marca_final-01

Servir Por Amor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Neste estudo vamos refletir um pouco sobre o servir por amor. Uma vez que muitos cônjuges reclamam, se sentem incomodados e até por vezes não se sentem amados quando seus cônjuges não ajudam com as tarefas da casa. 

Nesse capítulo Gary Chapman vai conversar conosco exatamente sobre a importância de ajudarmos os nossos cônjuges. Pois, há cônjuges cuja linguagem do amor passa pelo serviço.

De forma que muitas mulheres se sentiriam muito mais amadas se os seus maridos dispusessem um tempo para ajudá-las e vice-versa. 

Então, vamos lá!

Em Efésios 5: 22-25 contpem o texto que para mim é o segredo do casamento sadio. Por isso, é de extrema importância entendê-lo bem. 

Há as duas coisas aqui que nós precisamos entender nesse texto.

Primeiro, quando ele diz sujeitem-se, o termo grego que ele utiliza é “hupotasso” que significa ceder, cooperar. Ou seja, Paulo está dizendo que a mulher seja uma auxiliadora.

Segundo, no Versículo 25 o termo entregou-se, é “paradidodomi” que significa apresentar-se, dispor-se. Nessas duas palavras podemos ver claramente pessoas que se amam e servem umas às outras. 

Então, se você ama, você deve servir por amor!

Prosseguindo, o autor mostra que podemos demonstrar nosso amor pelo cônjuge por meio do nosso serviço. Isso, é expressar amor por ele fazendo coisas para ele.

Esses atos de serviço exigem dedicação, planejamento, tempo, esforço e energia. Mas, se você realizá-los com o espírito positivo são verdadeiras expressões de amor.

Muitos casamentos estão sofrendo porque o cônjuge não fala a linguagem de amor do outro. Por isso, descubra qual a linguagem do seu cônjuge.

Converse sempre com seu cônjuge.

E, lembre casamento não é um problema a ser resolvido é um relacionamento. 

As críticas dos nossos cônjuges são um sinal sobre aquilo que eles gostariam que nós mudássemos.

Porém, apenas pessoas maduras são capaz de ouvir as críticas feitas por meu cônjuge. Por isso, amadureça.

Seu cônjuge pode e deve ser intrumento de Deus para sua melhria contínua. Não leve as críticas como uma coisa ruim, considere-as como pontos de melhoria.

Mas, obviamente essas críticas devem ser feitas com amor, sem necessariamente machucar o outro.

Para que assim construam um relacionamento firme e por isso difícil de ser derrubado. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.