Em Cristo somos mais que vencedores. Temos uma vida abundante e somos pessoas felizes. A alegria do Senhor é a nossa força, diz a Escritura e é fato, mas há muitos momentos em que ficamos triste.

Situações que nos deixam desanimados. Neste estudo apresentaremos cinco momentos em que um cristão fica triste, em que alguém que serve a Deus tem a alma ferida pela tristeza.

Talvez você se identifique com alguns deles. Talvez você já viveu, vai viver ou está vivendo. De qualquer forma, leia até o final e confira!

1. Pelo anseio de um sonho – 1 Samuel 1:8

Um dos momentos em que um cristão autêntico fica triste é quando anseia por um sonho que ainda não se realizou.

Há muitos cristãos sinceros que desejam sua vitória em Deus, mas que ainda não a viu realizada e por isso ficam tristes.

É o que aconteceu com Ana (1 Samuel 1:8). Pior do que não vê o sonho realizado, muitas vezes é ver a incompreensão das pessoas que nos cercam. O desejo e sonho  de Ana, era ser mãe e Elcana, seu esposo, não a compreende nesse aspecto.

Sabemos disso porque ele disse para ela: “porque você continua chorando? Porque você continua lamentando por isso? Eu não sou para você melhor do que dez filhos?”.

A incompreensão se revela quando olhamos para dor do outro e achamos que ela não é tão significante quanto ele demonstra ser.

Para Elcana o desejo de Ana era insignificante, era algo que ele já estava suprimindo,  mas não era essa realidade. 

Há muitos sonhos em nossos corações e sonhos cruciais, como era o caso de Ana que desejava um filho, e a não realização desse sonho, muitas vezes nos causa tristeza. 

E pior do que isso é estar cercado de pessoas que não conseguem compreender nosso anseio, nossa dor, nosso desejo.

Ore a Deus em momentos assim e suplique a ele conforto, segurança e sobretudo que Ele intervenha na sua causa, assim como fez com Ana e realize o desejo do seu coração segundo a sua vontade. 

2. Pelo sofrimento de quem amamos – Neemias 2:1-3

O segundo momento em que ficamos triste é pelo sofrimento de quem amamos, conforme mostra Neemias 2: 1-3.

Neemias era um funcionário exemplar, embora fosse um escravo servindo a um rei estrangeiro ele servia com excelência. E, o rei nunca percebeu Neemias triste. 

No dia que percebeu era por causa de outras pessoas, não por causa dele mesmo. Muitas vezes estamos bem,  tudo ao nosso redor está bem, mas pessoas que nós amamos estão sofrendo.

E, com isso nós sofremos!

O que devemos fazer?

O que Neemias fez!

Interceder pela vida delas e nos colocarmos a disposição para servir de maneira prática. Neemias não ficou só na oração, só na interseção. 

Quando Deus abriu as portas ele se colocou no caminho para servir de forma prática aquelas pessoas.

Abriu mão do conforto da fortaleza, em Suzã, e seguiu para Jerusalém onde as pessoas estavam vivendo em miséria, onde as muralhas estavam em ruínas, porque as pessoas não tinham esperança, nem perspectiva. Neemias sofreu pelos seus amados, mas os serviu de maneira prática.

3. Triste por causa da injustiça – Daniel 6:20

O terceiro momento em que ficamos triste é por causa da injustiça, como está escrito em Daniel 6:20.

Sabendo que Daniel havia sido lançado na Cova injustamente e também por sua displicência o rei ficou extremamente triste porque o amava e porque sabia que ele era um homem justo, íntegro e não merecia estar ali sendo condenado à morte.

Então quando aproximou-se da cova chamou Daniel com voz aflita perguntando se o Deus a quem ele servia tinha podido livrá-lo. E, Deus o livrou porque não achou injustiça em Daniel.

