Estudo Bíblico Sobre o tempo de Deus

O Tempo de Deus é uma das questões mais complexas e encaradas como a mais difícil de viver ou esperar, segundo a maioria dos cristãos. Não são poucos os que aguardam ansiosamente pelo agir de Deus, considerando a promessa demorada.

Sobre isso, Pedro, o apóstolo nos advertiu que estamos errados (2 Pedro 3.9).

Por pensar assim, Saul apressou-se e ofereceu sacrifício ao Senhor antes da batalha, algo que apenas o sacerdote podia fazer. Esse erro lhe custou a comunhão com o Senhor e o reino de Israel.

A maioria de nós não está vivendo o melhor de Deus, por não saber identificar o cumprimento do tempo de Deus, ou o que isso significa. Neste estudo bíblico, quero analisar com você exatamente isso.

Ao final, espero que o tema fique mais claro e se tiver dúvidas, deixe nos comentários, VALEU?

ENTÃO “BORA”!

Como Funciona o Tempo de Deus?

O fluxo regular e duração da vida, criado por Deus e medido pelas mudanças ocorridas na ordem criada. O fluxo de tempo é dirigido por Deus, que aponta tempos particulares no desvelar de seus propósitos. O tempo, graças ao fato de a vida humana ser breve, deve ser usado apropriadamente, aproveitando ao máximo toda e qualquer oportunidade. (Gênesis 1.14) (1)

Muitos de nós, cristãos sofre muito com o que chamamos de esperar em Deus, por não ter conhecimento de como o tempo de Deus funciona. A forma como a existência do Senhor funciona, é diferente da nossa.

O tempo não o afeta (2 Pedro 3:8).

A Bíblia apresenta várias palavras diferentes para tempo, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Como por exemplo:

1.Chronos: tempo;

2. Kairos: tempo, oportunidade;

3. Hemera: dia.

A nossa vida aqui na Terra está limitada a uma quantidade anos determinada. No Brasil, a média de vida está em 76 anos (Fonte: IBGE dados de 2018). Ou seja, vivemos muito pouco. Com isso, temos uma existência “corrida” e precisamos atingir algumas “metas” à medida  que os anos se passam.

Por exemplo, entre 3 e 4 anos de idade a criança precisa estar na escola para que até os 6 anos ela esteja lendo, essa é a idade ideal. Caso essa meta não seja “batida”, toda a vida escolar desse aluno pode ser afetado.

No campo da maternidade, a ciência mostra que para mulher o ideal é engravidar até os 35 anos de idade, passando disso há riscos para a mãe e para o bebê (Fonte: Dr. Dráuzio Varella).

Com todas essas demarcações de tempo, muitos de nós se torna ansioso, incrédulo, pessimista e desencorajado.

Mas não há necessidades para isso, uma vida guiada pelo Espírito Santo e pela Palavra de Deus, otimizarão nosso tempo, vida e história na Terra. Tudo o que precisamos fazer é submeter nossas decisões e estilo de vida ao Senhor.

Como?

Ao invés de “achar”, que precisa mudar de cidade, converse com o Senhor Deus sobre isso. Estude na Bíblia como se comportaram as pessoas que mudaram de cidades e veja quais os princípios aplicados.

Siga o mesmo procedimento para todas as decisões que precisar tomar e esteja atento a direção do Espírito. A resposta pode vir através de sonho, palavra profética, pregação, ministração interior do Espírito, enfim, de toda forma haverá paz com relação a direção dada.

Isso não significa que haverá ausência de medo. Não é incomum em nossa vida, saber o que fazer e mesmo assim ter o medo por perto. Por exemplo, o povo de Israel diante do mar vermelho sabia o que devia fazer, seguir em frente. E mesmo assim, eles ficaram com medo (Êxodo 14:10,11). Você não ficaria?

Quando o tempo de Deus nos é revelado, precisamos seguir a direção, mesmo com medo. No final, vamos ver a glória de Deus.

O Cumprimento da Promessa

O termo hebraico que o autor utiliza em Gênesis 21:2, é מוֹעֵד mô·ʿēḏ e significa: festa; assembleia; tempo oportuno. Ou seja, quando Deus em sua soberania entendeu que era o tempo determinado, Sara engravidou.

