marca_final-01

O Evangelho Na Cidade – Igreja Centrada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O pastor Timothy Keller faz uma abordagem muito rica sobre a influência das cidades na pregação do evangelho, ou seja, vamos estudar sobre o evangelho na cidade.

Ele vai mostrar, desde quando Caim fundou a primeira cidade até hoje como as cidades influenciam o mundo, principalmente nos nossos dias.

Através de dados contundentes, mostra como o mundo vai ficar cada vez mais urbanizado e globalizado e como nós, enquanto igreja, precisamos estar cientes disso para nos tornarmos uma voz ativa dentro das cidades. 

Então, vamos lá!

A primeira coisa que o pastor Tim Keller nos apresenta é o amor de Deus pela cidade.

Depois de explicar o conceito de surgimento das cidades, apresenta duas cidades símbolos na Bíblia: Babilônia, a grande cidade pagã e Jerusalém, como a cidade que representa a glória de Deus. 

E com isso nos mostra a importância das cidades e como Deus as ama, usando como exemplo o cativeiro babilônico (Jeremias 29:4-7). 

Nos nossos dias existe uma espécie de preconceito ou medo dos cristãos, dos pastores, das agências missionárias em evangelizar os grandes centros.

Mas, é importante que eu e você nos envolvamos nas atividades da cidade. Amando a cidade porque Deus a ama!

Pois na cidade tem pessoas, e Deus ama as pessoas e morreu por elas!

Enxergue as cidades como centro missionário, como grandes oportunidades de pregar o evangelho na cidade.

Perceba, Jesus nasceu em Belém, uma pequena cidade. Cresceu em Nazaré, cidade insignificante do interior que não tinha influência cultural nenhuma. 

Mas, Jesus não desenvolveu o seu ministério nessas cidades. Ele desenvolveu em Cafarnaum.

Porque Cafarnaum tinha influência cultural muito grande, era rota de Comércio e cultura, que ligava o Egito a todas as outras partes daquela região.

Com isso, o Senhor Jesus sabia que anunciando o evangelho a Cafarnaum muitas outras pessoas de outras Nações começariam a ser ministradas. Veja que visão!

Isso, nos mostra que a redenção da cidade passa pela nossa visão e o pelo nosso amor a essa cidade!

Por isso, daqui para frente para pregar o evangelho na cidade precisamos entender as diversidades culturais existentes, as necessidades de cada um grupos.

Sabendo respeitar e compreender porque eles agem como agem e anunciarmos o evangelho mostrando que Jesus é a solução de todas essas coisas!

Outro ponto apresentado pelo autor é porque a nossa percepção correta em relação às cidades é importante. Para isso, ele nos mostra o exemplo do apóstolo Paulo em Atos 17, onde o apóstolo Paulo vai para Atenas, grande e importante centro grego de pregação e  anuncia o evangelho de forma eficaz.

Em Atos 18 Paulo vai para Corinto, em Atos 19 vai para Éfeso, ambas cidades importantes naqueles dias. 

Isso nos mostra que Paulo segue o mesmo princípio que o Senhor Jesus seguiu. Ele vai para os grandes centros porque sabe que a influência vai dos centros para os interiores. 

Algumas igrejas, estão saindo dos centros ou com medo de avançar nos centros, por causa do desconforto que as grandes cidades provocam.

Nas grandes cidades, há mais embate, logo precisa estar mais preparado, conhecer melhor aquele povo.

Porém, uma vez que você alcança influência nas grandes cidades você estará pronto ou sendo preparado para ser uma voz Profética em muitas outras partes da Nação. 

Se como igreja queremos influenciar os grandes centros e pregar o evangelho às pessoas que estão ao nosso redor precisamos amar o evangelho, amar Jesus e ser pessoas que se importem com as outras pessoas. 

Nesse contexto ele cita o exemplo do Profeta Daniel e de José.

Que foram brutalmente arrancados de seus contextos culturais de suas famílias, mas que quando inseridos em grandes centros de perversidade, que não amavam a Deus eles influenciaram. 

E o fizeram porque deram o seu melhor no serviço a cidade! Então, é muito importante que como cristãos, sejamos excelentes. Sempre dando o nosso melhor e cultivando a nossa fé. 

Pois, pregar o evangelho na cidade dessa forma é muito mais eficaz!

Por fim, se nós queremos alcançar pessoas para Jesus precisamos sair das nossas cavernas espirituais.

Abandonar as nossas bolhas cristãs e começar a servir a cidade e ser voz Profética, começar a ama-lás e vê-las como grandes oportunidades de expansão do Evangelho. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.