Jesus

Jesus No Getsêmani: 9 Lições da Oração de Jesus No Getsêmani

O período de Jesus no Getsêmani nos ensina que a vida é cheia de altos e baixos. Muitos deles são tão profundos que não conseguimos sequer, ver o final. Neste artigo vamos extrair preciosas lições da profunda agonia sentida por Jesus no GetsêmaniO que Ele fez? Como se comportou?

Por que a depressão não destruiu sua motivação de terminar a obra que havia começado?

Essas e outras respostas você encontrará ao longo do texto.

São 9 lições ao todo. A nona é a minha preferida.

Material complementar: assista ao vídeo na conclusão com conteúdo relacionado ao artigo.

Boa leitura!

Observação: As referências bíblicas foram retiradas da Bíblia NVI, Bíblia VIVA, Bíblia Almeida.

Jesus No Getsêmani: Oração o Primeiro Passo

O SENHOR Jesus está prestes a enfrentar o pior momento de sua vida. Uma horrível expectativa cerca sua alma. E a sua primeira atitude é: se afastar para orar.

“Então Jesus os levou a um lugar chamado Getsêmani, e os mandou sentar e esperar, enquanto ia adiante para orar.” (Mateus 26.36)

Vivemos em mundo extremamente agitado, independente, autossuficiente.

Procuramos as melhores soluções no conhecimento, na tecnologia, na ciência e muitas delas não podem ser encontradas aí.

Há quem acredite que o dinheiro pode ser um “oásis” no deserto das dificuldades.

Pessoas com câncer em estado terminal sabem que não é. O dinheiro não é capaz de resolver questões complexas da alma.

No campo das dificuldades emocionais somente a oração tem cura definitiva.

Essa é a primeira lição dada por Jesus no Getsêmani. Não importa o que esteja acontecendo ou venha acontecer, primeiro ore.

Veja o que disse Martinho Lutero, servo de Deus:

 “Tenho tanto para fazer hoje que acho que passarei as primeiras três horas em oração”. (Martinho Lutero)

“A oração é o suor da alma.”  (Martinho Lutero)

Jesus No Getsêmani: Não Se Isole

Jesus no getsêmani está sentindo profunda angústia e tristeza, e o que ele procura?

 A companhia de pessoas que Ele ama.

Levou com ele Pedro e os dois filhos de Zebedeu, Tiago e João, e começou a sentir angústia e tristeza. Então disse-lhes: “Minha alma está cheia de tristeza, a ponto de morrer. Fiquem aqui e vigiem comigo”. (Mateus 26.37,38)

Pedro, Tiago e João são seus discípulos, espiritualmente, mais maduros. Por diversas vezes Ele pediu que os demais se retirassem, permanecendo apenas esses três.

Inúmeras pessoas procuram lidar com seus problemas, suas crises, até mesmo as mais difíceis, sozinhas. Não compartilham com ninguém. Não pedem ajuda.

O SENHOR Jesus no Getsêmani, busca o consolo e a companhia de seus amigos.

Pesquisas recentes, realizadas pela Healt in Brazil , mostra que o isolamento social é um dos principais comportamentos nocivos da depressão.

“Em casos de depressão leve, ainda há algum envolvimento e até mesmo vontade de superação. Em nível moderado, existe mais dificuldade em suportar a pressão, o que compromete o rendimento de sua produção e a clareza da percepção. Isso facilita o isolamento. Já na depressão severa, o depressivo pode sofrer até mesmo de amnésia e ilusões, chegando ao isolamento total.” (Psicóloga Aridinéa Vacchiano, do Rio de Janeiro,)

É exatamente isso que Jesus quer evitar: o isolamento, a depressão. Ele luta para que a tristeza e a angústia não engulam sua motivação de ser agradável a Deus.

Veja o que diz o sábio Salomão:

Quem se isola, busca interesses egoístas, e se rebela contra a sensatez.(Provérbios 18.1)

O auto-isolamento na crise é uma forma de autopiedade, e também não é a coisa mais inteligente a se fazer, por isso Salomão diz que, quem assim faz “busca interesses egoístas”.

Não era essa a intenção de Jesus. No Getsêmani, como em todo lugar, durante toda sua vida, Ele busca os interesses do Seu Pai.

Jesus No Getsêmani: Derrame Sua Alma Diante De Deus

Uma das possibilidades mais belas da oração é poder derramar-se diante de Deus.

