter se apaixonado por uma Cristã autêntica. 

A estratégia do Diabo é que Vermelhinho, seu pupilo, deve perturbar e deturpar as pequenas rotinas.

Por isso, você precisa estar atento a sua leitura diária das escrituras, a sua oração, ao hábito estar na sua congregação. 

Outra coisa que ele destaca é o fato de o lar da menina ser um lar santo. Dizendo que as pessoas que tem contato com a família são influenciadas. 

Destacando o jardineiro que começou a trabalhar na casa da menina e já está mudando seu comportamento. 

Que eu e você sejamos esse tipo de cristão!

Que através do contato conosco as pessoas, mesmo que na rotina possam ser influenciadas pela presença de Jesus em nós. 

A menina pela qual o paciente se apaixou se comporta exatamente como apóstolo Paulo escreveu em I Timóteo 2:9 e 10. E, isso irrita o diabo profundamente. 

Ainda na carta 22, Vermelhinho é instruído a distorcer o caráter de Jesus ou apresentar um Jesus falso, histórico, que viveu lá no passado e que deu as suas contribuições para a humanidade. 

Mostrar um Jesus mais filosófico, uma figura histórica. E não aquele que morreu e ressuscitou e que está vivo e é o filho de Deus.

O diabo não quer que o paciente creia em Jesus dessa. Ou seja, o diabo quer que o Jesus falso, histórico passe a ter lugar nas nossas vidas.

Porque quando observamos Jesus apenas como alguém histórico abandonamos a devoção a Ele, afinal se ele for histórico ele deixa de ser Deus, deixa de ser divino. 

Então não caia na tentação de achar que Jesus é apenas um personagem histórico! 

Jesus é Deus. Morreu e ressuscitou ao terceiro dia para nos redimir e perdoar os nossos pecados. 

Por fim, Vermelho quer fazer com que o paciente, isto é, o Cristão deseje um cristianismo com a sua cara e atenda aos seus desejos e satisfações, mas que não dirija o paciente ao centro da vontade de Deus. 

Sobre isso Judas 1:4, mostra esse é o desejo do diabo. E, ele usa pessoas para deturpar o caráter real de Jesus, nos mostrando um Jesus falso. 

Sendo assim, precisamos estar atentos para não cair nesse tipo de tentação!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.