marca_final-01

Por que Estamos indo para Marte?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Países gigantes da humanidade se preparam para levar pessoas à Marte, mas o que vamos fazer lá se há uma série de problemas aqui?

Há alguns anos muitas explorações tem sido feita ao planeta vermelho,  Marte, na tentativa de colonização. Mas, recentemente isso se tornou além de uma sondagem, uma expectativa, uma possibilidade. 

Mas, por que o ser humano quer tanto sair da Terra onde temos tudo em abundância para outro planeta?

É porque o ser humano está vendo que está dando tudo errado aqui, então ele quer começar de novo, do seu jeito. 

Muitos de nós estamos fazendo isso com a nossa própria vida: na medida que as coisas dão errado, fugimos do problema. 

O planeta Terra está com muitos problemas: a crise climática, queimadas na Amazônia, no Pantanal, o aumento da poluição, entre outros.  Diante desse cenário, o ser humano está cada vez mais perdido. Por mais inteligente, por mais recursos e prestígio que se tenha, não passa de um ser confuso (Daniel 9:8) 

Quando o Senhor Deus abala as estruturas daquilo que conhecemos como realidade, a confusão vem até a nossa vida e logo se quer fugir ao invés de tentar resolver com Deus. 

A Bíblia nos aponta alguns motivos porque agimos dessa forma.

Estamos indo à Marte por 4 motivos

1. O Pecado nos deixa confusos

Há pessoas que subestimam o poder e as consequências do pecado até que ele destrua tudo. Vão vivendo a sua vida longe de Deus e ignorando os mandamentos e princípios, vivendo muitas vezes uma vida “maquiada” na igreja. 

Mas acontece que no final o pecado acaba destruindo tudo. Perceba, quando Adão peca a morte entra. Quão desastroso é o pecado! 

A culpa destrói qualquer ser humano até aquele que tem uma “vida perfeita”.  Muitas pessoas, até maduros na fé tem vivido como se Deus não existisse, não se importasse. 

Eles vão viver dessa forma até que o pecado destrua tudo, pois o salário do pecado é a morte, mas como disse John Henry “não existe um pecado ou Náufrago tão perdido que o amor de Deus não queira resgatar”. 

2. O erro esgota nossa energia

As pessoas não percebem que uma vida longe de Deus as tornam vulneráveis às questões da vida. Em Salmos 38.4 vemos que os erros do salmista esgotaram suas forças deixando a carga pesada demais. 

O tempo todo somos bombardeados por más notícias: violência contra os negros, contra a mulher, contra os grupos minoritários. E então, protestos são realizados, pessoas fazem tudo que está ao seu alcance para resolver, porém, nada resolve. 

Porque a única coisa que pode resolver o problema do pecado É O SANGUE PODEROSO DE JESUS que cria uma consciência regenerada pelo Novo Nascimento. 

O pecado esgota nossa força. Uma vida de erro é a consequência de manter Deus a distância. E por isso a humanidade está vivendo tudo o que está vivendo: confusão, discórdia, guerras, brigas. 

3. Abandonamos princípios

“De acordo com dados da empresa Google as buscas por divórcio aumentaram exponencialmente durante o período de isolamento social. Pesquisas do tipo: “Como entrar com pedido de divórcio cresceram 3.750 % nos últimos seis meses”. 

“No mesmo período as buscas por divórcio online cresceram 1.150%. Desde março termos relacionados tais como: divórcio quarentena, divórcio online gratuito, divórcio na quarentena, divórcio virtual e divórcio digital tiveram um crescimento de até 5.000% no buscador”.

Isso acontece porque estamos abandonando princípios. A sociedade que estamos vivendo quer se separar por qualquer motivo. 

Em Esdras 10:10, o sacerdote reconhece que o a situação que Israel e Judá estavam vivendo, era uma das consequências por eles terem abandonado o casamento entre eles mesmos e começar a casar com pessoas de outras nações. 

Algo que feria completamente o princípio que o Senhor Deus havia estabelecido para Israel.  Lembrem que por ter abandonado os princípios o povo de Deus sofreu como escravo nas mãos dos incrédulos por 70 anos.  

Muitas vezes, eu e você estamos vivendo uma vida de aflição, angústia e dor por abandonar princípios. 

A primeira atitude da Restauração é o arrependimento e a prática dos princípios. Vemos que por abandonar o princípio o povo sofreu mas, para buscar a restauração o povo se arrependeu e voltou aos princípios. 

Como disse C. H. Spurgeon “Pecado e inferno estão casados, a não ser que o arrependimento anuncie o divórcio”.

Sendo assim, se você deseja passar pela restauração e que a boa mão do Senhor esteja sobre você e sobre a sua vida você precisa de arrependimento voltar-se para os princípios da palavra. 

4. Marte não vai resolver

Em Esdras 9:7 observamos que enquanto o arrependimento não for real viveremos como escravos. Não importa a mudança geográfica se não houver mudança de atitude e arrependimento. 

Enquanto o Senhor Deus não for o centro do coração do ser humano,  ele vai colher exatamente o que está acontecendo aqui. 

Uma vez que, em sua essência, convicção de pecado é a percepção de que seu relacionamento com Deus está errado (J. I. Packer) precisamos analisar e refletir sobre os fundamentos do nosso relacionamento, como o Senhor Deus está ministrando ao nosso coração e muitas vezes nos chamando ao relacionamento sincero com ele.  

Então, vamos nos aproximar do Senhor por meio da sua palavra, por meio do seu espírito pois Ele que nos dirige para a vida eterna. 

Para isso, mude antes que o pecado lhe destrua! 

Embora a sociedade tenha um discurso diferente, o Senhor Jesus continua dizendo “aquele que quiser me seguir, tome a sua cruz dia após dia, negue-se a si mesmo e siga. 

Só é possível ter um relacionamento sincero e profundo com o Senhor Jesus por meio do arrependimento. Não importa se vamos mudar para outro país, outro continente ou mesmo para Marte. 

O que vai mudar a nossa vida de fato é uma mudança de arrependimento para com o Senhor nosso Deus!

Não fuja para Marte ou qualquer outro lugar, se refugie em Deus!

SONY DSC

Sobre o Autor

Instagram:@diegonascimento316

YouTube: Canal do Jesus e a Bíblia

4 COMENTÁRIOS

  1. Negros
    Mulheres
    Grupos minoritários
    Querido, seu estudo bíblico me pareceu ser provindo de uma mente comunista, ou de um membro dos partidos de esquerda. Será que os brancos, os homens e os grupos não minoritários também não são perseguidos? Você foi muito infeliz nascia ênfase a estes grupos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});