Jesus e as Crianças - Deixai Vir a Mim os Pequeninos

Aprendemos com a Bíblia em diversos momentos, mas o episódio de Jesus e as crianças nos revela muito sobre Deus. O Mestre estava ensinando, como de costume. Pessoas com olhos fitos nele. Milagres. Gritos de glória a Deus! O culto havia sido uma maravilha.

Ao final dele no entanto, algumas mães cheias de entusiamo, trouxeram suas crianças para que o Senhor as abençoasse e tocasse nelas. Os discípulos por sua vez, não gostaram nada da ideia, com isso, passaram a reclamar dizendo que elas estavam incomodando (Marcos 10:13).

Os discípulos estavam cansados. Estressados. Com fome. Quando viram aquela multidão de crianças em direção a Jesus, lhes faltou a paciência.

A Relação Sincera Com Deus

O relacionamento de Jesus com as crianças é o genuíno exemplo da pureza. Aquelas crianças não estavam indo à ele com interesses pessoais, carnais. Era o simples desejo de estar perto e receber sua benção, que as atraía. Vendo a atitude dos discípulos, o Senhor ficou indignado (Marcos 10:14).

A comunhão mostrada entre eles, revela que quando nos tornamos insensíveis e egoístas quando nos tornamos adultos sem visão espiritual, nos tornamos empecilhos entre as pessoas e Deus, muitas vezes.

Os discípulos se acharam no direito de determinar quem se aproximava ou não de Deus. Acharam por um momento que isso estava sobre seu controle.

Muito líderes religiosos têm feito o mesmo. Muitas de suas regras, fundamentos, e doutrinas só servem para impedir as “crianças” de ir até Jesus.

O Caminho Para Deus

O acesso que o Senhor Jesus abre as crianças, nos mostra que Deus não destaca desempenho profissional, pessoal ou posição social. Ele destaca dependência, pureza, sinceridade (Marcos 10.15).

Quantas vezes seu filho (a) já errou? Deixaram de ser seus filhos? Quantas vezes você o mandou embora por causa de seus erros?

O princípio é o mesmo. A diferença é que a criança ao errar recorre a seus pais em busca de perdão. O perdão de seus pais consequentemente lança fora o fardo da culpa.

Aprendendo a Ser Como Criança

A ligação que existe entre Jesus e as crianças nos ensinam que a alma sincera, que o busca, não é desprezada, como nos mostra o Salmos 107.4-9. Mesmo em meio a aridez da vida, o Senhor Deus cuida da alma que verdadeiramente depende e recorre a Ele.

Ele é assim. Está sempre disposto a nos tomar em seus braços e nos abençoar. O que acha de correr para seus braços hoje?

Eu entendo que existe uma diferença enorme entre falar e viver. Mas em minha vida, é exatamente isso que tenho experimentado. O cuidado de Deus. Não são poucas as vezes que o Senhor me tomou em seus braços e consolou minha alma a de uma criança.

Deus abençoe!

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here