marca_final-01

A Autoridade do Nome de Jesus na Igreja

O autoridade do Nome de Jesus é inigualável. Isto, porque ele é o unigênito de Deus e o primogênito dentre os mortos. Ao Nome de Jesus, todo joelho se dobrará e toda língua confessará.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A autoridade do Nome de Jesus se comprova de diversas maneiras ao longo da História da Igreja. Os sinais materiais e espirituais que estão em volta do Nome de Jesus, são inigualáveis.
Como Igreja, precisamos não apenas conhecer, mas utilizar esta autoridade para continuar avançando na pregação do Evangelho até que o Senhor venha.

O nome de Jesus é muitas vezes hoje utilizado como figura de linguagem, como um vício de linguagem, de forma que muitas vezes já perdemos a consciência do que significa e qual a autoridade e revestimento de poder há no nome de Jesus. 

Com base no Episódio de Atos 3, onde na autoridade do nome de Jesus Pedro e João curaram um homem que já estava enfermo há 40 anos, vamos ver alguns princípios por trás da atitude do comportamento desses homens que vão nos ensinar a utilizar o nome de Jesus com autoridade da forma correta e ver o poder do nome em ação.

1. “Olhe para nós” – Atos 3.1,4,6

Atos Capítulo 3, versículos 1, 4 e 6 o apóstolo Pedro e João começam a vivenciar e experimentar as promessas que o Senhor Jesus lhe habia feito quando ainda estava entre eles. 

Alguns detalhes neste texto merecem a nossa atenção. 

O versículo um diz que na hora da oração Pedro e João estavam indo ao templo orar, ou seja, Pedro e João eram homens de oração. Em segundo lugar ao encontrar com homem enfermo Pedro diz: “olhe para nós” e em terceiro lugar ele diz em nome de Jesus Cristo, Ande. 

Vamos responder aqui algumas perguntas: Quem eram Pedro e João?

Pedro João eram dois discípulos mais íntimos de Jesus, que foram testemunhas da transfiguração do Senhor (Mateus 17.1); estavam com o Senhor Jesus no Getsêmani,onde Jesus está com a alma angustiada e pede que orem por Ele (Marcos 14:33); e que conforme Galátas 2:19 o apóstolo Paulo diz que eles são Colunas da Igreja. 

Com essas referências fica claro que as pessoas que estão utilizando o nome de Jesus são pessoas completamente transformadas pelo poder do Evangelho. 

Quando Pedro foi chamado era um homem iracundo, estressado, carnal, de dupla personalidade. Mas, aqui Pedro agora é um homem completamente transformado.

João junto com Tiago pediu a Jesus para lançar fogo sobre Samaria porque haviam rejeitado a pregação deles. Mas, agora João é o apóstolo do amor então, as pessoas, os apóstolos que estão aqui usando o nome de Jesus são pessoas que foram transformadas por Jesus, que tiveram relacionamento com Jesus e que conheciam Jesus.

Perceba que Pedro, Atos Capítulo 3:1,4 e 6, chama a responsabilidade para cima deles, e como testemunhas ele diz: “olhe para nós”. 

Precisamos ter na nossa consciência ao utilizar o nome de Jesus que o poder do nome de Jesus só será ativado em nossa vida se nós tivermos relacionamento com ele.

O nome de Jesus é o nome que está sobre todo nome e não deve ser utilizado de forma vã. Muitas pessoas acham que este mandamento esse princípio do mandamento deixou de existir.

Mas isso não é verdade. O mandamento de não utilizarmos o nome do nosso Deus em vão permanece o mesmo. Então nós devemos ter reverência ao nome de Jesus e de fato utilizá-lo para que o poder de Deus seja ativado por meio Dele. 

Quanto mais perto de Cristo, mais parecidos com Ele. Você quer que o nome de Jesus, a autoridade do nome de Jesus seja ativado na sua vida? 

Para isso então, desenvolva relacionamento com Ele!

2. Não há poder em nós mesmo 

No versículo 12, quando o milagre acontece e o homem, que estava ali a 40 anos e era conhecido por todos,  volta a andar ele sai gritando, louvando a Deus no pátio, causando um alvoroço. 

Nesse momento, todo mundo ficou olhando para Pedro e João para saber como eles tinham feito aquilo. E a resposta de Pedro é sensacional! 

Pedro disse: Por que vocês estão olhando para nós? Como se nós tivéssemos feito isso por nosso próprio poder? 