Em nossa nação a injustiça é uma marca muito forte. Servimos em um país injusto. Vivemos em um país injusto, em que a maioria dos crimes violentos não chegam a condenação de quem os praticou e muitas vezes não são nem identificados.

Servimos em um país onde a justiça é fraca. É dúbia, vacilante e não é cega. Pelo contrário, é completamente parcial. Que Deus tenha misericórdia de nós!

Que mude a mentalidade dos nossos governantes e que a justiça seja praticada de maneira sincera e reta na nossa nação para que possamos viver em um país onde tanto ricos quanto pobres sejam tratados da mesma maneira. 

4. Triste por não obedecer a Deus – Mateus 19:22

O quarto momento em que muitas vezes ficamos triste é por não obedecer a Deus, como mostra Mateus 19:22.

O Jovem Rico se aproxima de Jesus sabendo quem Jesus era e pergunta “Senhor, o que eu preciso fazer para herdar a vida eterna?” e Jesus responde que ele só precisa guardar os mandamentos. 

O diálogo continua com o Jovem Rico afirmando que já guarda todos os mandamentos. Jesus então pergunta “você quer ser perfeito?”

Então, venda seus bens, dê aos pobres e então venha e siga-me. 

E ele não conseguiu fazer isso, porque tinha muitas riquezas e pelo que tudo indica ele as amava mais do que ansiava entrar no reino dos céus. Por não obedecer a Deus, muitas vezes sofremos, nos sentimos tristes, incapazes. 

Há quem condene muitas vezes o jovem rico, mas pense em quantas coisas Deus pede a você e a mim e nós não fazemos da mesma forma, e nós não abrimos mão da mesma forma.

É muito fácil criticá-lo, mas colocar-se na posição dele é o que devemos fazer. Muitas coisas o Senhor exige de nós, nos pede deliberadamente, de livre e espontânea vontade, mas muitas vezes nós não fazemos.

Até ficamos tristes por isso, gostaríamos de fazer de outra forma, mas, no fim a nossa decisão é desobedecer. Devemos nos entristecer por isso e suplicar a Deus que nos dê um coração sincero, nos dê força para obedecê-lo e que nos ajude. 

É fato que essa luta que existe dentro de nós é fruto do erro de Adão porque a semente do pecado habita na nossa carne, na nossa alma, no nosso coração. E nós precisamos lutar  todos os dias contra ela. 

A nossa oração deve ser para que o nosso Deus fortaleça o nosso homem interior de forma que nós sejamos achados nEle íntegros, fiéis e obedientes e que possamos alegrar o Seu coração com a nossa obediência e não vivermos entristecidos pelo pecado. 

5. Por fazer a vontade de Deus – Mateus 26:38

O quinto momento em que podemos ficar triste muitas vezes é também por fazermos a vontade de Deus, conforme lemos em em Mateus Capítulo 26:38.

O Senhor Jesus estava prestes a ser preso, condenado injustamente, torturado, crucificado e morto. Ele estava no caminho da vontade de Deus, na rota para salvar a humanidade, mas antes de passar por tudo isso ele se entristeceu bastante.

E foi uma tristeza mortal!

A alma dEle estava profundamente triste por fazer a vontade de Deus. E ele pediu oração.

Não pense que porque você vai fazer a vontade de Deus, tudo vai dar certo ou você vai se sentir bem a todo momento ou não espere se sentir bem para fazer a vontade de Deus faça o que é certo independente de como você está se sentindo.

É o que eu aprendo com o Senhor Jesus. A alma dEle estava profundamente triste, mas, nem por isso ele recuou. Ele orou a Deus, pediu oração e seguiu em frente.

E, por causa disso Ele venceu a morte e o pecado e se tornou o mediador de uma nova aliança entre os seres humanos e Deus.

Vamos nos entristecer por fazer a vontade de Deus, mas, essa pode ser com certeza a nossa melhor tristeza, o melhor momento de tristeza, porque vai redundar em muita glória para Deus e edificação para as nossas vidas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here