O Arrebatamento da Igreja - Jesus e a Bíblia

O arrebatamento da Igreja é o evento mais esperado pelos cristãos desde o retorno de Cristo aos céus. A promessa de que vai voltar para buscar seus irmãos, faz com que todos os dias bilhões de pessoas mantenham viva a expectativa do grande dia do Senhor.

Quando o arrebatamento da Igreja ocorrer, os servos fieis de Cristo se juntarão a Ele nas alturas e nunca mais enfrentarão a morte, o choro, a dor ou qualquer flagelo da vida terrena.

Em nossos dias, este tem sido um assunto que causa bastante dúvida e confusão em muitos cristãos. Mas neste estudo bíblico, quero esclarecer e apresentar o conteúdo da maneira mais clara possível.

ENTÃO “VAMO” COMEÇAR!

Pois bem, este artigo é parte da série de estudos bíblicos sobre a volta de Jesus. Caso não tenha lido ainda, é bom que você o faça. Ao final, provavelmente o assunto será mais claro para você.

A sequência é:

Jesus Está Voltando: Saiba Porquê Pode Ser Agora (URGENTE!)

A Volta de Jesus: Tudo o Que Você Precisa Saber

Como Será o Arrebatamento da Igreja? (ESCLARECIDO!)

O Ensino de Paulo Sobre o Arrebatamento da Igreja

Em 1 Tessalonicenses, Paulo envia a carta por meio de Timóteo e procura fortalecer a Igreja e responder algumas questões que estão perturbando a comunhão entre eles. Dentre elas, está o arrebatamento da Igreja e a volta de Jesus (4:13-5:11).

O apostolo fala como eles como um professor ao aluno, e os chama de irmãos, pois a Igreja era uma criança ainda e Paulo passou muito pouco tempo entre eles

Os Que Dormem

Quando faz referência aos que dormem, Paulo está falando dos crentes que já morreram, uma figura muito comum no Novo Testamento (João 11:11). Este “sono” é uma imagem do corpo na terra que será ressuscitado e glorificado, à semelhança de Jesus Cristo.

O apóstolo procura ensiná-los sobre isso, porque não deseja vê-los em lamentos sem esperança como fazem os que não conhecem a Jesus, quando um de seus irmãos em Cristo morresse.

Obviamente que ele não os estava proibindo de sentir tristeza, inclusive o próprio Jesus passou por ela na morte de Lazaro (João 11:35). Contudo, a atitude dos crentes deve ser diferente, pois temos a esperança da ressurreição em Cristo (1 Tessalonicenses 4:16).

Vai Acontecer!

Há pelo menos duas razões pelas quais os crentes não devem se desesperar diante da morte, como os que não temem a Deus. A primeira, é o fato de que temos o conhecimento da revelação do Deus da esperança e a segunda, é o fato de termos um futuro glorioso com Jesus ( Tessalonicenses 4:14).

Da mesma forma que Cristo morreu e ressuscitou pelo poder de Deus, da mesma forma os que creem, serão ressuscitados com Cristo em Sua Volta.

A morte e ressurreição de Jesus possui muitas evidências que colocam o fato entre os mais comprovados e autênticos da história. Isto significa que, assim como os cristãos tem certeza desses fatos, eles podem ter a segurança de que a alma dos que creem e estão mortos, retornarão com Jesus quando Ele voltar para buscar os crentes que estão vivos.

O que Paulo quer dizer, é que tão certo quanto as profecias, a morte e a ressurreição de Jesus se cumpriram, o arrebatamento também acontecerá.

Pode Acontecer Agora!

A revelação sobre este assunto foi diretamente ministrada ao apóstolo Paulo. E ele viu que não apenas a alma dos que morreram em Cristo, voltarão com Ele. Seus corpos também serão ressuscitados, imediatamente antes, que os vivos sejam arrebatados (1 Tessalonicenses 4:14,15).

Fica claro, em suas palavras, que o apóstolo Paulo acreditava que tanto ele, quanto os Tessalonicenses, poderiam testemunhar estes acontecimentos. Para ele era algo iminente, estava prestes a acontecer (1 Coríntios 7:29).

Como Será o Arrebatamento da Igreja?

Assim como 1 Tessalonicenses 4:16 nos mostra o que acontecerá com os crentes que estão mortos, 1 Tessalonicenses 4:17 nos diz o que vai acontecer aos que estão vivos.

Depois que os mortos ressuscitarem, os vivos serão arrebatados e reunidos a eles nas nuvens, para encontrar o Senhor Jesus, juntos (Atos 1:9). Esse intervalo será praticamente imperceptível.

A partir deste momento, os crentes ressuscitados e os arrebatados, estarão unidos  a Jesus, eternamente. O Senhor os levará para o lugar que está preparado para eles (João 14:2,3).

Conclusão

O grande objetivo de Paulo neste ensino, é consolação e encorajamento (1 Tessalonicenses 4:18). O apóstolo convida a Igreja a encorajar uns aos outros com esse ensino.

O fato de que essa união entre os cristãos ressurretos e o vivos, no arrebatamento, deve ser grande motivo de alegria para todos os que creem.

Isso não apenas nos livra das mesmas angústias sentidas pelos que não conhecem ao Senhor, como nos faz desejar ansiosamente que o dia em que o arrebatamento da Igreja acontecerá.

Essa é a grande esperança dos santos, ver a Cristo e ser unido a Ele por toda a eternidade. É o que todo cristão no tempo presente deve desejar. Essa é uma expectativa bem-aventurada (Tito 2:13).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here