A Mulher do Fluxo de Sangue e Sua Fé - Jesus e a Bíblia

A história da mulher do fluxo de sangue deve ser uma inspiração para todos os cristãos em todas as épocas. Isto porque, seu testemunho é cercado de muita fé, determinação e atitude.

O tempo, a dor, o isolamento, nada disso conseguiu acabar com seu desejo de viver uma vida plena. Ao saber que Jesus lhe daria uma chance, ela não hesitou e deu o seu melhor para encontrar o Mestre.

Qual era o Problema da Mulher do Fluxo de Sangue?

Quantas pessoas você conhece que continua lutando para ficar curada, após 12 anos tentando?

A maioria desiste. Dá desculpas. Aprende a conviver.

A mulher do fluxo de sangue não, ela era diferente. Ela desejava viver e viver bem, não na mediocridade. Isso fica claro no investimento que fez.

Você já teve a sensação de dar o melhor de si e as coisas só seguem piorando?

Aconteceu com ela também.

Gastou tudo o que tinha ao longo de doze anos com vários médicos. Marcos (autor do Evangelho) diz que ela, ao invés de melhorar, piorava (Marcos 5:25-26).

Hoje é possível dizer que o seu problema, provavelmente era um distúrbio menstrual crônico ou uma hemorragia uterina.

De qualquer forma, era um problema grave que a atormentava sua saúde física e sua convivência social. De acordo a Lei cerimonial de Israel ela estava constantemente impura e devia viver em confinamento, sem tocar em ninguém pois qualquer um que fosse tocado por ela, também se tornava impuro (Levítico 15:25-27).

Quando Tudo Mudou?

Uma das nossas importante funções cognitivas é a audição. Muitas mensagens importantes da nossa vida e fé, nos são passadas pelo que ouvimos. Nossa convicção, determinação, resiliência, coragem, enfim.

A mulher do fluxo de sangue poderia escolher viver deprimida. Ela poderia declarar sobre si mesmo: “não há esperança para mim”. “Estou sempre tão fraca”. “Deus me esqueceu”.

Ou se pensarmos bem, quantas mensagens negativas não chegaram aos seus ouvidos? Quantas pessoas não lhe disseram para desistir de lutar? Que não tinha jeito?

Nada disso conseguiu pará-la.

Nem o fluxo de sangue ou sua debilidade física afetaram sua capacidade de acreditar.

Quando ela ouviu falar do que Jesus era capaz e do que Ele estava fazendo, ela acreditou que ele poderia curá-la (Marcos 5:27)

Por Que a Mulher do Fluxo de Sangue Tocou em Jesus?

No momento em que creu, ela pensou no que poderia fazer para chegar até Jesus (Marcos 5:27). Ela sabia que não seria nada fácil. Além da debilidade causada pelo fluxo de sangue, havia também a multidão que cercava o Filho de Deus.

Sua fé a levou a uma estratégia: “Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada”.

Sua atitude de tocar em Jesus, foi motivada por sua fé.

Vejo muitos filhos de Deus se lamentado por não receber a benção de Deus, por não ter sua vida transformada, por não entender tanto sofrimento.

A mulher do fluxo de sangue nos dá uma grande lição: precisamos crer e agir de acordo com a nossa fé. Nossas decisões e movimentos devem alimentar nossa crença.

Foi exatamente o que aconteceu a esta mulher.

Ela escolheu no que acreditar, e agiu de acordo com sua fé.

O Poder de Uma Atitude

Ao tocar em Jesus, a mulher sentiu que estava curada (Marcos 5:29). O termo grego utilizado para “sentiu” é  ginosko e significa: conhecer, entender, perceber, ter conhecimento de.

Ou seja, ficou muito claro para ela que no momento em que tocou Jesus, o fluxo de sangue foi interrompido e ela estava sarada.

Há poder e desejo em Deus para nos ajudar, sarar, confirmar e fortalecer (Marcos 5:30). Precisamos contudo, assim como esta mulher, perseverar na fé e não desistir diante dos empecilhos da vida.

Jesus Quer Conhecê-la

Ao ser tocado de maneira diferente pela mulher do fluxo de sangue, Jesus percebeu que seu poder havia sido “ativado”. Muitas pessoas o apertavam e empurravam no meio da multidão, mas nem todos obtiveram a mesma resposta (Marcos 5:31).

O segredo esta na intenção do toque.

Para a mulher, Jesus era tudo. Para muitas daquelas pessoas, algo a mais.

Isso é realidade em nosso contexto de fé.

Para muitos de nós Jesus é apenas um acréscimo.

Lembra quando você vai ao Burguer King e eles perguntam se você quer aumentar a batata por apenas mais R$1,00?

É o que o Filho de Deus tem sido para muitos de nós, um extra.

Mas Ele é muito mais que isso e devemos crer assim.

A mulher do fluxo de sangue atraiu a atenção de Jesus, por causa de sua dedicação em continuar crendo. Deus ama a fé e esta disposto a responder positivamente aqueles que perseveram nela.

Vá em Paz!

Quando encontrou a mulher e ouviu sua história, o Senhor ficou muito feliz!

Ele declarou que sua cura era o resultado de sua fé, e que ela podia seguir sua vida em paz (Marcos 5:34).

Muitos cristãos atribuem a Deus todos os resultados de sua vidas.

Isto significa que quando as coisas não mudam, acontecem, ou prosperam é simplesmente porque Ele não quer.

A resposta de Jesus nos mostra que não é bem assim.

Obviamente que a fonte de todo poder é de Deus e que a fé por si mesma não faz nada.

Mas o ensino do Mestre neste contexto, nos mostra que devemos crer e alimentar esta fé com atitudes, determinação e força.

Conclusão

Jesus despede a mulher chamando-a de “filha”. Seu objetivo era fechar as marcas que a religiosidade provavelmente deixaram nela, de abandono e distância.

Deus a chamou de filha e a despediu em paz, ou seja, ela não precisaria mais se preocupar com o fluxo de sangue, pois ele nunca mais iria atormentá-la.

De “morta”, ela passou a vida. Tudo isso por causa do maravilhoso amor de Deus e de sua atitude em direção a Ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here