“Ele avançou um pouco, inclinou-se com o rosto no chão, e orou…” (Mateus 26.39a)

É isso que Jesus faz. No Getsêmani Ele se derrama.

Ele se lança aos pés de seu Pai, em busca de alivio para sua dor. Em busca de força para a insegurança.

Como diz o salmista:

Assim como os olhos dos servos estão atentos à mão de seu senhor, e como os olhos das servas estão atentos à mão de sua senhora, também os nossos olhos estão atentos ao Senhor, ao nosso Deus, esperando que ele tenha misericórdia de nós. (Salmos 123:2)

O SENHOR Jesus no getsêmani coloca seu rosto no chão, junto à terra, olha para Deus e ora.

Ele está atento às mãos de seu Pai. Como uma criança se lança sobre seus braços.

As entrelinhas revelam a dor de Jesus no Getsêmani. Ele está vulnerável.

Derramar-se diante de Deus é um dos melhores remédios para a alma. Porque temos a oportunidade de dizer como estamos nos sentindo.

O que nos aflige, incomoda, machuca. O que nos causa medo. Podemos até dizer como gostaríamos que as coisas fossem.

Falo mais sobre isso no artigo sobre intimidade com Deus.

Veja o exemplo de Jó:

  • Jó diz como se sente:

“Se tão-somente pudessem pesar a minha aflição e pôr na balança a minha desgraça! Veriam que o seu peso é maior que o da areia dos mares. Por isso as minhas palavras são tão impetuosas. ” (Jó 6:2,3)

  •  Jó revela que gostaria de ser atendido:

 Se tão-somente fosse atendido o meu pedido, se Deus me concedesse o meu desejo…” (Jó 6:8)

Jesus No Getsêmani: Fale Para Deus Exatamente O Que Está Sentindo

Jesus no getsêmani não esconde seu desejo. Naquele momento Ele gostaria de não ter de passar por isso.

“Meu Pai! Se for possível, afaste este cálice de mim…” (Mateus 26.39b)  

O “Cálice” é a representação da sua morte cruel, mas redentora, que se aproximava.

Se você deseja saber o que motivou essa crueldade leia o artigo Jesus: Mas Que Mal Ele Fez?

As ânsias e as agonias provocadas pelas visões da tortura, da crueldade, da zombaria, da vergonha, da injustiça humana, da dor, estavam atormentando sua alma.

Jesus então pede: “afaste este cálice de mim”.

“Nos escritos sagrados, o cálice é usado para indicar tristeza, angústia, terror ou alguma provação especial. Na antiga cidade de Atenas, o cálice de veneno era um dos meios de execução de criminosos, e o grande Sócrates foi morto dessa maneira, embora fosse inocente das acusações assacadas contra ele. É possível que a ideia do “passar do cálice” seja uma alusão à permissão, por algum juiz de que um criminoso não tivesse de sorver o cálice, sendo passado para outro (quando diversos condenados estivessem enfileirados para serem executados), e assim aquele criminoso seria poupado. (CHAMPLIN, Russel, NOVO TESTAMENTO comentado versículo por versículo, Evangelho de Mateus Pg 602).

Não há pecado algum em dizer a Deus como você se sente, desde que não haja arrogância.

Somos humanos. Limitados. Frágeis.

A atitude de Jesus no getsêmani nos ensina a ser transparentes com Deus.

Veja o que o salmista diz:

O SENHOR me examina e conhece todas as coisas a meu respeito.

 Sabe quando me sento ou quando me levanto. Conhece de longe cada um dos meus pensamentos.

 Examina cuidadosamente todos os meus passos e observa com atenção o meu sono; sim, conhece muito bem tudo o que eu faço.

O Senhor sabe tudo o que eu vou dizer antes de a palavra ser formada em minha boca. (Salmos 139.1-4)

“O SENHOR conhece…”

“Conhece de longe…”

“Examine com cuidado …”

O Senhor sabe tudo o que eu vou dizer antes de a palavra ser formada em minha boca…”

Não há porque esconder seus sentimentos, pensamentos, julgamentos, etc., porque o SENHOR conhece todos. Por mais contraditórios que sejam, Ele é a pessoa mais indicada, com quem podemos conversar sobre.

É o que Jesus faz. Ele simplesmente pede. Ele está se derramando.

Isso também precisava ser lançado.

Jesus No Getsêmani: Deus Faz Tudo Para Sua Glória e Nosso Bem

Essa deve ser uma providência a ser tomada no momento de oração: Conhecer a vontade de Deus.

