marca_final-01

A Parábola do Retorno do Proprietário

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na Parábola do retorno do proprietário o Senhor Jesus nos mostra como o ser humano pode ser extremamente religioso e mau, ao mesmo tempo.

A ganância dos lavradores os levaram ao extremo, tirar a vida do herdeiro da vinha, na esperança de que passasse a ser deles, ao final.

Jesus nos mostra que apesar de todo o mau e aparente injustiça que há no mundo, Deus vingará Seu Nome e toda a maldade que foi feita ao Seu povo.

Vamos analisar juntos a Parábola do Retorno do Proprietário e ver quais as lições que podemos tirar delas.

Tudo Pronto!

E começou a falar-lhes por parábolas: Um homem plantou uma vinha, e cercou-a de um valado, e fundou nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e partiu para fora da terra. (Marcos 12:1)

O dono da vinha a cerca e prepara para deixa-la com os lavradores seu desejo é que ao voltar, receba sua parte pela produtividade dela.

O Proprietário e a Sua Parte

E, chegado o tempo, mandou um servo aos lavradores para que recebesse, dos lavradores, do fruto da vinha. (Marcos 12:2)

O proprietário da vinha envia um representante, com autoridade legal, para receber sua parte da safra produzida até aquele momento, de acordo com o que estava no contrato.

A atitude dos Lavradores Maus

Mas estes, apoderando-se dele, o feriram e o mandaram embora vazio. (Marcos 12:3)

De maneira completamente ímpia, os servos que estavam cuidando da vinha, prenderam o representante do proprietário e o agrediram brutalmente. Quando finalmente foi solto, voltou para o seu senhor, sem a parte que lhe cabia.

A Maldade Aumenta

E tornou a enviar-lhes outro servo; e eles, apedrejando-o, o feriram na cabeça, e o mandaram embora, tendo-o afrontado. E tornou a enviar-lhes outro, e a este mataram; e a outros muitos, dos quais a uns feriram e a outros mataram. (Marcos 12:4,5)

A impiedade dos Parábola do Retorno do Proprietário que cuidavam da propriedade só aumenta. Ao invés de cair em si, por seus erros, eles só aumentam sua parcela de iniquidade.

Os Lavradores Maus e a Morte do Filho

Tendo ele, pois, ainda um seu filho amado, enviou-o também a estes por derradeiro, dizendo: Ao menos terão respeito ao meu filho.
Mas aqueles lavradores disseram entre si: Este é o herdeiro; vamos, matemo-lo, e a herança será nossa.
E, pegando dele, o mataram, e o lançaram fora da vinha. (Marcos 12:6-8)

O último representante enviado pelo dono da vinha é o seu próprio filho. Ele acreditava que os lavradores, embora fossem maus, o respeitariam por ser o herdeiro da propriedade. Mas aconteceu exatamente o contrário.

Quando o viram chegando, os servos planejaram como assassiná-lo, pois acreditavam que ao fazê-lo, a propriedade seria automaticamente deles.

Estavam cegos pelo pecado!

Esqueceram completamente que o dono, estava vivo e se vingaria deles.

O Retorno do Proprietário

Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá, e destruirá os lavradores, e dará a vinha a outros. (Marcos 12:9)

Jesus encerra a Parábola do Retorno do Proprietário perguntando aos ouvintes, qual será a reação do pai, e ele mesmo responde, dizendo que certamente se vingará deles.

O Retorno do Proprietário e o Juízo

O sentido da Parábola do Retorno do Proprietário aponta diretamente para a vinda de Jesus a Terra.

A vinha é Israel, Deus Pai é o dono que a preparou. Os servos enviados em seu nome, são os profetas e o filho enviado por último, a quem eles mataram, é Jesus.

Leia Também:

A Parábola do Fermento e o Reino

A Parábola dos Talentos e a vontade do Rei

A Parábola dos Lavradores Maus

A Parábola dos Primeiros Lugares

Fica claro na Parábola do Retorno do Proprietário, que Deus julgará os assassinos de Seu Filho e lhe dará o castigo merecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jesus e a Bíblia © 2020. Todos os direitos reservados.

});