A Aliança do Calvário ministrada pelo Senhor Jesus possui características diferentes da Antiga Aliança e é motivo de confusão para muitos cristãos. Muitos se perguntam o que de fato aconteceu? O que mudou? Por que não oferecemos sacrifícios de animais? E as ofertas?

Neste estudo bíblico sobre a aliança do Calvário, a minha intenção é mostrar um paralelo entre a Antiga Aliança e a Aliança do Calvário instituída por Jesus. É com certeza algo muito importante em nossos dias, para o nosso relacionamento com Deus e sobre a nossa compreensão do que mudou.

Portanto, fique confortável. Esqueça as notificações da Web e “vamos viajar”!

A Primeira Aliança

Eles servem num santuário que é cópia e sombra daquele que está nos céus, já que Moisés foi avisado quando estava para construir o tabernáculo: “Tenha o cuidado de fazer tudo segundo o modelo que lhe foi mostrado no monte”. (Hebreus 8:5)

A obra do Tabernáculo erguido no deserto sob a ordem de Deus possuía alguns objetivos, dentre eles o de servir de ato profético para a revelação da Aliança do Calvário ministrada por Jesus na Santa Ceia e selada por sua morte na Cruz.

Por meio de sua morte, o Senhor Jesus ministrou sobre aqueles que creem nele, vida. A vida eterna junto à Deus que está planejada desde a criação de Adão e Eva.

A Nova Aliança saiu da Antiga Aliança (v. 14), e o adjetivo nova indica que essa Aliança tem uma qualidade que é superior à antiga. Jesus inaugurou esta Aliança em seu sangue na ocasião em que instituiu a Ceia do Senhor (Lc 22.20; 1Co 11.25) e assim cumpriu a profecia registrada por Jeremias. Mais de 600 anos antes, por intermédio de Jeremias, Deus anunciou a vinda de uma Nova Aliança que ele faria com Israel (31.31–34) Observe que Deus tomou a iniciativa para fazer as Alianças, a antiga e a nova: a antiga no Sinai e a nova em Sião. E Deus faz esses acordos com seu povo para benefício e bem-estar desse povo. (Kistemaker, S. (2014). 2 Coríntios. (H. H. G. Silva, Trad.) (2a edição, p. 137). São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã.)

O ministério de Moisés foi esplendido na Antiga Aliança, contudo a Aliança do Calvário se mostrou muito superior em seus efeitos.

A Aliança do Calvário é Superior

Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles, assim como também a aliança da qual ele é mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores. (Hebreus 8:6)

As promessas da nova aliança são superiores a antiga. Não há necessidade de encobrir o rosto e o documento onde ela está registrada também é melhor. Enquanto Moisés registrou os dez mandamentos em tábuas de pedra, na nova aliança a lei de Deus é ministrada nos corações dos seres humanos.

Havia também a ausência da ministração do Espírito Santo, ele não havia sido derramado ainda. Isso tornava a compreensão limitada. Já na Aliança do Calvário, o Espírito é principal ministro. Ele é o responsável por abrir o entendimento e produzir conversão.

Observe:

A diferença entre a nova aliança e a antiga aliança é descrita vivamente no capítulo 3. Uma comparação entre essas duas alianças revela que a nova suplanta a antiga. Listo alguns elementos dessas alianças de forma paralela.

Antiga Aliança:

  1. Deus escreve a Antiga Aliança em tábuas de pedra;
  2. O ministério de Moisés é de glória transitória que é encoberta;
  3. Sem o Espírito a letra mata, é condenação e abolição

A Aliança do Calvário:

  1. Cristo escreve a aliança nos corações humanos;
  2. O ministério de Paulo é de glória sobre-excelente que é revelada;
  3. O Espírito dá vida, é justiça e permanência.

(Kistemaker, S. (2014). 2 Coríntios. (H. H. G. Silva, Trad.) (2a edição, p. 134). São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã.)

O ministério da nova aliança é muito mais excelente que o dá antiga aliança. Somos renovados em Deus por uma ministração que produz em nós a vida de Cristo e passamos a ser Templo do seu Espírito.

Agora não é mais o imponente Templo de Salomão a casa de Deus, mas sim os corpos consagrados de cristãos sinceros que amam ao Senhor e tem prazer em sua Palavra.