“Contudo, eu quero que seja feita a sua vontade, e não a minha.” (Mateus 26.39c)

É muito comum em situações difíceis perguntar a Deus qual o motivo, o por quê?

“Qual a razão para tanto sofrimento?”

“Por que Deus permite que crianças inocentes morram de fome, sejam violentadas, mutiladas e torturadas na mundo?”

“Por que Deus permite que tantos cristãos sejam perseguidos e mortos pelas as mãos de radicais islâmicos?”.

A resposta pode não ser satisfatória, mas é bíblica:

“O Senhor faz tudo com um propósito; até os ímpios para o dia do castigo.” (Provérbios 16:4)

Veja o que o apóstolo Paulo diz aos cristãos Romanos:

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2)

“Não se amoldem”, ou seja, não tomem a forma.

Não podemos enxergar e julgar as questões difíceis da vida pela ótica humana.

Somente Deus conhece todos os critérios.

Perceba que o salmista descobriu que o SENHOR criou até o “ímpio”, o perdido com um propósito.

Deus faz tudo com um propósito. Ele julga corretamente. A sua vontade é sempre o melhor, por mais difícil que seja no momento. No final tudo dá certo.

“Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.” (Romanos 8:28)

A agonia de Jesus no Getsêmani foi terrível. Ele tinha inúmeros motivos para reclamar, desistir, mas não o fez.

Em seu relacionamento com DeusJesus aprendeu a confiar, mesmo nas situações mais adversas.

Por isso diz:

“Contudo, eu quero que seja feita a sua vontade, e não a minha.”

Jesus no getsêmani conhecia a vontade de Deus.

Jesus estava perto de Deus.

O conhecimento prévio da vontade de Deus nos dá clareza na tomada de decisões e na análise da situação. Dessa forma conseguimos ver mais longe.

Jesus No Getsêmani: Só Você Conhece O Valor Da Sua Luta

Jesus levou Pedro, Tiago e João ao Getsêmani para que lhe pudessem fazer companhia física e espiritual.

Devemos lembrar que Jesus chegou a dizer a eles que uma angústia mortal cercava sua alma, a ponto de sentir pavor. E disse “Fiquem aqui e vigiem comigo”.

No entanto…

“Depois voltou aos três discípulos, e os encontrou dormindo. “Pedro”, perguntou ele, “vocês não puderam ficar acordados comigo nem mesmo uma hora? Vigiem e orem. De outro modo a tentação vencerá vocês. Pois o espírito na verdade está disposto, mas o corpo é fraco!”(Mateus 26.40,41)

Eles não valorizaram, não entenderam a luta de Jesus no Getsêmani, por isso o sono os venceu.

Por outro lado, em lugar de demonstrar abatimento, desistência, Jesus os estimula a orar e mais que isso, a vigiar.

Não desista! Mesmo que as pessoas que você ama:

  • Não valorizarem sua luta;
  • Não o entendam;
  • Não reconheçam a autoridade da sua dor;
  • Não entendam ou compreendam o motivo do seu abatimento;
  • Não reconheçam o potencial da sua luta;
  • Não estendam a mão para ajudar;

Jesus No Getsêmani: Deus É Pai, Até No Getsêmani

A relação de filiação entre Jesus e o Seu Pai não foi abalada pela provação.

“Outra vez ele os deixou e foi orar: “Meu Pai! Se este cálice não puder ser tirado de mim, então cumpra-se a sua vontade”. (Mateus 26.42)

Muitas pessoas se deixando levar pela situação permitem que sentimentos de incredulidade e revolta se desenvolvam em seus corações com relação a Deus.

Não foi o caso de Jesus no Getsêmani. O período de oração está fazendo com que sua alma fique mais tranquila e cada vez mais confiante.

Nem mesmo a distração dos discípulos o abateu.

Nessa segunda oração Jesus abala o inferno e começa a delinear um futuro glorioso para a humanidade:

Se este cálice não puder ser tirado de mim, então “cumpra-se a sua vontade”.

Jesus chama Deus de Pai (Abba no Evangelho segundo Marcos). Ele não perde isso de vista.

Jesus conhecia a bondade de seu Pai. Estava acostumada com ela:

“E se vocês, que têm um coração duro e são pecadores, sabem dar bons presentes aos seus filhos, quanto mais o seu Pai, que está nos céus, dará seguramente coisas boas àqueles que lhe pedirem.” (Mateus 6.11)

Jesus nutria a segurança de que seu Pai tinha reservado algo muito bom para Ele.