O Tempo de Deus obedece a soberania de Deus, é algo que nós não podemos examinar. Estamos neste momento sujeitos ao tempo de Deus no que se refere a Volta de Jesus Cristo e ao Arrebatamento da Igreja, por exemplo.

De toda forma, mesmo que nós não tenhamos o poder de interferir no tempo de Deus, devemos nos posicionar para receber suas promessas. Foi exatamente isso que Abrão fez.

Todas as vezes que o Senhor Deus lhe dava uma direção, ele seguia. À medida que o tempo passava, eles se tornaram amigos (Tiago 2.23) e com isso, mesmo não tendo o poder de dizer ao Senhor quando seu filho deveria vir, Abrão estava sempre posicionado para receber a promessa.

O Exemplo de Abrão

Devemos aprender com Abrão, que soube esperar em Deus e foi fiel a visão por 25 anos. Um ano antes de seu filho Isaque começar a ser gerado no ventre de Sara, o Senhor lhe apareceu e disse que ele permanecesse fiel a direção (Gênesis 17:1). Na mesma ocasião, o Senhor profeticamente mudou seu nome e o de sua esposa, eles passaram a se chamar: Abraão e Sara (Gênesis 17:5,6).

Há uma grande lição aqui. O tempo determinado por Deus nos conduz ao melhor de Deus para nossa vida. Quando esperamos o cumprimento do tempo de Deus semeamos uma vida extraordinária e surpreendente para nós e para nossa geração.

A Revelação de Jesus

Chronos - O Tempo de Deus

O Senhor Jesus não veio há dois mil anos atrás por obra do acaso. Foi exatamente o cumprimento do tempo de Deus. O termo que o autor utiliza em Gálatas 4:4, para dizer isso, em grego é chronos e significa: tempo.

Em sua soberania e intervenção na história, Deus criou o cenário ideal para a manifestação de seu Filho. De forma que em alguns séculos a história fosse dividida por sua vida.

O que quero dizer é que, o tempo de Deus na nossa vida atua de maneira que até mesmo o cenário ideal para o desenvolvimento de Sua vontade prevaleça.

Quando esperamos o cumprimento dessa determinação, vamos perceber que tudo ao nosso redor flui e prospera de maneira além daquilo que esperávamos será muito melhor.

Não significa que será fácil, assim como aconteceu ao Senhor Jesus, mas as dificuldades serão extraordinariamente superadas pelo propósito de Deus.

As Divisões do Tempo de Deus Para a Vida

Muitos cristãos não conseguem aproveitar a vida por não saber respeitar as suas estações. A vida não é só alegria, nem tristeza. Triunfo ou derrotas. Há tempo para todas estas coisas (Eclesiastes 3:1-8).

A questão é: como administrá-las?

Bem, fazemos isso de maneira segura e sadia, observando os princípios da Palavra de Deus. O Senhor sabe exatamente qual a melhor trilha e debaixo de sua direção, sentiremos em nosso espírito o ímpeto do que seguir.

Quando for para chorar, chore. Mas não passe a vida chorando. Prefira a alegria, escolha ser feliz. Há cristãos que conheço, que passam a vida lamentando – Pouco dinheiro, problemas de saúde, sem perspectiva de futuro – em muitas coisas que podemos alterar mudando nosso comportamento.

Meu conselho final sobre isso é: respeite as estações da vida, mas escolha sempre a alegria e a gratidão. Você pode escolher como vai se sentir em cada ocasião e podemos escolher crer.

Conclusão

Vimos que o tempo de Deus é o melhor, isto é, a situação ideal para nossa vida. Quando esperamos o cumprimento desse tempo, somos surpreendidos em como o Senhor é generoso, abundante e bom.

Passamos por muitas coisas difíceis e gostaríamos de pular muitas delas. Mas se com submissão e fé, formos pacientes e aguardar o socorro de Deus, entraremos e Canaã.

Jeremias é para mim um grande exemplo de alguém que espera em Deus, ele anima sua alma com a esperança de que Deus é bom, para aqueles que nele esperam (Lamentações 3:25-33).

Portanto, seja paciente e confie no Senhor. 

Referências

  1. Novo Dicionário Internacional de Teologia e Exegese do Antigo Testamento, Volumes 1–5

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here