A justiça produzida pela Aliança do Calvário em nós, reflete em nossas atitudes e caráter a maravilhosa pessoa de Cristo. Dessa forma, nos tornamos agentes diretos da ministração do Evangelho.

Características da Aliança do Calvário

Tal é a confiança que temos diante de Deus, por meio de Cristo. Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas a nossa capacidade vem de Deus. Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica. (2 Coríntios 3:4-6)

Um outro ponto determinante sobre a Aliança do Calvário, é a fonte de capacitação dos ministros. Ela vem de Deus. De uma nova aliança espiritual.

Aqui, o apóstolo Paulo nos mostra que a observação da lei sem a sua prática, fez com que os israelitas morressem no deserto sem ver a Terra Prometida.

O cenário histórico da desconsideração dos israelitas pelas palavras da Antiga Aliança dá um exemplo claro de que a letra mata. Quando Deus no cimo do Monte Sinai escreveu os Dez Mandamentos em tábuas de pedra, os israelitas no pé da montanha fizeram o bezerro de ouro. Como consequência de não obedecer às condições da Antiga Aliança, 3.000 israelitas morreram (Êx 32.28). E, do outro lado, Calebe foi abençoado com uma vida longa e uma herança na terra prometida porque tinha um espírito diferente e seguiu o Senhor com coração sincero (Nm 32.12; 14.24; Js 14.9; Dt 1.36). (Kistemaker, S. (2014). 2 Coríntios. (H. H. G. Silva, Trad.) (2a edição, p. 138–139). São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã.)

Na Aliança do Calvário, estas leis estão escritas dentro de nós, isto é, dentro daqueles que experimentaram um novo nascimento real e receberam o Espírito Santo da Promessa. Ele torna o conhecimento de quem Deus é, compreensível a nós.

Com isso, qualquer ser humano, independentemente de seu grau de escolaridade pode compreender o que está escrito na nova aliança. É algo completamente contrário ao regimento passado, pois os corações endurecidos da Antiga Aliança, estavam constantemente distantes do Senhor.

Ao passo que na Aliança do Calvário, o Espírito Santo ministra constante e diretamente ao nosso espírito sobre as coisas que agradam a Deus.

A Nova Aliança é superior e diferente da antiga com respeito ao lugar que ocupa a lei de Deus, sua promessa, o conhecimento dele e sua remissão do pecado. Na Nova Aliança, as leis de Deus estão escritas, não em pedra ou papel, mas nos corações e nas mentes humanas. São parte do ser íntimo das pessoas. Deus cumpre sua promessa provando que ele é seu Deus e eles são seu povo. Também, a revelação de Deus se torna tão universalmente conhecida que ela cobre a terra “como as águas cobrem o mar” (Is 11.9; Hc 2.14). Por todo o mundo, todas as classes de pessoas conhecem o Senhor. E em último lugar, Deus perdoa o pecado e não se lembra mais dele (Jr 31.31–34; Hb 8.10–12). Ele concede remissão completa por meio de seu Filho Jesus Cristo, que verteu seu sangue na cruz do Calvário. “Sem derramamento de sangue não há perdão” (Hb 9.22b). (Kistemaker, S. (2014). 2 Coríntios. (H. H. G. Silva, Trad.) (2a edição, p. 137–138). São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã.)

Sendo assim, entendemos que a nossa reconciliação com Deus na Aliança do Calvário é muito mais poderosa e profunda. Pois tem a Cristo como mediador e o seu sangue como agente de remissão.

Não é mais o sangue de carneiros, bodes, ou qualquer outro animal, mas o precioso e imaculado sangue de Jesus derramado para purificar os nossos pecados.

Conclusão

A Aliança do Calvário ministrada pelo Senhor Jesus é muito superior a Antiga Aliança, ministrada no monte Sinai e que tem Moisés como figura principal.

Enquanto Moisés cobria o rosto diante da Glória de Deus, nós permanecemos com Ele descoberto para que o mundo perceba a face de Cristo em nós.

Nesta nova aliança, temos segurança em Deus pelo Espírito Santo para desenvolver relacionamento com a divindade de maneira amorosa e confiante. Agora podemos nos aproximar e não há necessidade de temor. Não seremos fulminados pela glória, seremos acolhidos e transformados por ela.

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » QUERO SER UM INSCRITO!

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here