No evangelho segundo Marcos está registrado o seguinte:

“Pai, ó Pai!” dizia ele. “Tudo é possível para o Senhor…” (Marcos 14.36)

Por isso não desanime. Se você cultiva uma relação de Pai e filho com Deus, algo muito bom está reservado para você.

Jesus No Getsêmani: Deus Envia Consolo E Força 

Após o término do segundo período de oração de Jesus no Getsêmani, Lucas diz que:

Então apareceu um anjo do céu que o fortalecia, porque ele estava em tal agonia de espírito que começou a suar sangue, com gotas caindo ao chão enquanto orava cada vez mais fervorosamente…” (Lucas 22.43,44).

Deus enviou um anjo para fazer o que os discípulos não fizeram, consolá-lo.

Nesse ponto a pressão psicológica era tão grande que um raro fenômeno aconteceu, Jesus suou sangue.

É chamado de Hemartidrose, veja a definição da Wikipédia:

A Hematidrose é um fenômeno raríssimo apenas uma fraqueza física excepcional onde o corpo inteiro dói, acompanhada de um abatimento moral violento causada por uma profunda emoção, por um grande medo. Apenas um ato destes pode causar o rompimento das finíssimas veias capilares que estão sob as glândulas sudoríparas onde o suor anexa-se ao sangue formando a hematidrose.

A hematidrose pode ser mais entendida com uma transpiração de sangue acompanhada de suor. Devido a gravidade da situação um anjo veio para confortá-lo. Conversar com Ele. Ali Jesus pode chorar, falar, e receber força para continuar sua jornada.

Tenha certeza de que não faltará consolo de Deus no momento de aflição.

Veja o que diz o apóstolo Paulo:

“Que Deus maravilhoso nós temos! Ele é o Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, Pai de toda a misericórdia e Deus de toda consolação. Ele é aquele que tão maravilhosamente nos conforta e fortalece nas dificuldades e provações, para que, quando os outros estiverem aflitos, necessitados da nossa compaixão e do nosso estímulo, possamos transmitir-lhes esse mesmo consolo que Deus nos deu. Podem estar seguros de que, quanto mais suportarmos sofrimento por causa de Cristo, mais ele derramará sobre nós o seu consolo. Se sofremos, é para levar-lhes o consolo e a salvação de Deus. Mas em nossa dificuldade Deus nos tem confortado, e vocês também receberão forças para suportar com paciência os mesmos sofrimentos que nós suportamos. Desse modo, a nossa esperança em relação a vocês está firme, porque sabemos que, da mesma forma que vocês participam dos nossos sofrimentos, também participarão do nosso conforto.” (II Coríntios 1.3-7)

Glória a Deus! Que maravilha. “(…) da mesma forma que vocês participam dos nossos sofrimentos, também participarão do nosso conforto”.

 Há consolo e força da parte de Deus para você!

Jesus No Getsêmani: Perseverança A Chave Da Vitória 

Ao voltar para os discípulos Jesus os achou novamente dormindo, mas dessa vez, não os acordou. Já havia recebido consolo celestial.

“Ele voltou aos discípulos novamente e os achou dormindo, porque os olhos deles estavam pesados de sono.” (Mateus 26.43)

Neste momento Ele está mais calmo. Sereno.

Assimilou tudo que precisava ser assimilado.

Estava decidido a viver a vontade de Deus.

“Então ele voltou à oração pela terceira vez, dizendo novamente as mesmas coisas.” (Mateus 26.44)

A perseverança de Jesus no Getsêmani é algo que devemos ter de maneira bem clara na nossa mente.

Devemos trazer esse mesmo foco para nossa vida.

Foram três grandes e profundos períodos de oração.

Jesus não estava “brincando de orar”, “dizendo que orava”. Ele estava orando.

A perseverança na oração é a engrenagem da vitória.

Veja o exemplo relatado pelo próprio Jesus:

Um dia Jesus contou aos seus discípulos uma parábola para mostrar a necessidade que eles tinham de orar sempre, e que deviam continuar orando sem desanimar.

Ele disse: “Havia numa cidade um juiz, homem muito mau, que não temia a Deus e que fazia pouco caso de todos. Uma viúva daquela cidade vinha frequentemente suplicar justiça contra um homem que lhe havia causado prejuízos.

“O juiz não fez caso dela durante algum tempo, mas finalmente ele disse a si mesmo: ‘Eu não temo a Deus nem os homens, porém esta mulher está me incomodando. Vou fazer-lhe justiça, pois está me cansando com as suas queixas constantes!’”

