marca_final-01

O diabo trabalha na vida do convertido

Na segunda e terceira carta do livro Cartas de um diabo a seu aprendiz vemos como o Diabo não desiste após a conversão utilizando várias estratégias para manter o novo convertido longe da intimidade com Deus.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nas cartas 2 e 3 do livro Cartas de um diabo a seu aprendiz, C. S. Lewis, como o diabo trabalha na vida do convertido. Vemos, como Maldanado instrui Vermelhinho, seu aprendiz, a continuar impedindo que o homem chegue ao pleno conhecimento de Jesus. 

Porém, aconteceu que o homem se converteu e agora veremos como o diabo age para que a nossa fé não se desenvolva. 

Então, vamos lá!

Na segunda carta, Maldanado vai continuar instruindo o seu pupilo demônio a como desviar alguém que entregou sua vida a Jesus. 

Um fato interessante é que ele diz a Vermelhinho que ficou contrariado com a notícia mas, que não há razão para preocupação uma vez que, os hábitos do paciente (convertido) não mudaram. 

O Diabo trabalha na vida do convertido para minar a sua fé. Por isso, é de fundamental importância a leitura da palavra, a oração e o relacionamento com Deus. 

Em Efésios 6:10 e 11, o apóstolo Paulo nos exorta a nos fortalecer no Senhor e no seu forte poder. Pois, o diabo vai atacar as nossas fraquezas.  

Muitas vezes as pessoas entregam suas vidas a Jesus, mas os seus hábitos continuam os mesmos de quando estavam perdidos. 

E é exatamente onde o diabo trabalha!

O diabo trabalha na vida do convertido também através da percepção sobre o que é ser igreja. O Cristão, como novo convertido entende igreja como apenas um templo, não consegue enxergar que na verdade a igreja é a koinonia, então o diabo vai explorar todas essas fraquezas.

Outra maneira de como o diabo trabalha na vida do convertido é através do mau testemunho dos outros cristãos para minar a fé dele. É assim, agora que o demônio está aprendendo com Maldanado.

O diabo vai tentar a mim e a você, para nos fazer desistir, mas ele mesmo sabe que quando permanecemos em Cristo e nos fortalecemos Nele fica mais difícil o seu trabalho.

Na segunda carta o diabo trabalha na vida do convertido para que ele não tenha intimidade com Jesus, sendo assim um alvo fácil para suas ciladas. 

Sendo assim, quando você investe tempo para desenvolver intimidade real com Jesus você diminui consideravelmente as chances de o diabo ter vitória sobre a sua vida. 

Na terceira carta o diabo trabalha na vida do convertido através do ódio doméstico. O demônio que está sendo treinado deve fazer com que exista ódio entre o novo convertido e sua mãe.

Uma outra estratégia utilizada pelo diabo é promover a divisão, fazer com que um não suporte o outro. 

A grande lição dessas duas cartas é que o simples fato de eu ir à igreja não põe medo no Diabo. Mas, sim permanecer em Cristo conforme diz o apóstolo Paulo em Efésios 6:10 e 11.  

Então, ore, coloque diante de Deus a sua vida, porque o diabo está trabalhando para nos destruir, mas guardados em Cristo os planos dele serão frustrados. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.