Muitas vezes os meus irmãos o poder do nome de Jesus não é ativado na nossa vida porque estamos querendo atrair a glória para nós mesmos, estamos querendo assumir o lugar do Senhor Jesus na igreja isso não é possível. Pois, o Senhor não divide a sua glória com ninguém! 

Pedro aqui nos ensina que não há poder em nós mesmos, mas o poder e a autoridade do nome de Jesus fez tudo isso. 

Então se quisermos ver o poder do nome de Jesus sendo ativado na nossa vida, precisamos dar glória a Deus, glorificar ao Senhor Jesus com as nossas atitudes. 

O Cristianismo meus irmãos não se trata do que somos mais do que Jesus é! O desejo de Deus é que o nome de Jesus seja glorificado! 

Que sejamos como Pedro. Que mesmo que os recursos e a infraestrutura se vão, mas que fique o poder do nome!

Porque se a autoridade do nome de Jesus estiver, as transformações acontecem.

3. A fé no nome de Jesus 

No versículo 16, Pedro vai explicar às pessoas que estão ali,o que foi que aconteceu e como eles operaram tamanho milagre. Pedro diz a fonte do poder é o nome de Jesus, pela fé no nome Dele. 

Fé aqui no original é “Pistis” e faz referência a uma profunda convicção,  como resultado de relacionamento com Deus. É como se nós pudéssemos dizer, pela convicção gerada por meio de um profundo relacionamento com Deus no nome de Jesus que homem foi curado. 

O evangelho não é mágica, a palavra “pistis” nos mostra que é muito mais. É muito mais que religiosidade, que tradição e uma série de outras coisas.

É a fé no relacionamento. É a fé como resultado de um profundo relacionamento com Deus!

O nome de Jesus é a chave que destrava o impossível! Sim, não existe impossibilidade para a autoridade do nome de Jesus. Se você e eu desenvolvermos relacionamento profundo com Jesus vamos ver coisas incríveis acontecer!

4. Em Jesus descansamos 

A pregação de Pedro vai se desenvolvendo e ele começa a falar sobre a necessidade daquele povo voltar-se para Jesus. Nos versículos 19 e 20, Pedro diz arrependam-se para que os seus pecados sejam cancelados e vocês possam viver tempos de descanso.

O termo original para cancelados é “Exaleipho”, que significa algo mais para algo mais próximo de ungir, próximo de limpar e renovar de restaurar. 

Dessa forma o termo em português “cancelado”, nesse contexto, muitas vezes, limita a nossa visão do que significa arrepender-se para que os nossos pecados sejam cancelados. 

Mas “Exaleipho” é como se Deus estivesse nos arrependam-se para que eu possa ungir e limpar vocês de todos os seus pecados. E, estando agora Limpo possam entrar no meu descanso. 

Nós só podemos descansar em Deus depois que formos ungidos pelo seu perdão, fomos agraciados pela limpeza profunda do sangue de Jesus. 

Essa palavra deixa claro que, quem não nasceu de novo não pode acessar o poder e autoridade do nome de Jesus. Mas, quem de fato nasceu de novo e tem relacionamento com Jesus pode utilizar o poder do nome de Jesus e passar a viver experiências com Deus. 

O poder está à disposição dos filhos e o descanso em Deus é o resultado de uma alma consagrada a Ele. 

Então, se você quiser ativar utilizar o poder do nome de Jesus na sua vida você precisa consagrar sua alma. Pois, não existe a possibilidade de vivermos coxeando entre dois pensamentos, de andarmos pela porta larga desprezando a Santificação e Honra e ativar o poder de Deus sobre a nossa vida. 

Nunca será por merecimento, sempre será por causa da Graça, será “Exaleipho”, isso é, ser ungido para ser purificado e para que os nossos pecados sejam cancelados.

Todavia, quem nasceu de novo deve dar frutos dignos de arrependimento. Não se deixe enganar pela massa de cristãos que estão vivendo de forma tão descompromissada com Jesus, porque o poder do nome de Jesus só está ativado na vida daqueles que o conhecem e o amam. 

Pedro e João são essas pessoas: foram transformados e que sabiam quem Jesus era quando usaram o nome de Jesus e o poder e a autoridade do nome foram ativados. 

Então, que nós possamos estar juntos no Nome para que o poder do Nome seja ativado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});