Então o Senhor disse: “Prestem atenção naquilo que aquele juiz desonesto disse. Vocês não acham que Deus fará justiça ao seu povo, que lhe suplica dia e noite? Será que ele vai demorar para ajudá-lo?  Eu afirmo a vocês que ele lhes responderá depressa!” (Lucas 18.1-6)

 Não é a toa que as pessoas diziam que Jesus ensinava com uma autoridade jamais vista.

Ele realmente vivia o que ensinava.

Pois bem, não desanime. Não pare de buscar a face de Deus em oração.

No tempo certo Ele vai responder.

Jesus No Getsêmani: É Chegada A Hora!

“Chegou a hora…”. Jesus estava decidido.

“Então voltou aos discípulos e disse: “Vocês ainda dormem e descansam? Chegou a hora de o Filho do Homem ser entregue nas mãos de homens pecadores! Levantem-se! Vamos andando! Aí vem o homem que está me traindo!”. (Mateus 26.45,46)

Assim como Deus ordena a Moisés, Jesus se levanta do clamor e marcha em direção ao mar.

Precisamos saber passar por todas as situações da vida. Quer sejam boas ou más.

Normalmente sabemos ser gratos a Deus quando as coisas vão bem. E grosseiros, incrédulos e carnais quando não vão.

Jó percebeu exatamente isso em sua mulher:

“Então a esposa de Jó, revoltada, exclamou: “Você ainda continua sendo íntegro? O melhor que você pode fazer é amaldiçoar Deus e morrer!”

Mas Jó respondeu: “O que você está falando é loucura. Já recebemos tantas coisas boas de Deus, por que não receber também o mal?

E mesmo diante de todo esse sofrimento, Jó não pecou, nem disse uma palavra má contra Deus. (Jó 2.9.10)

 Falando sobre isso o apóstolo Paulo diz:

“Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter tudo. Já aprendi o segredo para viver contente em qualquer circunstância, quer com o estômago satisfeito, quer na fome, na fartura ou na necessidade; eu posso fazer todas as coisas que Deus me pede com a força que Cristo me dá.(Filipenses 4.12,13)

 Que maravilha!

Podemos fazer todas as coisas que Deus nos pede com a força que Cristo nos dá.

Conclusão Da Agonia de Jesus No Getsêmani

Aquilo que nós aprendemos com Jesus no Getsêmani é realmente profundo, importante.

Acredito que se colocarmos em prática venceremos assim como Ele venceu.

Venceu o pecado. A crucificação. A morte. O Inferno.

Espero que esse artigo tenha sido útil.

Eu gostaria de saber o que achou dele.

Deixe seu comentário abaixo. Conte qual sua impressão e opinião. Compartilhe com outras pessoas que se interessam por esse assunto, nas redes sociais ou por e-mail.

E não esqueça, se você gostou, deixe seu “curtir”. Curta também a nossa página. INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL!

Grande abraço a todos. Deus abençoe!

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

10 Comentários

  1. Celeste Aida Barreto Casquilha disse:

    Obrigada irmão. Essa mensagem veio como resposta, consolo e bênção em minha vida, no momento certo. Deus é fiel!!!!

  2. isac soares da silva disse:

    Obrigado irmão por um texto tao profundo. Amo a mensagens da cruz

  3. Nathalia disse:

    Gostei muito uma bênção. Focado na palavra.Deus te abençoe cada dia mais para edificar nossas vidas.

  4. Jose Pereira Brito disse:

    Glórias a Deus. Achei muito bom. O passo a passo nos ajuda a compreender melhor o que a palavra nos revela. Obrigado por nos ajudar. PAZ.

  5. Vanderlan s. disse:

    Deus abençoe ricamente sua via, recebi uma oportunidade ontem de ultima hora para levar uma palavra no culto de oração, eu nunca tinha pregado e sempre relutava em pregar, mas esse mês é o mês da mocidade batista, então eu senti o desejo de pregar na passagem da oração de Jesus no Getsêmani, foi quando fui me aprofundar mais e vi o seu estudo que me ajudou muito!
    O culto foi uma benção, e superei meu trauma de falar ao microfone.
    Que Deus abençoe o seu ministério !

  6. Estael Andrade disse:

    Muito bom ,amei vou continuar buscando mais explicação me ajudou bastante , obrigada paz do SENHOR

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.